A falta que o acento faz

acentoVocês já repararam a falta que faz o acento? Pois é, as palavras em inglês não são acentuadas, com algumas poucas exceções emprestadas do francês como: fiancé(noivo), fiancée(noiva) e resumé (currículo). Para nós, brasileiros, isso pode ser um problema na hora de pronunciar certas palavras corretamente.

Qual é a sílaba tônica? Ou melhor: Qual o “stress”? Se não conhecemos determinadas palavras por já tê-las escutado e nos deparamos com a sua forma escrita essa é uma pergunta que se faz necessária, e como respondê-la? Os dicionários são de grande ajuda nesse momento pois a sílaba tônica é sublinhada (desperate) ou indicada com um sinal (´desperate). “Desperate” (desesperado(a)) é um exemplo dessas palavras comumente confundidas por brasileiros que tendem a pronunciá-la desperate ou até mesmo desesperate pela proximidade com o português.

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

Uma outra dificuldade quanto à questão da sílaba tônica é a sua mobilidade no caso de adjetivos ou substantivos quando transformados em verbos. Vejamos alguns casos:

1. He used to be a rebel. (adjetivo)
He rebelled against the situation. (verbo)

2. It’s a great record. (substantivo)
What are you recording? (verbo)

Para complicar as coisas ainda mais, temos a diferença de pronúncia entre inglês americano e inglês britânico. Por exemplo, os ingleses falam ‘contribute, enquanto os americanos falam con‘tribute.

Podemos concluir que há dois caminhos para pronunciarmos corretamente uma palavra. Primeiramente precisamos de muito input auditivo, ouvir, ouvir e ouvir e na hora do sufoco nada como um bom dicionário de inglês para nos salvar também nas questões de pronúncia. E não se sintam mal com isso, afinal de contas até os falantes nativos de vez em quanto precisam usar esse recurso.

Até a próxima!

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

20.jpg

Mônica Bicalho

Mônica Bicalho é brasileira. Além de 20 anos de experiência em sala de aula é examinadora certificada da Universidade de Cambridge. Atualmente trabalha como supervisora pedagógica e professora do curso Meuinglês.

3 comentários

  • 03/04/09  
    Ana Lucia Machado diz: 1

    Hello Mônica,
    Concordo plenamente. Acho que os acentos seriam uma ajuda ao estudo do Inglês, apesar de eles causarem uma certa confusão para os estudantes de Português. Em tempos de reforma ortográfica, eles estão causando grande polêmica. Mas creio que esta dificuldade seja maior para os falantes de línguas latinas, que já estão acostumados aos acentos. Talvez os falantes nativos tenham suas próprias técnicas de reconhecimento das sílabas tônicas (associação, comparação), já que os mesmos desconhecem o uso dos acentos.
    Beijos,
    Ana Lucia

  • 15/04/09  
    Mariele Cunha diz: 2

    Ai gente, graças a Deus esse comentário foi postado =] Eu sofro mto com essa pronuncia “abençoada” que eu tenho =[ Eu estava conversando com uma turca amiga minha e mais uma brasuca, o papo tava sendoem inglês pq não tínhamos outra escolha .. e eu pronunciei a palavra AGENCY do jeito q eu jurada estar certo e paguei um micão .. o bom é q eu sou super “easy-going” .. tipo, uma palavra besta e eu troquei pés pelas mãos . Tipo, não existe mais nada q possamos fazer ?? Uma regrinha .. nada ??? Agradeço desde já.. adoro o site ! Bjus

  • 14/07/09  
    carla diz: 3

    outra dúvida minha (ou melhor, dificuldade) é na pronúncia de sílabas tônicas acima da terceira… acima do que em portugues seria um proparoxitona.. com no exemplo ‘DESperate fica muito dificil de falar pelo habito q temos te ‘tonificar’ até a terceira sílaba.. dá vontade de dividir a palavra em duas e tonificar outra vez no final rsrsrsr parece que me falta fôlego srsrs