Autodidata em Inglês (Parte II)

No artigo anterior eu falei sobre as principais características do autodidata. Se você é curioso, tem atitude e é disciplinado, está no caminho certo. Mas por onde começar? Pelo fato do autodidata não seguir um plano de estudos pré-definido é muito fácil perder o foco. Para solucionar isso se lembre da famosa frase: dividir para conquistar.

Quando começamos os estudos de Inglês é normal surgir muitas dúvidas e aquela sensação de “eu não sei nada”. O segredo é administrar o que não sabe e focar em temas importantes do idioma como: vocabulário básico, frases úteis e combinações de palavras. Com o tempo você vai conseguir identificar as próprias deficiências e ir preenchendo essas lacunas através da pesquisa novas fontes de informação (internet, livros ou revistas).

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

No meu caso, sempre que quero aprender sobre um assunto novo, seja uma linguagem de programação de computador, um novo conceito na área de administração/business ou um assunto relacionado ao inglês. Eu compro um livro, normalmente o Best Seller do tema. Só para exemplificar: recentemente eu descobri que estudar Inglês através de possíveis combinações de palavras (collocations) é talvez uma das formas mais rápidas para se adquirir fluência, principalmente morando em um país onde o Inglês é pouco falado. O que eu fiz? Corri e comprei um dos melhores dicionários sobre o tema, o Oxford Collocations. Eu tinha um problema, não dominada muito bem as combinações de palavras, agora eu tenho uma solução de 900 páginas: o Livro. Que, aliás, está aqui do meu lado esperando para ser estudado.

Confira alguns livros que poderão servir de guia para você que está começando ou já estuda Inglês há algum tempo: Inglês na Ponta da Língua, Essential Grammar in Use, Como Não Aprender Inglês e Advanced Grammar in Use. Se você tem alguma sugestão de livro é só enviar nos comentários.

O livro é o melhor amigo do autodidata. Se você quer estudar por conta própria, compre livros. A Internet é fantástica, porém se você não for cuidadoso vai acabar se perdendo nesse oceano de informações.

A propósito (by the way), esse é um ótimo tema.

Leia o terceiro artigo da série sobre o autodidata

Posts da série:

See you!

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

45 comentários

  • 30/05/07  
    Cris Flessak diz: 1

    Alessandro

    Great post!
    Esse assunto realmente é muito interessante e há muito que se falar…
    Estudei inglês por 4 anos. Como sempre gostei muito do idioma, buscava auxílio sempre em várias fontes diversas, principalmente pela internet. Até hoje procuro sempre estudar sobre o assunto em blogs, sites, livros e TV a cabo.

    Gostaria até de recomendar o livro “Inglês que não falha” do autor Ben Parry Davies. É um excelente livro, escrito de forma dinâmica e descontraída.

    Tenho apenas um problema em relação ao idioma: procuro sempre assistir seriados sem legendas. Comédias como Friends, TNA of old Christine, Two and a Half Men tudo ótimo! Mas quando assisto à séries mais “técnicas” como Smallville, ER, Gilmore Girls ou então à filmes, tenho mais dificuldades de entender. Como posso dizer que tenho inglês fluente se não consigo assistir à um filme sem legendas entendendo-o completamente? Será que estou sendo muito exigente comigo?

    Um abraço e tudo de bom!
    Cris

  • 30/05/07  
    Petterson Zugaib diz: 2

    Olá. Me chamo Petter e sou professor de Inglês. Sempre tive em mente que é preciso gostar do que se faz e ter muita determinação para conseguir algo na vida. Com o aprendizado de inglês não é diferente. Para o autodidata, eu sou um exemplo disso, o esforço em meio a um turbilhão de informações é maior. Mas acho também que o estudante de um curso de idiomas tem que ter uma mentalidade autodidata, pró-ativa, uma vez que o contato com o professor geralmente restringe-se a 3 horas por semana em média. Mas o que são três horas num universo de 20 horas ou mais numa semana? Pois isso é a média do que as pessoas dispõem para aprender inglês. Hoje em dia está muito mais fácil e acessível aprender inglês num espaço de tempo bem menor do que há 10 anos atrás. Num país como o Brasil em que as pessoas normalmente não falam e nem sabem inglês, é preciso ser automotivado e ter metas.. Mas vale o esforço. Aqui vai uma dica de livro: Como dizer tudo em inglês, Ron Martinez, livro de atividades. Este vem com 2 cds de audio e com exercícios para treinar o speaking..
    No mais é só. Good luck!
    Petter

  • 30/05/07  
    Philipi diz: 3

    Eu aprendi inglês praticamente sozinho, tive auxílio só mesmo do inglês da escola (1º e 2º graus). Comecei tentando entender letras de músicas com a ajuda de um dicionário. Mas o que impulsionou mesmo o meu aprendizado foi a internet. O problema é que aprendi mais a ler e escrever do que ouvir e falar. Só agora com a tecnologia VoIP estou começando a treinar o meu speaking. E percebi que sou muito deficiente nele. Mas nada que umas longas conversas pelo skype não resolvam.

  • 04/06/07  
    Alessandro Brandão diz: 4

    Obrigado Cris, Petterson e Philipi pelos interessantes comentários.

    Cris, vá devagar, não exija tanto de você. Com o tempo você vai melhorando o entendimento das séries de TV. Eu conheço professor de Inglês experiente que também não consegue entender nada.

    Abraço.

  • 31/08/07  
    José Florêncio da Costa diz: 5

    Inglês, lingua universal, e todos devem saber se comunicar nesse idioma, fácil de aprender e de falar, se aprende no colégio ou como autodidata, e depois é só viajar pelo mundo, fazendo uso dessa lingua. Não é difícil, sendo bem mais fácil do que o alemão, que tem declinações com o latim, já lingua morta, não tem muita gramática e resa pela simplicidade.

  • 01/07/08  
    Debbie Guerra diz: 6

    Excelente post…

    Gostaria de deixar uma sugestão já que você citou o dicionario Oxford Alessandro…

    Há hoje na internet um ótimo dicionario (que mais seria um catalogo de dicionarios) que você mesmo baixa chamado Lingoes… Baixei ele a algum tempo e tem me ajudado muito a aumentar vocabulário.
    Ele dispõe de famosos dicionarios como Longman, Cambridge, Merriam-Webster e Oxford além do Collocations (que realmente é uma super mão na roda), e muito mais!

    Espero ter ajudado! Bjos

  • 29/09/08  
    ivan Santos Araujo diz: 7

    Sou autodidata e hoje aos 50 anos tenho dado uma grande contribuição para a juventude do meu bairro, o problema é que o autodidata não é reconhecido para dar aulas em colégios eu espero que o Ministerio da Educação ainda reconheça este potencial de muitos brasileiros. Faço tradução de texto, ensino em casa. O nosso maior escritor do Brasil Machado de Assis era um autodidata e isto nos orgulha muito.

  • 07/10/08  
    Dicas de Inglês :: Autodidata em Inglês (Parte I) diz: 8

    […] Happy Memorial Day! Autodidata em Inglês (Parte II) […]

  • 07/10/08  
    Dicas de Inglês :: Autodidata em Inglês (Parte III) diz: 9

    […] Autodidata em Inglês (Parte II) Blogs indicados para estudantes de Inglês […]

  • 07/10/08  
    Dicas de Inglês :: Autodidata em Inglês (Parte IV) diz: 10

    […] em Inglês (Parte I) Autodidata em Inglês (Parte II) Autodidata em Inglês (Parte III) Autodidata em Inglês (Parte IV) Leia outros artigosAutodidata em […]

  • 20/10/08  
    dr souza diz: 11

    eu estou fazendo isto estudando sozinho e montei um desafio meu filho estuda ingles em uma das melhores escolas e eu disse a ele que iria estudar sozinho em casa e o disse que iria falar ingles tao bem quanto ele
    gostei do site e 10 vou indicar

  • 24/11/08  
    alessandro pessoa diz: 12

    Estou começando hoje, espero ter esse mesmo interesse, todos os dias, pois estou desempregado, e boa parte do dia não faço nada, gostei do comentário, 06 debbie, isso vem nos ajudar muito

  • 03/12/08  
    SONIA FREIRE diz: 13

    Comecei estudar inglês depois de 50anos, isso é bem complicado prá mim pois fiquei muito tempo sem estudar, agora que estou começando a indentificar as palavras nos filmes ,tem hora que parece que a minha cabeça vai explodir com tanta informação, mas não vou dissistir, por isso vocês que são jovem não espere chegar a os (firtty years )começar …boa sorte

  • 12/01/09  
    Lilian Gambarini diz: 14

    Sonia,
    Nunca é tarde para começar. Só tenho que parabenizá-la pela iniciativa. Go ahead e v. vai se surpreender com a facilidade que sua vontade vai lhe proporcionar no aprendizado. Apenas há 2 fontes para se aprender Inglês: o interesse do aluno pela língua e o interesse de um professor na aprendizagem desse aluno. Não havendo o professor, o esforço para aprender será otimizado, individualmente, com certeza.

  • 13/01/09  
    EURIDES diz: 15

    Sempre gostei muito do idioma inglês, quando criança assistia aos seriados e saia do cinema imitando a voz dos artistas, hoje com 62 anos de idade,aposentada e com tempo para me dedicar,começo com muito entusiasmo; e com a certeza de que conseguirei bons resultados .

  • 14/01/09  
    Nicibel diz: 16

    Adorei o site me incentivou a estudar sozinha.

    • 14/01/09  
      Alessandro diz:

      Nicibel,

      Então alcançamos nosso objetivo.

      Abração,

  • 03/02/09  
    Thaisa Pedron diz: 17

    É muito prazeroso e gratificante saber que existe o esforço e dedicação de cada autodidata pela melhoria do aprendizado.Isto me incentiva a perder o medo de falar errado! Parabéns aos autodidatas!
    Estou sendo autodidata em Italiano!

  • 02/03/09  
    germana diz: 18

    Adorei saber que posso seguir seu exemplo e conseguir realizar meu sonho de aprender sozinha como vc.

  • 08/03/09  
    Juciléia diz: 19

    Olá, Alessandro.
    Estou no último ano de sistemas e quero e tb preciso aprender inglês, mas preciso começar do zero, esses livros seriam indicados nessa situação?

    • 08/03/09  
      Alessandro diz:

      Juciléia,

      Eu creio que sim. Foi com esses livros que eu comecei.

      abração,

  • 15/03/09  
    Juciléia diz: 20

    Obrigada, Alessandro,

    E parabéns por seu trabalho aqui, que é muito importante para muitas pessoas, assim como para mim.

    Abraço :)

  • 30/03/09  
    Rafael diz: 21

    Alessandro, gostaria de saber qual dos livros que você mencionou seria indicado para uma pessoa com nível intermediário-avançado, estou muito entusiasmado no aprendizado da língua e gostaria de dispor de boas ferramentas para me auxiliar, desde já agradeço sua colaboração!

    até mais.

  • 01/05/09  
    Joaquim Lima Lobato diz: 22

    Espero seguir os passos dos colegas, conforme comentários.

  • 31/05/09  
    laiana fernandes diz: 23

    oiii adorei esse site achei muito bom , ainda mais para quem nao tem condição de pagar um curso de ingles adorei tuas dicas e vou seguilas…
    Ainda mais pra mim , eu tenhu 16 anos tenhu sonho de morar no exterior e quero muito aprender a falar engles desde ja , por que é muito importante saber outras linguas ainda mais que eu tenhu um futuro pela frente
    ADOREI …. Obrigada …. e mi mande dicas
    por imail …

  • 28/06/09  
    Néia Quaresma diz: 24

    Olá, td bem???
    Gostei muito das suas dicas, pois já estudei inglês em escolas e há um tempo parei, sinto q não praticando, acabamos esquecendo, resolvi voltar a estudar pela net, sei muitas regras e acredito ser mais fácil. Bom, me cadastrei no site “Livemocha” indicado em vários blogs na net, adorei o site, porém, comigo não funciona, não consigo acessá-lo, engraçado q me mandam e-mails convidando a fazer tal lição, peço ajuda no site e nada acontece, alguma dica q possa me ajudar? conhece este site? se existe um outro legal, onde possa conversar com nativos, e se puder me passar, eu agradeço, e q seja de graça..rs.

    Um abraço!!!

  • 18/08/09  
    tatiana lima diz: 25

    oie adorei muito suas dicas eu amo ingles mais eu acxo algumas coisas dificeis mais é muito interessante

  • 07/09/09  
    alex diz: 26

    bom eu estudei ingles no Brasil ,eu estava com 12 anos aprendi bastanti hoje ja fazem 8 anos que nao moro no Brasil estou no japao!!!
    como nao converso so em japones esqueci a maior parte ai e dificil agora tenho que tirar
    minha carta em ingles esqueci quase tudo porque falo mais japones entendo.japones,espanhol,tacalogo e portugues e quero aprender ainda mais ingles ,espanhol ja estou estudando mais eu sabe tambem italiano e frances e bom…eu penso que se eu querer e lutar vou conseguir!!!!sempre tenho isso em menti!!!abraco a todos!

  • 15/09/09  
    reinaldo florencio diz: 27

    Legal primeira vea que entro neste site e achei demais ,muito direto e me motivou bastante , pesnsei que estava tarde demais pra mim aprender ingles (tenho 38 anos)Mas ja acompanhei uns email bastantes motivadores
    Abraçao a todos

  • 05/10/09  
    Luis diz: 28

    Estou iniciando o meu aprendizado em inglês como autodidata… e esse site tem me ajudado muito…
    Continuem assim…
    Abraço…

  • 16/10/09  
    arilson diz: 29

    foi legal aprender mas sobre o ingles
    meus colegas gostaram muito de aprender mais na internet e os meus professorres ficaram im-precionados com esse site.

  • 16/10/09  
    Akalivia Kannanda diz: 30

    Olá, Essa é a primeira vez que entro nesse site e gostei muito,me identifiquei bastante e achei muito interessante, me ajudou muito.

  • 16/10/09  
    marcos vinicius c. diz: 31

    nossa de todos os sites que eu já vi esse foi um dos mais legais,apredi muito mais do que eu sabia,parabéns.

  • 16/10/09  
    arilson e mateus diz: 32

    foi muito interresante aprender mas um pouco sobre o ingles .Esse site e um maximo e vai melhora no meu dia a dia no ingles

  • 16/10/09  
    Andressa Pereira diz: 33

    Oi, gostei muito desse site porque ele é muito interessante. Ele ajuda muito no aprendizado da pessoa,tanto quem começou o curso de ingles
    agora,quanto quem ja começou a muito tempo.

  • 16/10/09  
    Layla Lima Castro e Giselia Dias Costa diz: 34

    Hello!
    Gostei de ler sobre o artigo autodidata porque eu acredito que apreder english é muito divertido.Cada dia apredemos mais esperamos
    que um dia possamos apreder english.

  • 29/10/09  
    Antônio Neto diz: 35

    Eu nunca dei muita atenção aos estudos sempre achei inutel ficar estudando >.< agora me arrependo, estudei nas melhores escolas e nunca aproveitei… agora estou com 18 anos e estou percebendo o quanto eu perdi.. mas agora eu tenho vontade de aprender, aprender muito e esse artigo é 0 começo.

    quero aprender tudo que dexei para atraz e muito mais…

    Agora esse site faz parte dos meus Favoritos, muito bom seu artigo, parabéns.

  • 04/12/09  
    Fátima Fernandes diz: 36

    Esse site realmente foi de encontro os meus anceios como altodidata. altamente esclarecedor… Apesar que estou engantinhando no inglês, senti muito mais firmeza no conteúdo aqui, comparado a todos que tenho conhecimento pela internet. Apesar do pouco tempo que disponho para estar na net constantemente, quero me organizar e separar um momento de estudos.
    Abraços… e até logo!

  • 19/02/10  
    Daiana Gualberto diz: 37

    Oi. Estou adorando a experiência de aprender inglês por meio da internet. Agradeço aos idealizadores desse site pela motivação e por ensinar inglês aos outros com tanta boa vontade.
    Abraços

  • 01/03/10  
    Manuel diz: 38

    Em primeiro lugar, quero parabenizar este site, ao ler todos os posts fique emocionado, todos de certa forma contribuem para o incentivo de se aprender uma nova língua. Tenho 57 anos e estou começando aprender inglês numa escola que se propõe a ensinar em 18 meses, é muito difícil, mas com a ajuda deste site, tenho certeza que as coisas serão mais melhores.
    Um abraço a todos e nunca desistam.

  • 13/03/10  
    Carmen diz: 39

    Tenho 61 anos e tive a maior dificuldade em encontrar uma escola de inglês com alunos nessa faixa de idade ou um pouco menos. Estou estudando em uma escola e na minha sala somos em duas alunas, mas acho que preciso estudar algo a mais do que é dado. Achei ótima as dicas desse site. Vou continuar acompanhando todas as dicas. Obrigada

  • 06/04/10  
    Tiago diz: 40

    Para na se perder – that’s the question – Usar o foco ao navegar na internet. Ou seja, voce procura algo sobre a duvida B, focalize so isso. Busque so isso. Leia so isso.
    Para nao se perder nos hiperlinks.

    Good Luck!

  • 11/04/10  
    natalia diz: 41

    O melhor site que eu ja conheci ( sobre este tema ).

  • 20/05/10  
    Andreza diz: 42

    Eu estou realmente adorando este site, tem me ajudado mto.
    Eu não falo inglês, mas vou fazer uma viagem no final do ano, vou morar por um ano (a princípio) na Holanda e as pessoas com quem vou conviver só falam inglês ou holândes, ou seja, preciso aprender a me comunicar logo, em qto tempo é possível adquirir um inglês básico, estudando todos os dias por conta própria? E o q é possível fazer para acelerar o aprendizado? Existe alguma técnica especial? Obrigada desde já! :)