Como um tímido aprendeu inglês

Acabei de ler uma reportagem da revista Exame PME no mínimo curiosa. A matéria conta a história de um empreendedor chinês chamado Li Yang. Ele montou uma das maiores escolas de inglês do país mais populoso do mundo, a Crazy English.

O que mais me chamou é que quando jovem, o hoje empresário, Li Yang era tão tímido que os seus colegas achavam que ele era incapaz de se comunicar. Até que um dia, para surpresa de todos, ele se deu muito bem em uma prova de inglês. Ele que mal falava sua própria língua apareceu com uma fluência impressionante de uma hora para outra. Segue abaixo o trecho da reportagem da Exame PME que fala sobre a metodologia que Li Yang usou para aprendeu inglês:

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Ao estudar inglês para a prova, Li tinha passado horas isolado num canto do campus, repetindo alto (muito alto) frases em inglês. “Enquanto eu gritava, me concentrava cada vez mais”, disse ele para a revista americana The New Yorker. Empolgado como o resultado, Li passou a estudar inglês, sempre usando o método da leitura em voz alta.

Este foi o método matador que funcionou para Li. E você, tem algum método infalível?

Aguardo sua participação nos comentários!

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

22 comentários

  • 19/05/10  
    Thaisa Pedron diz: 1

    Bacana! me considero uma pessoa muito tímida também. lendo essa postagem me incentivou a continuar lendo textos em inglês;-)

  • 20/05/10  
    Denis Albuquerque diz: 2

    vou ter problemas com meus vizinhos.

  • 20/05/10  
    Flávia Magalhães diz: 3

    Comments about Li Yang, by Daniel Pondé & myself… :

    http://www.englishexperts.com.br/forum/crazy-english-t7665.html

  • 20/05/10  
    Carlos diz: 4

    Seguir a sequencia da natureza;o bebê só ouve(aúdio)depois de um tempo ouvindo é que vem as primeiras palavras,tem que ter paciencia.

  • 20/05/10  
    Fábio diz: 5

    Ler em voz alta te ajuda a perceber sua própria pronúncia, mas é importante também ouvir muito material para ganhar um “vocabulário de sons”.

  • 20/05/10  
    Maria Aparecida diz: 6

    Achei muito legal o método usado por Li>Isto prova que o importante é descobrir novas maneiras de se aprender e não desistir.

  • 20/05/10  
    Mariana diz: 7

    Acho que vou começar gritar por aí também… rs Leio, escuto e até falo inglês (com dificuldade) mas só pra mim, porque quando o teacher pede pra falar alto, noooooossa, parece que tem uma labareda no meu rosto.
    Vou tentar o método da gritaria, quem sabe funciona comigo também.

  • 20/05/10  
    Dion diz: 8

    faço isso também, normalmente com música. é uma ótima técnica para aprimorar o vocabulário.

  • 20/05/10  
    Mauricio Sousa diz: 9

    É sempre bom buscarmos novas formas de aprender english, eu aprender falando em voz alta é uma alternativa. Eu por exemplo ouço muita musica durante o dia, no caminho pra escola, trabalho, casa, no computador, na mtv, etc… e apois ouvir umas duas vezes uma musica voce ja pode cantar junto, e vai praticando…
    Eu utilizo no windows media player um plug do letras terra, que aparece a letra da musica, tradução, enquanto ela esta tocando e é otimo para sabe o significado de certa palavra.

    @MauricioSousa

  • 20/05/10  
    camilo lopes diz: 10

    opa! legal, tb sou bastante timido, mas venho perdendo desde que comecei a estudar ingles a quase dois anos, pois aprendi uma coisa se eu quero ter fluencia na comunicacao, tenhou que “sem vergonha” e se comunica mesmo. O hábito que tenho é de conversar sozinho em ingles, a qualquer hora que der vontade e aonde eu estiver. Gosto tb de ler em voz alta, quem disse que uma boa leitura nao ajuda na comunicacao? E muito, desde que leia correto e buscando melhorar a pronuncia.
    Eu sempre fugir de aprender ingles, devido a timidez e vejo que é um obstaculo para os timidos, quem é timido que o diga. Mas, tem que ser superado e tenha em mente que nao será da noite para o dia, é lento o processo, mas na hora coloque para pesar o “seu querer de se comunicar no outro idioma” com o “a timidez” para o lado que a vontade for maior faça.
    abracos, bom post alessandro :D

  • 20/05/10  
    Daniel diz: 11

    sempre leio alto, meus pais ficam ateh loucos comigo, pq eu to toda hora falando em inglês, acho q eles ateh jah odeiam inglês por minha culpa, e pra mim eu noto q qndo eu leio ou falo em voz alto eu memorizo muito mais rápido.

  • 21/05/10  
    Sam diz: 12

    Hey guys, moro na Austrália há um tempo e nunca havia estudado inglês no Brasil, já falava mas desde 99 resolvi que ia aprender ao menos a falar (grammar level minus three, you know?) e aí logo no avião de Buenos Aires para Auckland (NZ) um rapaz aussie (pronunciamos ózi, ou seja Australiano) sentou na poltrona ao lado e puxou papo. Gosh! Eu que jamais havia falado com ninguém exceto minha tv e dvd, comecei a ouvir aquele sotaque completamente estranho (eles pronunciam o som de “ei” como “ái” e o som de “áu” como “éu” – exemplos, “mate” de amigo, parceiro essas coisas eles dizem “máite”, “house” de casa eles pronunciam “helze”, “mountain” tem som de “méuntain”. Tricky, isn’t it? Bom, fiquei 13 horas nesse vôo ouvindo sobre o show do Kiss e sobre como era a vida em Sydney e nas duas primeiras horas eu acho que nem respirei pois não sabia nem o que falar ou como falar, foi quando eu percebi uma coisa: meu bloqueio era por causa do meu background brasileiro, onde o inglês não era primeira língua e pensei em como tratamos um estrangeiro que está aprendendo português, temos paciência, achamos divertido e sempre ajudamos, certo? Pois bem, percebi que conosco seria a mesma coisa e comecei a falar. Não é que tudo o que eu falei, não parei pra pensar e consegui manter uma conversa em um nível profundo (ok ok os aussies em geral não discutem temas muito profundos, como de onde viemos e para onde vamos) mas deu pra aprender e trocar informações sobre custo de vida, lugares legais pra ir, férias, dirigir na mão inglesa, etc. Quando descemos no aeroporto de Sydney eu já sabia exatamente como chegar onde queria, onde parar pra almoçar e o que fazer de churrasco no final de semana (maybe we would have a shrimp on the barbie – isso é uma slang muito engraçada deles). Perdi o medo de falar quando reparei que o único jeito de falar é falando. Estudar, ser corrigido faz parte. Se alguém tirar sarro, humilhar ou constranger jamais ligue. Seu aprendizado é muito mais importante que a sua insegurança e é bem mais fácil aprender e falar se você focar simplesmente em deixar as palavras saírem da sua boca – uma grande dica que posso dar para quem quer perder o medo de falar (além de superar o medo do julgamento dos outros) é falar muito. Sozinho, com o cachorro, com o vizinho, pela internet, ligar para uma loja no exterior que tenha alguma coisa que você adore e conheça as características e pedir uma explicação de algo que você já sabe em português só pra ouvir o nativo falando. É bem diferente o inglês que falamos em países não nativos de língua ingles e o que o nativo fala, mas é perfeitamente possível chegar em um nível nativo se você se dedicar e se desprender de qualquer receio de errar e ser julgado. Errar é natural – quando estamos aprendendo português quantas palavras falamos e pensamos errado até que um dia alguém ou você mesmo se corrige? Com a segunda língua é igual. Aprender a falar vai te dar um emprego, vai te ajudar a alugar um apartamento, estudar em uma boa escola…
    Saber a gramática vai te ajudar a conseguir um emprego melhor, com isso você vai ter mais dinheiro e vai conseguir discutir interest rates e comprar uma casa e de repente fazer um mestrado ou um curso superior em inglês. É fácil, o vocabulário em inglês é bem limitado em comparação com o nosso. Muitas palavras tem mais de um significado, os verb tenses estranhos, os verbos irregulares, as palavras como “however” e “although” que nunca usamos em português fazem total sentindo quando você começa a falar sem pensar, sem filtrar pelo condicionamento prévio da língua materna. Então mãos à obra e é só estudar e falar. Se tiverem a oportunidade de passar uma temporada fora melhor ainda. Se não der criem vocês mesmo um ambiente em inglês ao seu redor e fazer uma auto-imersão nesse idioma tão importante and way too easy.
    Cheers!
    Sam

  • 25/05/10  
    Valéria Ramos diz: 13

    Sam,
    Obrigada por todas suas palavras de incentivo. Sucesso pra você! Abraços!

  • 26/05/10  
    Luciano Junior diz: 14

    Sam,
    gostei muito do seu comentário obrigado !!

  • 27/05/10  
    Allisson diz: 15

    Sam, concordo com vc totalmente. Faço o mesmo qndo tenho oportunidade. MOro numa cidade do interior onde parece q ninguém sabe a verdadeira importancia do inglês – tenho certeza q eles descobririam depois de lerem seu comentário. Sofri muito qndo escolhi fz vestibular pra Letras com inglês. Me perguntavam se eu queria morrer me estressando com crianças e ganhando pouco… mentes pequenas. Porém, ao invés de ouví-los, usei isto como incentivo para o meu aprendizado. Sei q ainda ñ estou no nível q desejo, mas tdé uma questão de prática e dedicação. Obrigado tbm pelo incentivo…

  • 28/05/10  
    Mauricio Becker diz: 16

    Belos comentários do SAM
    Obrigado…isso so ajuda a me motivar novamente, depois de ler um topico meio deprimente aqui no English Experts, onde os moderadores deixaram postar um topico falando sobre quem realmente QUER aprender ingles, TEM que ir pra fora do país.
    Triste aquele tópico.

  • 29/05/10  
    Allisson diz: 17

    NA minha singela opinião, para aprender inglês vc tem q ser disciplinado e pronto! Se vc realmente se esforçar o resto vem mais fácil… Digo isso por experiência própria! Eu sempre estudei em colégios públicos. Quando cheguei no ensino médio e tive um professor q me incentivou muito a estudar inglês. Por isto sempre estudei muito para ter boas notas. No último ano, ele me deu uma bolsa total de estudos em seu curso de inglês. Segundo ele por td meu esforço nestes anos de estudo… A partir daí passei a ser chamado de seu filho por meus colegas, pq falava bem parecido com ele, obviamente com muitos erros! Mas hj estou no meio do curso e jejo para mim um grande futuro, pois sei q ñ desistirei dos meus sonhos… De novo digo: Sigam em frente, q vcs serão recompensados com seu esforço…

  • 30/05/10  
    Ana Maria de Melo diz: 18

    Muito importante a experiência deste chinês, que soibe dar a volta por cima. Uma outra sugestão dentro da didática ,é que você encontre amigos para estudar com você. Pode-se gravar a leitura em inglês, ou fazer um filminho onde você mostra a frase ou objeto, NO REAL , OU DESENHO EM LOUSA OU CARTAZ,e traduza para o inglês, treinando vocabulário e conversação ao mesmo tempo.. Ou grave um filme de alguém amigo, que fale inglês.

  • 08/06/10  
    Thalita Bastos diz: 19

    Eu particularmente gosto de fazer o mesmo que esse chinês… e associar o objeto com uma imagem na minha cabeça ou usar a imaginação juntando palavras parecidas pra não esquecer nadinha ;)

  • 09/06/10  
    Valkiria Cardoso diz: 20

    adoro o inglês mas sou muito tímida e isso com certeza atrapalha muito a vida de qualquer pessoa. Minha professora de inglês deu uma dica na sala de aula, ela disse para escrevermos nomes de objetos que temos em casa, e colar, assim nós não iriamos nos esquecer do nome de nenhum objeto e sempre que possivél escrever uma frase em um papel e levar na bolsa assim, você aprende novas frases e não é presciso decorar. Cá ente nós decorar não leva a nada, afinal, você não vai aprender nada e no dia-a-dia o que vale é o que você aprende.

  • 09/06/10  
    Nih diz: 21

    É sempre infalível ensinar os amigos tudo que você aprende, dessa maneira você aprende e tira suas duvidas…

  • 14/06/10  
    Pherend Scobokyx Petcovick diz: 22

    Angrily, I loved the method of Li, to learn English …
    I did not need this method because I live in London, and already know how to speak English, as you know how to speak Brazilian Portuguese. But I had difficulty speaking French, etc.. Who now have mastered easily …

    TRADUÇÃO

    Irado, adorei o método de Li, para aprender ingles…
    Eu não precisei desse método, porque moro em Londres, e ja sei falar ingles, como vocês brasileiros sabem falar o portugues. Mas tive dificuldades para falar o Francês, etc., que agora ja domino facilmente…