Desconecte-se já do Português!

Atenção, leitor do English Experts. Depois de ler este artigo, você vai querer jogar seu dicionário fora. Não se assuste, será um sentimento comum. Mas, antes de começar o tema da vez, lanço um questionamento, ainda sobre o dicionário. É realmente importante tê-lo? Parece uma pergunta sem sentido, mas pense bem. Lembra daquela vez que você estava em dúvida sobre uma palavra e, quando consultou no dicionário, ficou com mais dúvida ainda? Havia todos os significados na página, menos o que você procurava. E quando você ficou horas escrevendo sua homework, buscando as melhores palavras no dictionary, mas, quando seu professor devolveu o trabalho corrigido, você mal conseguia ler, por conta de tantos rabiscos em vermelho, sem contar o aviso no rodapé da folha: “algumas frases não fazem sentido, pay attention”.

Falar em inglês é muito mais que acumular um novo vocabulário. Estudar este idioma é interagir com uma cultura totalmente diferente da sua. Ter a consciência disso é o primeiro passo para não se surpreender com situações novas, muitas vezes inexistentes no Brasil. Por que será que muitas pessoas estudam inglês por anos no Brasil, mas, quando viajam para o Exterior, se sentem analfabetos? A vida em países como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Inglaterra, por exemplo, não é baseada nos livros que seguimos nas aulas. E há de se dizer que eles também não falam tão devagar quanto nossos professores. Este parágrafo soa como uma espécie de movimento contra as escolas de inglês no Brasil, mas, na verdade, o propósito é deixar claro que estudar no seu próprio país é apenas a primeira etapa. Seu nível de conversação só vai melhorar quando você passar a respirar em inglês.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Por estes e muitos outros motivos que recomendo a todos uma viagem de imersão a algum país que utiliza este idioma. Além de uma experiência inesquecível, é a oportunidade perfeita para se desconectar da nossa língua-mãe. Chega de pensar em português e responder em inglês, isso não dá certo. Reconheço que esta é a única saída para quem está começando, mas quem realmente deseja falar outro idioma precisa esquecer sua cultura, a menos que o assunto seja a própria.

É difícil desconectar? Muito. Mas tente realizar esta experiência. Comece do zero, tente entender por que o inglês foi formatado desta maneira. Como é o dia a dia da cidade que você está visitando, quais as suas particularidades. Estude muito, mas não esqueça que as suas principais lições podem estar escondidas em uma mercearia no fundo da rua, em um bate papo sobre a vida com o atendente da loja.

See you soon!

Sobre o autor: Meu nome é Renê Castro, sou jornalista da editora Panrotas (panrotas.com.br), especializada no mercado de turismo. Estou em Londres para relatar a vida de um estudante, além, é claro para aprimorar o inglês.

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

25.jpg

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do English Experts. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

63 comentários

  • 30/04/10  
    kenia camargo diz: 1

    Oi! Primeiro gostaria de dizer que quando comecei a ler o artigo mergulhei em um assunto depois tive que ler de novo porque voce mudou de foco…quanto ao primeiro foco o uso do dicionario…sou professora de ingles em cursinhos o que é muito diferente de escola e os alunos chegam aqui sem saber nem utilizar esta ferramenta maravilhosa mas que precisa ter a mente aberta na hora de trabalhar uma segunda língua ;o que acontece é que a maioria dos alunos acham que realmente existe vocabularios identicos do ingles/portugues e assim vice e versa eles tem preguiça de pensar e analisar entao focalizo minhas aulas nesta amplitude que o inglês tem e tento mostrar os alunos o quanto varia o vocabulario de um contexto ao outro,mas pra mim é necessario o dicionario é como se fosse um livro so que tem que ser interpretado da maneira correta de acordo com o contexto.
    Ja o segundo foco….intercambio;morei nos USA por 10 anos nao sabia nada quando cheguei la e realmente foi otimo mas la tambem conheci pessoas que foram pra estudar por 2 meses,3 ou ate 1 ano e nao conseguiram aprender muito,acredito que conseguimos aprender qualquer lingua mesmo nao estando no pais de origem tudo depende de querer e empenhar.Aprendi tambem no tempo de residencia no EUA o espanhol por me relacionar com pessoas com o idioma, sou apaixonada pelo sotaque do italiano e no momento estudo sozinha sei que tenho que melhorar minha pronuncia bastante mas estou empenhando para que isto aconteça.Infelizmente nao é todo mundo que tem condiçoes de estar viajando para aprender uma segunda lingua mas na verdade ela esta aonde voce estiver basta querer…e empenhar…sucesso a todos!!!

  • 01/05/10  
    Jéssica Bruna diz: 2

    Há um bom tempo q venho escutando a mesma coisa, e sei q é o certo, me desligar do português, o q particulamente é dificil.
    Sou estudante e estudo ingles por conta propria sonho em alcançar a fluencia, e ir para um pais q fale o ingles mas financeiramente, tá dificil!!! o englishexperts.com tá me ajundado e muito.
    thank you!!

  • 03/05/10  
    Adriano Brandão diz: 3

    E ai pessoal, achei esse site do nada pesquisando. acabei de ler a materia, meu ponto de vista sobre esse artigo é que se vc respirar ingles em algum país da lingua, voce vai falar realmente o ingles masi mais, pois estou fazendo intercambio na Australia, na sala tive sorte somente eu de Brasileiro, entao dentro da sala so fala ingles, professor so fala ingles, pois no Brasil vc dentro de uma sala de aula se vc nao entender o que o prefessor falou ele vai acabar falando em Portugues com vc, entao isso o aluno nao vai perquisar correr atras do que o professor falou. Uma Dica, pra fazer um intercambio todas as agencia empurram para o seu cliente 6 meses de curso, é a pior besteira q a pessoa pode fazer, faça 4 meses que é o minimo, pois existem varios fator, 1 por ser bem mais barato, 2 se voce nao gostar da escola pode trocar. Eu jamais esperava estar onde estou, pra chegar até aqui faz as coisas com calma, pois se fizer tudo de uma vez vai gastar muito, 1 pague o passaporte, 2 ecolha a cidade q gostaria de ir, 3 pesquise sobre a cidade custo de vida etc, 4 assine os papeis depois da escolha, 5 pague a escola, 6 pague o visto e por ultimo pague a passagem, vale muito apena, ENTAO AMIGOS NAO DESISTAM FAZ COM CALMA Q TODOS CONSEGUE RESPIRAR UM POUCO DE INGLES

    OBS. ASSITIR FILME EM INGLES COM LEGENDA INGLES AJUDA A EDUCAR O OUVIDO. SE PRECISO ASSITA 10 X O MESMO FILME

    ABRAÇO A TODOS DE SORTE

  • 03/05/10  
    Dionete Mendes diz: 4

    Eu concordo com o Bruno. Mas a minha pergunta é outra: para quem não pode fazer imersão no exterior, mas pode fazer imersão no Brasil mesmo, isto valeria a pena? Por exemplo, uma semana de imersão no Brasil, falando, ouvindo e estudando somente inglês. Isso já faria grande diferença em nossa fluência?

  • 04/05/10  
    AROLDO BRUNO diz: 5

    Como estudante autodidata de ingles e sem pretensão de viajr tenho a convicção de que posso aprender e até ficar versado no idioma daqui mesmo se quiser, claro, com muita de dicação, entusiasmo e perseverança, esta palavra para mim é básica, faz toda a diferença !!! É um desafio maior?? Pois que venha!!!

  • 05/05/10  
    Cleber diz: 6

    Bom, sober a imerção posso dizer que existem programas aqui mesmo no Brasil, sou de SC e faço tecnico em ADM, para exercitarmos nosso ingles vamos fazer um curso de imerção em ingles no SNOW VALLEY, serra catarinense, é um final de semana, mais em uma cultura totalmente inglesa, os fundadores da mesma são americanos legitimos, o que possibilita maior aprendizado… http://www.snowvalley.com.br acessem se for de seu interesse.

  • 06/05/10  
    Renato diz: 7

    Muito bom esse artigo..mudou minhas ideias de pensar…Parabens

  • 07/05/10  
    Gerson diz: 8

    também estou na trilha do estudo solitário, e encontro várias barreiras com a pronuncia por questões culturais. Acho a música uma boa dica pra se aprimorar em diferentes linguajares e culturas. Pelo menos me ajuda muito. A great hold at all.

  • 08/05/10  
    Eliana diz: 9

    Eu dei uma lida em alguns comentários aqui embaixo e cheguei à seguinte conclusão: algumas pessoas que querem aprender inglês deveriam se esforçar (também) em utilizar o português corretamente. Plural é bom, gente. Concordância também.

    Abraços.

  • 09/05/10  
    camilo diz: 10

    excelente post,parabens. realmente o processo de imersao é importante para melhorar o ingles e ate ajudar no aprendizado no dia-dia eu comecei a fazer e saindo do 0x0, trocando tudo meu para ingles, até colar coisas na parede eu colo, ando na rua pensando em ingles, falando sozinho mesmo em ingles, ouco a foxnews o dia todo, meso que nao preste atencao, mas o som do meu escritorio tem que ser ingles, imaginar como eles estivem ali e dar resultado, parece que eh loucura, mas funciona. viajar para o exterior é meu proximo passo e está perto julho estarei em toronto e verei na ao vivo e na pele esse process de imersao, apesar de ja ter contato com nativos no meu trabalho porem intercambio será diferente.

    abracos.

  • 16/05/10  
    novato diz: 11

    e intercambio é melhor maneira de prender um idioma, porem como a maioria não tem condições financeiras de fazer intercambio ,eu mesmo to começando o curso estava procurando uma forma mais economica de fazer intercambio em algum pais e ja encontrei quando terminar nas ferias irei a guyana aqui vizinho ao brasil e economico e rapido, conversei com pessoal já foram la dizem que vale a pena .

  • 21/05/10  
    Vitor Oliveira diz: 12

    terrific!

1 2