A música e seus efeitos na aprendizagem de língua inglesa

Hello there, English Experts. How are you today? I hope you’re all great. I’ve been thinking about it and I finally decided to share with you all, some knowledge about learning English. (Thanks for the insight, Art )

Here it is my first article, so have fun!

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Música é ótimo para aprender inglês
Eu aprendi inglês com música
Eu amo estudar inglês com música
Tenho um amigo que aprendeu inglês só escutando música

Em minha trajetória como estudante de Letras e hoje como professor, ouvi tais afirmações inúmeras vezes e de fato concordo plenamente que a música é um dos melhores instrumentos para se estudar inglês, tanto que a utilização da mesma para tal finalidade acabou tornando-se meu tema para pesquisa em minha graduação, assim como o cinema, mas este fica para outra hora. Mas então, o que sabemos sobre a música em si? Quais seus efeitos sobre nós? De onde veio? Para onde vai? (Não perca, no Globo Reporter de hoje rsrs). Brincadeiras à parte, vamos ao que interessa!

Os efeitos da música sobre a mente e o corpo

A música é considerada uma arte milenar que está presente em praticamente todos os momentos da vida do homem, em nosso cotidiano somos constantemente bombardeados por diversos tipos de sons, que estimulam diferentes efeitos e reações em nosso corpo de tal modo que, estudos indicam que a utilização da música como instrumento na aprendizagem apresenta grandes benefícios na melhoria da qualidade do ensino, pois nos afeta tanto fisicamente quanto emocionalmente, podendo ser usada como grande facilitadora na aquisição de uma nova língua, ela é capaz de motivar e interessar o indivíduo, além de tornar o aprendizado mais prazeroso.

Tal arte está presente em nossas vidas desde os primórdios da humanidade, trata-se de uma forma de expressão, que em diferentes épocas foi utilizada de diversas formas e objetivos, como em rituais e celebrações; pode ser considerada uma linguagem universal, tanto que através da música é possível difundir uma idéia ao longo dos anos sem que seja necessário escrever quaisquer sinais gráficos para representá-la. Segundo Ferreira (2010) essa é a transmissão verbal-oral-cantada do conhecimento, processo que foi constatado em tribos primitivas africanas, brasileiras etc.

A música tem a capacidade de atingir o corpo do indivíduo de duas maneiras, diretamente onde o efeito do som age sobre as células e os órgãos, e indiretamente, agindo sobre as emoções, que podem influenciar vários processos corporais provocando a ocorrência de tensões e relaxamentos em diferentes partes do corpo.

Listen to music

Eu queria evitar citações, para o texto não ficar com um aspecto acadêmico, mas este fragmento foi o que terminou por abrir minha mente para o que eu estava tentando buscar e compreender sobre a música e seus efeitos sobre nós.

STEFANI (1987), a música afeta as emoções, pois as pessoas vivem mergulhadas em um oceano de sons. Em qualquer lugar e qualquer hora respira-se a música, sem se dar conta disso. A música é ouvida porque faz com que as pessoas sintam algo diferente, se ela proporciona sentimentos, pode-se dizer que tais sentimentos de alegria, melancolia, violência, sensualidade, calma e assim por diante, são experiências da vida que constituem um fator importantíssimo na formação do caráter do indivíduo.

Viu, eu disse!

Aquisição de vocabulário

Já em relação à aquisição de vocabulário, sendo este um dos itens mais importantes no aprendizado de língua inglesa, podemos dizer de que a música facilita a memorização de vocabulário de uma forma não intencional, facilita a escrita e é um meio viável de aquisição de uma segunda língua tanto para crianças quanto para adultos.

Agora uma informação de extrema importância e em seguida explico o motivo:

Para GAINZA (1988), a música é um elemento de fundamental importância, pois movimenta, mobiliza por meio da melodia consegue atingir aafetividade e por isso contribui para a transformação e o desenvolvimento.

Percebeu a palavra afetividade destacada? Sim, afetividade é um dos pontos mais importantes para quem está estudando/ aprendendo uma nova língua e que infelizmente não vejo o pessoal da área dando a devida atenção. Você já ouviu falar em Filtro Afetivo? Pois aí vai uma bomba para você; sabia que se o filtro afetivo estiver alto em relação à aquisição/aprendizagem de língua inglesa dificilmente o estudante atingirá êxito em tal, o que muitas vezes o leva ao abandono de seus estudos. Mas acalme-se, se você ainda está lendo esse texto, significa que está empenhado em sua jornada, sendo assim está com seu nível afetivo ao seu favor, hehe.

Filtro afetivo: é uma barreira imaginária que é colocada entre um aluno e a língua. Esse bloqueio ocorre por causa de ansiedade elevada, baixa auto-estima ou pouca motivação. Geralmente está associado à cobrança intensa por resultados rápidos e impecavelmente perfeitos tanto com relação à estrutura gramatical quanto à pronúncia.

Para os mais curiosos deixo o link de um artigo que fala mais detalhadamente sobre o que é filtro afetivo: A teoria de Krashen e a hipótese do filtro afetivo.

Well folks, that’s it! I hope you have enjoyed the reading and see you next time!
( If you wish to chat with me, I’m often in the chat room of this very same website)

References

  • FERREIRA, Martins. Como usar a música na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2010.7.ed.
  • GAINZA, V. Hemsy de. Estudos de Psicopedagogia Musical. São Paulo: Summus, 1988.
  • STEFANI, Gino. Para entender a música. Rio de Janeiro: Globo, 1987.

Sobre o Autor: Meu nome é Marcos Paulo Moreira, me graduei em Letras recentemente, sou Professor de Inglês em uma pequena escola de cursos aqui na minha cidade (Anápolis-GO). O Inglês entrou na vida por acaso quando ainda era criança e não saiu mais, hoje vejo que aprender sempre foi algo prazeroso para mim, o simples conhecimento por conhecimento, sendo este um dos motivos de ter me tornado professor.

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

25.jpg

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do English Experts. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

42 comentários

  • 05/12/13  
    Izabella Bruno diz: 1

    I loved your reading Mr M!Eu, como te disse anteriormente, comecei a aprender inglês através da música, e como você disse, a música nos ajuda a gravarmos um grande número de informações, que inclusive é utilizada por professores antes de provas importantes (enem..), matéria de jornal, inclusive.
    Good Job, man!

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Thank you, Iza. The music is a great tool for learning, indeed.

  • 05/12/13  
    Artful Dodger diz: 2

    Excellent, Mr. M!

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Thank you!

  • 05/12/13  
    Eduardo diz: 3

    Muito bom este artigo. Música me ajudou muito sim, mas eu aprendi quase todo o meu inglês escutando e assistindo seriados e reality shows. =)

    Good job!

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Thank you for the feedback, Eduardo.

  • 05/12/13  
    Laís diz: 4

    Very good, Marcos! I loved your article! =D
    Eu sempre digo aos meus alunos que a música é uma das melhores formas de se aprender e assimilar novas palavras e expressões.

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Thank you, miss.

  • 05/12/13  
    Wagner diz: 5

    I couldn’t agree more, this is my story. My first contact with English happened when I was at fundamental school and I had a teacher who taught us through music. And nowadays music is what helps the most in my studies. Thanks for writing this great article. ;-)

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Thank very much for the kind words, Wagner.

  • 05/12/13  
    Helenara diz: 6

    Parabens, Marcos pelo artigo. Vou por em pratica o que voce nos aconselhou. Valeu mesmo! Thank you!

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Obrigado, Helena.

  • 05/12/13  
    jeferson nascimento diz: 7

    Great article, i really apreciated your words, and i admitte that music helps a lot many people ´cause it brings good feelings and plenty cultural vocabulary and expressions, one the best ways of achive the fluency

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Absolutely, Jeferson. Thanks!

  • 05/12/13  
    Sesmar Júnior diz: 8

    Hello,

    Muito legal o texto estou tentando colocar em pratica isso. Thank you!
    Ah! Morro em Anápolis, também mundo pequeno esse.

    • 05/12/13  
      Marcos diz:

      Uau, primeira pessoa de Anápolis que vejo aqui rs. Obrigado!

  • 05/12/13  
    Aline diz: 9

    Adorei o seu artigo Marcos! Acabei de elaborar meu TCC sobre música e a motivação no ensino de LI e seu artigo me deu ótimas ideias para a apresentação. Seus alunos têm muita sorte de ter um professor assim!

    • 06/12/13  
      Marcos diz:

      Fico feliz em ter ajudado, Aline. Obrigado pelas palavras gentis!

  • 05/12/13  
    Wesley Camelo diz: 10

    Professor, Marcos, simplesmente amei seu artigo! Eu super me identifiquei com você/o senhor. A Língua Inglesa para mim também é uma paixão, um vício, assim como a música, e nada mais que unir o útil ao agradável, ou seja, aprender o idioma de forma simples e super prazerosa. Usei o tema música como forma de aprendizado da Língua Inglesa no meu projeto de Estágio Supervisionado I e agora vai ser também tema do meu TCC. Super obrigado!
    Abração forte, sucesso!

    • 06/12/13  
      Marcos diz:

      Olá wesley, “senhor” eu? rs. Isso mesmo aliar o útil ao agradavel, é exatamente essa a ideia.
      Obrigado pelo comentário!

  • 05/12/13  
    Cássia Lymma diz: 11

    Amei o artigo, pois traz dicas muito importantes para o ensino e aprendizagem de línguas. Concordo, o prendizado é bem maior quando aliado à musica.

    • 06/12/13  
      Marcos diz:

      Que bom que tenha gostado, Cássia. Obrigado!

  • 05/12/13  
    Jade diz: 12

    Hello Marcos!! I enjoyed a lot your article, and I really have to tell you that I learned English by music, all by myself! Then I became an English Teacher, and now I’m at the college (again! Because I have another course) studying English! This is a dream that is coming true! I know how much music is important to learn English and I always say that to my students. That’s the way that I learned and I do think that everyone who wants to, can learn too. Well, after read your article I’m thinking hardly to write my monograph with this theme! Thanks for gave me the idea! :D
    Good Luck!

    • 06/12/13  
      Marcos diz:

      That’s great, Jade. Music can be very helpful, indeed, I’m very glad to know that I might have inspired you on your monograph, I wish you luck in your journey! Thanks for the comment.

  • 05/12/13  
    Cataline diz: 13

    Congratulations Marcos!!!

    • 06/12/13  
      Marcos diz:

      Thank you, Cataline.

  • 06/12/13  
    Mike diz: 14

    I’ve been seeing many really good posts here, and this is not different. and I’m going to see all your posts, since the first page u.u your adivices is very enteresting and it is helping so much heuheuheu was too cool find this website. keep like this, please.

    • 06/12/13  
      Marcos diz:

      Welcome to the community, Mike. You’ll find a lot of interesting stuff here, actually there are a lot of writers here ( and great teachers) as well as many articles for you, so enjoy it.
      Thanks for the comment.

  • 06/12/13  
    Cezar Ribeiro diz: 15

    Não concordo totalmente com as ideias expostas neste. Primeiramente, sim, acho que música é uma das formas de arte mais interessantes e benéficas ao ser humano. Mas me restrinjo a apreciá-la mesmo somente como consumo de arte, pois para o aprendizado de idiomas não a vejo como um instrumento eficaz. E, nesse sentido, me faço acompanhar da opinião de um dos mestres no ensino do Inglês como língua estrangeira, o professor norte-americano AJ Hoge, cujas lições tenho praticado desde que iniciei meus estudos da língua, há nove meses. Ele nos diz que música não é eficaz, pois até eles mesmos, nativos da Língua Inglesa, se confundem, não entendem, muitas vezes, o que o cantor está dizendo na letra da música, pois, para rimar, ou em função da sonoridade da poesia, da música, se sacrifica frequentemente a pronúncia de uma palavra, o ritmo de uma frase, etc., etc.
    Agora, quanto a filmes, esses, sim, são uma ferramenta muito eficiente. Tanto é que o próprio AJ chama tal técnica de “Focal Skills – Movie Technique”.
    Abraços a todos.

    • 06/12/13  
      Marcos diz:

      Olá Cezar, recomendo as leituras das seguintes obras,

      FERREIRA, Martins. Como usar a música na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2010.7.ed.

      GAINZA, V. Hemsy de. Estudos de Psicopedagogia Musical. São Paulo:
      Summus, 1988.

      LIMA, L. R. O uso de canções no ensino de Inglês como língua
      estrangeira; a questão cultural. 1 ed. Salvador: EDUFBa, 2004.
      MEDINA, C. A. Música popular e comunicação: um ensaio sociológico.
      Petrópolis: Vozes, 1973.

      NAPOLITANO, Marcos. Como usar o cinema na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2005.2.ed.

      STEFANI, Gino. Para entender a música. Rio de Janeiro: Globo, 1987.

      Apesar de achar o trabalho do AJ super interessante, não recomendo que você siga “cegamente” apenas um ou outro método/ autor/ professor, pois o que funciona para você pode não funcionar para outra pessoa e vice versa. ;)

      Thanks for the comment!

  • 06/12/13  
    Rafael Adâo diz: 16

    Thank you very much, I learned a lot.

  • 07/12/13  
    Wilson diz: 17

    Entrei achando que ia ter alguma dica de como ‘ouvir e aprender melhor’ com a música.
    Fiquei com gosto de quero mais.

    =(

  • 11/12/13  
    Gabriel diz: 18

    Hi there!

    I agree with some that Cezar Ribeiro wrote. Regarding the gramatical form, the music could play tricks on us, due to the singers choose the rhyme over the right way to write.

    I learned a lot listening to music and play videogames (mainly RPG) when I was a kid.

    Thanks for the contribution teacher Marcos
    Congrats for the work English Experts team.

    Olá!

    Concordo em partes com o Cezar Ribeiro. Com relação à forma gramatical, a música poderá nos “pregar peças”, pois os cantores/compositores optam pela rima em detrimento da forma correta de se escrever.

    Eu aprendi muito ouvindo música e jogando vídeo game (sobretudo RPG) quando criança.

    Obrigado pela contribuição Marcos.
    Parabéns pelo trabalho English Experts

  • 12/12/13  
    Elda diz: 19

    Amei seu artigo, muito boa a sua pesquisa. Eu sou graduanda no curso de Letras/inglês, tenho algumas dificuldades com relação ao listen, mas pretendo supera-lo. Amo estudar a língua inglesa. Congratulations!!

  • 16/12/13  
    Thiago diz: 20

    Meu primo aprendeu inglês só escutando musica e meio sem querer…ele já viajou para o Canadá e Estados Unidos e se comunicou sem problemas…ele tem um vocabulário muito extenso e pra quem quer aprender acho importante a música e os filmes, a gramática só atrapalha e impede o estudante de falar inglês…

  • 21/12/13  
    Hugo Soares diz: 21

    Hello Marcos… Thanks by your post. I’m learning english … Do you know the program TV “inglês com música”? and the website “lyricstraining.com?” The lyricstrainning I knew here EE :D Bye… God bless!!!

  • 23/12/13  
    Roberson diz: 22

    Pergunto, como alguém que nunca falou ou estudou inglês vai aprender sem mesmo saber o que esta falando nas letras, exemplo ouço bastante rock o qual gosto muito, so que os cantos são falam muito rapido, não dá para entender. Por isso pergunto, como saber o que esta passando na musica nas letras sem mesmo entender, as vezes tu ouve ali sem mesmo entender nada. Se tem um site para traduzir a letras das musicas que seja confiavel fora google me passem que quero traduzir as musicas que gosto de rock.

    Hugs.

    • 08/01/14  
      Samanta diz:

      É facil Roberson,

      Basta vc ler a tradução no site letras.terra ( eu acho) tem varios, o vagalume por exemplo é ótimo ! Eu sempre ouço e vejo a letra ao mesmo tempo… depois de decorar passo a ouvir vendo a tradução… e com um tempo já não preciso mais da tradução…

  • 26/12/13  
    Jorge diz: 23

    Excelente artigo Marcos Paulo Moreira, concordo em gênero número e grau! Exemplo disso é o programa “Inglês com Música” da Professora Marisa Leite de Barros, que passa no canal TV Cultura. Eu tenho um canal no youtube e como hobby e estudo eu posto músicas legendadas em inglês…

  • 08/01/14  
    Sergio diz: 24

    Além das considerações mais de ordem filosófica sobre a musica, qual a utilidade desse texto? Qual a metodologia utilizada por essa pessoa que conseguiu aprender Inglês só ouvindo musica?
    Well, as they say in English, the explanation let much to be desired.

  • 24/07/16  
    Andreia Maria Dos S diz: 25

    Sem dúvida, devo boa parte do meu aprendizado à Madonna e Pet Shop Boys, em uma época que, para saber o que eles cantavam, tinha que me debruçar sobre o dicionário por horas!!!

    • 25/07/16  
      Alessandro Brandão diz:

      Oi Andréia,

      Essa aparente dificuldade gerava muito aprendizado. Eu fazia a mesma coisa com as músicas de Roxette. Aprendi bastante com essa banda.

      Bons estudos!