Como Escrever um Currículo em Inglês

Vivemos na era da informação. Notícias se espalham rapidamente e isso contribui para uma maior interação sociocultural. Mesmo que haja diferença entre as pessoas, isso já não é tão facilmente visto com estranheza ou problema e sim com curiosidade e admiração – claro, sabemos de casos de preconceito e de extremistas, mas estou falando em nível de uma sociedade saudável!

Com isso, a cultura das empresas vem modificando e diversidade se tornou uma das palavras-chave de sucesso. Trabalhar em um ambiente diversificado contribui para o melhor desempenho dos funcionários e da empresa.

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

No meio corporativo, as empresas que mais se destacam são aquelas que possuem um ambiente multicultural, multigênero, multirracial. Aprender a conviver com as diferenças faz com que a equipe cresça e pense fora do senso comum. Além disso, pensamentos diferentes podem chegar a uma solução mais prática, rápida e econômica para um problema de uma empresa.

Logo, pensando nessa vertente e em como o mundo dos negócios vem se adaptando a ela, as empresas procuram diversificar sua equipe, procurando talentos fora do lugar comum e fora de seu país de origem. Quem sabe não é essa a sua chance de conseguir aquele sonhado emprego em outro país?

Isso não é possível apenas para quem já é graduado e está inserido no mercado de trabalho. Se você é um universitário integrante do programa Ciências Sem Fronteiras e, dependendo do país que irá passar seu ano de estudo, será possível ter permissão para trabalhar em uma carga horária mais baixa e/ou ser estagiário em alguma empresa ou instituição da sua área de ensino.

Independente do motivo que te leva a querer trabalhar em uma empresa estrangeira, há um elemento fundamental para tornar isso possível: o seu currículo. Os recrutadores não te conhecem, não sabem de onde vem, o motivo pelo qual quer trabalhar com eles e por que deveriam contratá-lo. Isso será respondido através do seu Curriculum Vitae.

Portanto, se tem a intenção de trabalhar em uma empresa estrangeira, será necessário enviar seu currículo em inglês.

CV ou Resumé?

A palavra currículo em inglês possui duas traduções diferentes: CV ou Resumé. Ambas estão certas, porém, Resumé é utilizado principalmente nos Estados Unidos e Canadá. Já o CV é utilizado na Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda.

Se ouvir uma palavra ou outra, saiba que estão falando da mesma coisa!

Currículo em Inglês

Seu currículo é um breve histórico sobre sua carreira, iniciando desde sua formação acadêmica, seguindo para habilidades específicas e formação profissional.

Lembre-se de que o currículo é uma forma de se vender para os recrutadores. É através dele que a empresa verá se você está habilitado a trabalhar. Portanto, um currículo em inglês bem estruturado, objetivo e claro será atraente aos olhos de quem está analisando sua possível contratação.

Algumas Dicas Básicas

Um currículo em inglês é o documento que será utilizado para que os recrutadores conheçam quem você é. Portanto, pontue apenas as habilidades / qualidades que considera essenciais para a empresa e que seriam pertinentes para o cargo que está se candidatando.

Grandes empresas recebem uma enorme quantidade de currículos em inglês diariamente. Para otimizar o tempo, os currículos passam por uma triagem, em que um software filtra os currículos de acordo com as palavras-chave que deveriam conter no documento para se candidatar àquela vaga. Fique atento à forma que escreve e a formatação que utiliza para não perder a chance de ter seu currículo lido!

Não faça margens no seu documento, utilize uma letra “conservadora” – nada de Comic Sans! – e mantenha o tamanho da fonte em 11 ou 12, não faça menor que isso.

Com o constante uso de redes sociais, é muito comum que recrutadores utilizem esse recurso para saber um pouco mais sobre o candidato. Portanto, sabendo que há essa possibilidade, forneça em seu currículo um link para acessar seu perfil do Linkedin (você pode criar uma versão curta e personalizada do seu link aqui). Isso ajudará a prevenir que o recrutador acesse o perfil errado de alguém, achando que é você.

Faça do seu nome uma marca. Você precisa ser lembrado de alguma forma, então, quem possui um sobrenome incomum sai na frente. Se você, assim como eu, possui um nome e sobrenome comum, faça dele sua marca registrada. Se você tem um segundo nome, considere colocá-lo tanto no seu currículo quanto em todas as suas redes sociais. Utilize-o igualmente e constantemente em qualquer situação, para ser lembrado sempre assim.

Ao fazer seu currículo em inglês, será necessário disponibilizar telefone, endereço e e-mail para contato. Utilize apenas uma informação para cada! Seja uma pessoa de fácil acesso, disponibilizar mais de um contato dá a impressão que será difícil falar contigo.

Você mora no Brasil e está tentando uma vaga fora do país, precisa colocar endereço e contato daqui? Claro! É necessário colocar o contato do país de residência.

Como já disse no artigo “Como escrever um e-mail formal em inglês”, tome cuidado com o endereço de e-mail que disponibiliza, pois você não está conversando com amigos e familiares e sim com um futuro chefe. Tenha uma conta de correio eletrônico séria e neutra.

Não inclua a seção “Objetivo” em seu currículo em inglês. Geralmente o objetivo é muito genérico e óbvio, afinal, você irá dizer que é um profissional x procurando um emprego y. Isso eu, você e toda a empresa já sabe! Não desperdice seu precioso espaço no currículo com algo que não ajudará em nada.

Os recrutadores gastam uma média de 6 segundos olhando cada currículo. Ser objetivo e preciso é a regra! É preciso chamar atenção nesse tempo. Não escreva longos parágrafos, divida as seções de seu currículo e disponibilize as informações em tópicos. Não é necessário escrever uma biografia. Se o empregador quiser mais informações sobre alguma coisa escrita no currículo, ele irá perguntar.

Facilite a vida do empregador para que ele entenda o porquê de você ser perfeito para aquela vaga de trabalho. Parágrafos longos ou tópicos longos são difíceis de serem lidos.

Embaixo de cada trabalho ou experiência de trabalho que teve, descreva brevemente como você contribuiu ou ajudou nos projetos ou iniciativas de trabalho do seu time. Use palavras como:

  • Launch [Lançar]
  • Direct [Dirigir, Guiar]
  • Create [Criar]
  • Lead [Liderar]

currículo em inglês

Quantifique suas conquistas. Mostre quanto de dinheiro você fez a empresa economizar graças a um projeto que criou, ou quanto uma empresa faturou em função de seus projetos.

Nas descrições sobre cada função exerceu em cada empresa, lembre-se de escrever de modo que enfatize primeiro o resultado e depois a causa.

Não inclua pronomes. Sim, eu sei que quando estudamos inglês aprendemos que na maioria dos casos, uma oração não existe sem sujeito. Não escreva seu currículo na terceira pessoa do singular, vai soar que alguém fez o CV por você. Escreva em primeira pessoa, excluindo o uso dos pronomes. Eu sei que é estranho, mas é uma ótima economia de espaço.

Limite-se a apenas uma página. Se o recrutador gasta 6 segundos lendo um currículo, você quer que ele leia do começo ao fim, não é? Quanto mais se escreve e quanto mais páginas se têm, maior sua chance de ter seu resumé descartado antes mesmo de ser lido. Caso seja IMPOSSÍVEL limitar-se a uma única página, faça no máximo duas (na Inglaterra um currículo de duas páginas é muito bem vindo).

Não coloque imagens em seu currículo, porque se ele passar pela triagem eletrônica, será automaticamente descartado. Além disso, empresas procuram manter imparcialidade nas escolhas dos candidatos, um currículo com foto pode gerar algum tipo de transtorno. Nos Estados Unidos, é inaceitável colocar uma foto no currículo. A não ser, claro, que o empregador especifique a necessidade de haver foto no seu CV.

Não utilize nem cabeçalhos, nem rodapés. Isso pode atrapalhar o software de triagem.

Inicie o currículo com seu nome centralizado, com letras maiores que a fonte normalmente utilizada (normalmente, seu texto terá fonte 12 e seu nome fonte 14 ou, no máximo, 16). Coloque suas informações de contato abaixo.

Em seguida, faça um breve resumo sobre que profissional é você. Pense que isso é um elevator pitch, onde possui alguns segundos para se apresentar ao empregador e convencê-lo que é interessante o suficiente para continuar lendo seu currículo em inglês.

O próximo passo é colocar sua experiência profissional. Isso se aplica principalmente para a Austrália, Estados Unidos e Canadá. Esses países tradicionalmente valorizam mais o que você já fez na área do que é realmente formado. Isso há acontece em função de grandes profissionais desses países não serem graduados na área que atuam. No fim, acredita-se não na sua formação acadêmica e sim nas experiências profissionais, o que você fez de bom na área que está se candidatando e como poderá contribuir para a empresa.

Entretanto, fique atento: na Inglaterra, colocam-se primeiro a formação acadêmica e suas conquistas estudantis. Isso também ocorre em alguns países da Europa, que valorizam qual o tipo de formação acadêmica você possui para saber se está apto a exercer aquela função. Sua formação estudantil é mais importante que os empregos e experiência profissional que possui. Caso você seja universitário com pouquíssima experiência profissional,  é aconselhável inserir a formação escolar primeiro, independente do país que está enviando seu currículo em inglês.

Coloque a formação acadêmica. Não é importante falar onde estudou no ensino médio e fundamental. Especifique o curso que graduou e mostre suas conquistas alcançadas no meio acadêmico que sejam relevantes para aquele emprego. Caso esteja aplicando para uma vaga que não condiz com sua graduação, tente mostrar qual é a vantagem de se empregar uma pessoa que não é 100% da área (graduado em uma coisa e atuando em outra).

Especifique alguma habilidade especial que possua e que acredita ser importante para aquele emprego e empresa.

Por fim, o mais importante: escreva em um inglês claro e formal. Nada de gírias e abreviações incomuns! Faça uma primeira revisão gramatical sozinho. Depois, peça para alguém revisar também, seja um professor de inglês, amigos e familiares fluentes ou o pessoal do Fórum do English Experts! A revisão é essencial, entregar um currículo com erros de inglês será o fim de um sonho que mal havia começado.

Modelo de Currículo em Inglês

Confira o currículo em inglês a seguir, feito para o artigo 19 Reasons Why This Is An Excellent Resume, do site Business Insider Australia:

currículo em inglês

Mais Dicas

  1. Vocabulário de emprego, currículo e entrevista em inglês
  2. Sem o inglês o seu currículo não vai ser sequer lido!
  3. Lista de qualidades descritas em currículo em inglês
  4. Dicas sobre como montar um currículo em inglês

Espero que tenha gostado.
See you!

Fonte: 19 Reasons Why This Is An Excellent Resume

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

37.jpg

Camila Oliveira

Camila gosta de viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas, ouvir música, sentir aromas, degustar sabores, saborear a vida, aprender novos idiomas. Não quer criar raízes, pois sabe onde é o seu lugar: o mundo.

4 comentários

  • 17/02/16  
    Marcello_mco diz: 1

    Uma pequena correção: “Launch”, e não “Lauch”, significa “Lançar”.

    • 17/02/16  
      Camila Oliveira diz:

      Done. Thanks!

  • 17/02/16  
    David Catron diz: 2

    Não é lauch mas sim launch.

    • 17/02/16  
      Camila Oliveira diz:

      Já corrigimos =)