Crime em inglês: vocabulário dos noticiários

Falar sobre crimes não é lá das coisas mais agradáveis, mas no mundo em que vivemos, é infelizmente necessário. Não há um dia em que não nos deparemos com notícias de algum tipo de crime e isso, com certeza, não é um privilégio de nós, brasileiros. Então, como precisamos ficar a par do que acontece no mundo vamos a algumas das palavras que vi aparecendo com mais frequência, numa rápida busca que fiz, nos jornais mais importantes dos Estados Unidos e da Inglaterra.

Murder: é o assassinato, mas é muito comum vermos no noticiário a palavra manslaughter, que também é um assassinato, mas quando não há intenção. Em termos legais é chamado de homicídio culposo.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Embezzlement: esse é um crime bastante comum nos nossos noticiários, é o crime de peculato, ou seja, quando alguém se apropria de bens ou valores públicos a ele confiados.

Bem, na área de se apropriar do que não lhe pertence, infelizmente, temos uma gama de opções:

Burglary: é o ato de entrar num local com a intenção de cometer um roubo (theft).

Robbery: é um tipo de roubo em que há tentativa de conseguir algo de valor usando força física e/ou ameaças. Se for um roubo com mão armada, usamos a palavra holdup.

Pickpocketing: tipo de crime que envolve o roubo de dinheiro ou outros bens sem que a vítima perceba no momento do ocorrido, também traduzido como furto.

Shoplifting: é o ato de roubar mercadoria de uma loja que está aberta para negócios.

Temos ainda crimes extremamente violentos como rape (estupro), genocide (genocídio) e arson, que é o incêndio doloso, ou seja, aquele que é intencional. E para terminar, as formas de sequestro: quando se trata de sequestrar pessoas, dizemos kidnapping e quando se trata de veículos, como avião, trem ou ônibus, usamos hijacking.

Apenas para descontrair um pouco, veja só que placa criativa encontrei num artigo sobre o assunto.

Acho que agora você já vai pode entender um pouquinho mais quando ler artigos nos jornais com esse assunto.

Bons estudos!

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

20.jpg

Mônica Bicalho

Mônica Bicalho é brasileira. Além de 20 anos de experiência em sala de aula é examinadora certificada da Universidade de Cambridge. Atualmente trabalha como supervisora pedagógica e professora do curso Meuinglês.

24 comentários

  • 27/11/12  
    Guilherme diz: 1

    Oi Mônica. Então eu já vi em videos e notícias em que “murder” significa “assassino”.
    Verdade?

    • 27/11/12  
      Guilherme diz:

      Está correto?*

    • 27/11/12  
      monica bicalho diz:

      Na verdade assassino dizemos “murderer”.

  • 27/11/12  
    Leonrique Pereira diz: 2

    Muito boa a matéria, grande parte desses termos eu desconhecia..só à termo de correção, quando o crime é culposo quer dizer que não é intencional, o contrário é quando é doloso, Thanks a lot.

  • 27/11/12  
    sandrom diz: 3

    Mônica,

    Ótimo post, muito útil para acompanhar o noticiário internacional e os seriados policiais (Law and Order, etc).

    Só quero fazer um comentário técnico para evitar confusões.

    De acordo com o direito penal, os crimes cometidos sem intenção são os chamados “culposos” (pode ocorrer por negligência, imprudência ou imperícia). Já os crimes intencionais, são chamados “dolosos”.

    Assim, “arson” é o incêndio intencional, ou seja, doloso (e não culposo), como nos casos em que o incendiário (arsonist) objetiva receber seguro.

    É como nos crimes de homicídio: Murder (intencional – doloso); Manslaughter (sem intenção – culposo).

    i hope it helps

    Sandro

    • 27/11/12  
      monica bicalho diz:

      Muito obrigada pela explicação.

  • 27/11/12  
    antonio diz: 4

    vcs caíram na armadilha do “estrupo”, corrijam isso aí hehehe

    • 27/11/12  
      Alessandro diz:

      Obrigado pelo aviso. Corrigido!

  • 27/11/12  
    antonio diz: 5

    Mônica, também errou ali porque o incêndio culposo é aquele que NÃO é intencional, abraços, corrijam aí

    • 27/11/12  
      Alessandro diz:

      Antônio,

      Alterei para doloso, aquele que é intencional.

      Obrigado pelo aviso.

  • 27/11/12  
    Andre diz: 6

    A palavra shoplifiting, na verdade escreve assim: shoplifting.

    • 27/11/12  
      Alessandro diz:

      Corrigido. Obrigado pelo aviso!

    • 27/11/12  
      monica bicalho diz:

      Obrigada pela correção.

  • 27/11/12  
    Alessandro Brandão diz: 7

    Pessoal,

    Desculpe pelos vários erros no post, isso não é comum aqui no EE.

    Vou solicitar à autora Mônica Bicalho uma revisão mais apurada dos artigos antes do envio para publicação.

    Bons estudos!

  • 27/11/12  
    Leandro Champagne diz: 8

    Acho que houve um typo aqui. O correto é EMBEZZLEMENT e não EMBEZZELMENT.
    E pra ajudar com mais alguns vocábulos sobre o assunto: larceny, piracy, mugging, carjacking, blagging, steaming, heist.

    Hope I have helped somehow : )

    • 29/11/12  
      Alessandro diz:

      Leandro,

      Palavra corrigida no post. Obrigado!

  • 27/11/12  
    Susan diz: 9

    There are other mistakes. It should read ” MUGGING: é um tipo de roubo em que há tentativa de conseguir algo de valor usando força física e/ou ameaças. Se for um roubo à mão armada, podemos também usar a palavra holdup.” ROBBERY is the crime of stealing from a person or a place. Remember, you rob a person or a place, such as a bank or a store, but you steal an object. For example, you can say, “I was robbed yesterday. The thief stole my iPad.” A pickpocket is a thief who steals things from people’s pockets or bags in a public place, often without their noticing it.

  • 28/11/12  
    João B. L. Ghizoni diz: 10

    Hi, Alessandro!

    No matter how hard a writer tries to avoid flaws, one mistake or another are always bound to appear. But we should always read and re-read what we write before publishing.

    Keep up your good work!

    Regards,

    João

  • 28/11/12  
    mario diz: 11

    Very good, however, unfortunately the list goes on.
    I would add to this list:
    Hijack( sequestro de avão), terrorismo;
    kidnapping( sequestro de pessoas);
    And last but not least, one of the most common crimes in Brazil, which is called – if I’m not wrong- carjack (sequestro relãmpago). Am I right about this last one? Could anybody check it out for me?

  • 28/11/12  
    Stan diz: 12

    O assunto em questão realmente dá margens para algumas confusões nos têrmos, porém, é excelente pra quem gosta de filmes policiais (serial killers) o tanto quanto eu…..rsss
    tks and rgds EE, Monica, Alessandro

  • 01/12/12  
    Susan diz: 13

    Another thing which is worth pointing out is that an assassin kills an important or famous person. An ordinary person is murdered, not assassinated. For example, we say that President Kennedy was assassinated, but that the gas station attendant was murdered.

  • 05/12/12  
    vskpero diz: 14

    Tem também “lockpicking”. É o ato de “pick a lock”, ou seja, destrancar uma fechadura sem a chave pelo uso de algumas ferramentas especificamente desenhadas para isso.

  • 13/12/12  
    Carol_SP diz: 15

    Very useful.

  • 26/12/12  
    L. Felipe diz: 16

    Boa tarde, se não me engano o “hijacking” também é utilizado quando se trata de sequestros de informações/dados (crime virtual).