Clarice Lispector começa a se popularizar nos Estados Unidos

Clarice LispectorSe você é fã de literatura brasileira, está estudando para o vestibular ou acessa frequentemente as redes sociais, provavelmente já leu algo da Clarice Lispector. Sejam pelos pequenos trechos espalhados pelo éter cibernético ou por seus intrincados romances existencialistas, a autora adquiriu o status de uma das escritoras mais reconhecidas do Brasil, comparada a autores como Kafka e James Joyce. Mas o sucesso não se restringiu somente às terras tupiniquins: a autora começou a se popularizar também nos Estados Unidos.

Tudo começou com o norte-americano Benjamin Moser, que publicou uma biografia da autora há alguns anos. Curiosamente, ele começou a se interessar por Clarice enquanto estudava português na universidade. Hoje, ele já fala perfeitamente o idioma.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

“Aprendi o idioma acidentalmente, na faculdade, depois de descobrir que não prestava para o chinês. Logo adorei. Um mundo inteiro se abriu para mim. Havia um excelente departamento de português na Brown University, localizada numa região com muitos imigrantes portugueses. Depois de três semestres, estávamos lendo Clarice Lispector. ‘Pão fresco engorda’ foi a primeira frase que aprendi. Agora me pergunto: pão velho engorda menos?”
(Benjamin Moser, em entrevista para a Cosac Naify)

Logo depois, vários de seus romances foram publicados em inglês: Near to the Wild Heart (Perto do Coração Selvagem), A Breath of Life (Um sopro de vida), The Passion According to G.H. (A Paixão segundo G.H.) e Água Viva, que permaneceu com o nome em português. Os livros ganharam resenhas em vários veículos, como no The Boston Globe. Os quatro livros, quando colocados juntos, formam uma foto de Clarice quando jovem.

Livros Clarice Lispector

“Life was taking its vengeance on me, and that vengeance consisted merely in coming back, nothing more. Every case of madness involves something coming back. People who are possessed are not possessed by something that just comes but instead by something that comes back. Sometimes life comes back. If in me everything crumbled before that power, it is not because that power was itself necessarily an overwhelming one: it in fact had only to come, since it had already become too full-flowing a force to be controlled or contained – when it appeared it overran everything. And then, like after a flood, there floated a wardrobe, a person, a loose window, three suitcases. And that seemed like Hell to me, that destruction of layers and layers of human archaeology.” (Clarice Lispector, The Passion According to G.H.)

Você já leu algo da Clarice Lispector? Em inglês? Que outro autor você acha que deveria fazer mais sucesso no exterior?

Imagens: VEJA Meus LivrosCaustic Cover Critic.

Sobre a Autora: Mariana Fonseca é estudante de Jornalismo. Paulistana, leitora ávida e nerd to the core. Fez alguns anos de curso de inglês, mas passou (e passa) boa parte de seus estudos como autodidata. Atualmente, escreve historinhas em seu blog pessoal, o Fonsecando.

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

25.jpg

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do English Experts. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

5 comentários

  • 18/02/13  
    Kassio diz: 1

    I like of a writer who amazing, I guess he has already some translated books. He is called Augusto Cury… Of course I have others favorites writers but he is the best for me now.. Most of my favorites writers are from abroad, like Rick Riordan, George Martin etc.
    Ps: I’m not brazilian literature fan

  • 18/02/13  
    sandrom diz: 2

    Mariana, a literatura brasileira é tão rica e vasta que merece um lugar de destaque no cenário mundial.

    Fico feliz ao ver Clarice Lispector ser traduzida e celebrada nos Estados Unidos, não apenas pela forma peculiar e profunda de escrever, mas também por não se tratar de livros escritos com objetivos puramente comerciais.

    Aliás, ler textos tão densos em inglês (embora não sei se as traduções retratarão fielmente a sua forma de escrever), sem dúvida alguma, é um grande exercício para a fluência do idioma.

  • 18/02/13  
    Felipe Daniel Haag diz: 3

    Hello there,

    Excellent post! Well done! This is the kind of post that I really enjoy to read. It deserves to be sent all over the world to spread the culture!
    “Culture doesn’t have limits!”

    Best Regards!

    felipeh6

  • 20/02/13  
    Liliane diz: 4

    How nice to know that! Clarice Lispector is one of the best writers in whole world and, unfortunately, brazilian literature isn´t well known or recognized. I think Drummon de Andrade and Machado de Assis are other ones as good as she.

  • 12/03/13  
    Graciela diz: 5

    Very nice tip I really enjoy reading some intersting book!!