Dica de pronúncia: The Silent “e” Rule

The Silent e RuleComo todos sabemos, a língua inglesa carece de regras de pronúncia. Temos que conhecer muito bem as palavras para pronunciá-las corretamente, sem contar as diferenças existentes no inglês falado em seus países de origem. Mas existe uma regra, na qual há poucas exceções, e que pode ajudar a melhorar muito a sua pronúnciaa regra do “e” silencioso, the silent “e” rule

O inglês escrito tem 5 vogais A, E, I, O, U. A letra Y pode se comportar como uma vogal (como na palavra “cry” ou “candy”) ou uma consoante (como em “yellow”). Já no inglês falado, essas 5 ou 6 letras representam aproximadamente 20 sons de vogais encontrados nos diferentes sotaques ingleses. Esse fato importante ajuda a explicar por que o entendimento é algumas vezes difícil entre os falantes nativos e ainda muito mais difícil para os aprendizes da língua inglesa.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Essa regra facilita a pronúncia correta das palavras que terminam com a letra “e”, que, por sua vez, é a letra mais comum na língua inglesa. A letra “e” no fim de uma palavra indica, frequentemente, uma pronúncia específica da vogal precedente, ou seja, o “e” silencioso muda a pronúncia da vogal precedente, como na diferença entre “rid” /ˈrɪd/ e “ride” /ˈraɪd/. Há poucas exceções à essa regra. Essa diferença é frequentemente descrita como “short vowel” (vogal curta) e “long vowel” (vogal longa), apesar das diferenças serem mais no som do que na duração da pronúncia. Essa é uma maneira de acentuarmos as vogais em inglês. Em português, por exemplo, fazemos o uso de acentos, que mudam o som das vogais facilitando a pronúncia das palavras. Em inglês isso não acontece, pois não há acentuação, com exceção de algumas palavras originárias de outras línguas, como por exemplo, “sauté potatoes” (do francês “sauté“).

Observe como o som das diferentes vogais mudam nas palavras descritas a seguir, levando em conta palavras com similaridade na escrita, mas com significados distintos, para melhor entendimento dessa regra:

Palavras com a vogal “a”. O som da vogal precedente “a” muda para “ei” quando a palavra termina em “e”. Exemplos:

Ouça o áudio

  • at – ate
  • mad – made
  • bath – bathe
  • fat – fate
  • Jack – Jake 
  • rap – rape
  • tap – tape
  • mat – mate
  • can – cane
  • dam – dame
  • hat – hate
  • past – paste
  • Exceção: have /hæv/

Palavras com a vogal “a” quando a palavra em inglês termina em “re”, o pronúncia da vogal precedente “a” muda para “é”. Exemplos:

Ouça o áudio

  • car – care
  • bar – bare
  • far – fare
  • war – ware
  • star – stare
  • tar – tare
  • Exceção: are /ar /

Palavras com a vogal “i”. O som da vogal precedente “i” muda para “ai”. Exemplos:

Ouça o áudio

  • rid – ride
  • win – wine
  • pin – pine
  • bit- bite
  • kit – kite
  • fill – file
  • sit – site
  • rip – ripe
  • spit – spite
  • lick – like
  • Exceções: give /gIv/, live /lIv/

Palavras com a vogal “o”. O som da vogal precedente “o” muda para “ou”. Exemplos:

Ouça o áudio

  • not – note
  • rob – robe
  • ton – tone
  • top – tope
  • roll – role
  • dot – dote
  • cot – cote
  • mop – mope
  • cop – cope
  • Exceções: done /dən/, love /ləv/, none /nən/, gone /ɡɒn/, some /səm/

Palavras com a vogal “u”. O som da vogal precedente “u” muda para “”. Exemplos:

Ouça o áudio

  • us – use
  • cut – cute
  • fuss – fuse (“s” com o som de “z” em “fuse”)
  • plum – plume
  • tub – tube
  • luck – Luke
  • duck – Duke
  • hug – huge 
  • Exceções: sure /shUr/, curve /kərv/

Algumas palavras comuns são exceções à essa regra por razões históricas. No inglês arcaico, por exemplo, give /ɡɪv/), love (/lʌv/), eram escritas com “f” ao invés de “v” (/f/ mudou para /v/ quando estava entre duas vogais: give – giefan, love – lufu).

Note que o “e” silencioso não é somente usado nas formas descritas acima, mas também com verbos, onde há também pouquíssimas exceções. Nos verbos regulares (que terminam em “ed” na forma do passado), o “e” em “ed” também não é pronunciado. Exemplos: talked, walked, kicked, played, stayed, opened, closed etc. Muitos pronunciam erroneamente esses verbos acrescentando um som de “e” em “ed” que não existe na pronúncia correta do inglês.

Ouça o áudio com os verbos:

Hora de praticar

E agora, você leu tudo isso, entendeu como o código escrito serve para indicar a pronúncia diferenciada, mas fica pensando, “Como que eu vou internalizar tudo isso? Como posso praticar para automatizar essa regra?” Uma maneira é construir frases simples contendo um par de palavras, e praticar a pronúncia em contexto. Por exemplo:

Ouça o áudio

  • at – ate (He ate at the table.)
  • mad – made (This mad world made him sad.)
  • bath – bathe (I go to the bath to bathe.)
  • fat – fate (His fate was to be fat because he ate too much.)
  • Jack – Jake (Jack and Jake ate like mad.)
  • not – note (We did not take note of his name.)
  • star – stare (I’ll stare at the sky just looking for a star.)

Ouça o áudio

“Luke Luck likes lakes.
Luke’s duck likes lakes.
Luke Luck licks lakes.
Luck’s duck licks lakes.
Duck takes licks in lakes Luke Luck likes.
Luke Luck takes licks in lakes duck likes.”

Em seus comentários abaixo, sugira frases úteis desse tipo, para praticar a leitura e adquirir facilidade na escolha da pronúncia correta em cada caso. E depois você poderá construir o seu próprio compêndio de frases para praticar e, consequentemente, melhorar cada vez mais sua pronúncia. Lembre-se que quanto melhor for sua pronúncia muito mais facilmente você reconhecerá as palavras em inglês e, consequentemente, melhor será o seu entendimento do inglês falado.

Enjoy your studies!

Referências:

Sobre a Autora: Telma Regina sempre gostou da língua inglesa, começou a estudar quando criança e nunca mais parou. Morou na Inglaterra por três anos e hoje colabora com a comunidade do English Experts nas horas vagas.

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

25.jpg

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do English Experts. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

28 comentários

  • 07/10/13  
    Valdecir Jesus diz: 1

    Telma Regina, seu texto será de muita valia aos usuários do EE, está perfeito. Vou fazer a minha listinha de palavras e treiná-las ao longo do dia. Parabéns!!!

  • 07/10/13  
    Artful Dodger diz: 2

    Excellent article!

  • 07/10/13  
    Teilor diz: 3

    Muito bom o post, eu nunca havia reparado detalhadamente nessas regras e, já pronunciava inconscientemente certo a maioria delas.

  • 07/10/13  
    Carlos J Cunha diz: 4

    E para o caso de live (liv) (laiv) o que se diria?

    • 07/10/13  
      Valdecir Jesus diz:

      Como mencionado no tópico as palavra live, Liv são consideradas exceções, bem como as outra citadas: Exceções: give /gIv/, live /lIv/ , Seria possível um pensar um tópico para explicar estas exceções de prónúncias?

    • 07/10/13  
      Telma Regina diz:

      Carlos, há duas formas de uso, sendo uma como verbo “to live”, por exemplo, “I live in Brazil”, e a outra como adjetivo “live” (laiv), exemplos: “a live radio show”, “a live television program”. A pronúncia correta nesses casos, depende do contexto.
      Você vai encontrar uma boa explicação nesse tópico do fórum:
      http://www.englishexperts.com.br/forum/live-x-life-x-alive-qual-a-diferenca-t3715.html

  • 07/10/13  
    CptGuapo diz: 5

    Excelente macete! Se formos realmente prestar atenção, até que é uma regra óbvia, não é mesmo?

    Mas tenho uma dúvida: “Luke” não se pronuncia como “look”? Não deveria estar no grupo do “iú”, já que não segue a mudança que a regra exige…

    • 07/10/13  
      Telma Regina diz:

      CptGuapo, essa regra define que a pronúncia da vogal precedente muda na maioria dos casos em que a palavra termina com a letra “e”. O importante é que você note a mudança no som da vogal “u” quando acrescentamos a letra “e” no final. Há dialetos regionais, por exemplo em Lancashire na Inglaterra, em que a pronúncia de “Luke” é “liúk” e a do verbo “look” também é “liúk”. Mas obrigada por salientar essa diferença de pronúncia.

  • 08/10/13  
    Fernando diz: 6

    Bom dia Telma!

    Adorei a sua dica e gostaria de dar-lhe os parabéns pelo artigo.

    Você tem outras do gênero para nos enviar?

    Atencisoamente,

    Fernando

  • 08/10/13  
    Robson Pereira diz: 7

    Telma que post maravilhoso , muito bem explicado , claro que nem agua , já estou praticando meus rabiscos , muito obrigado e Parabéns!

  • 08/10/13  
    wagner silva diz: 8

    I’m doing in the English Course where tell me about to -ed is very pronunciated in Ireland. Is this true?

    • 08/10/13  
      Telma Regina diz:

      I don’t think so. You could ask your teacher to show you videos of Irish people speaking and you can check it out yourself. Try looking at the film “Leap Year”, as an example, to verify how they say the verbs ending in “ed”.

  • 08/10/13  
    estudante diz: 9

    wagner silva, words ending in -ed will only have the -ed syllable pronounced when /d/ or /t/ preceeds -ed.
    About this topic, I think W and Y should be considered semi-vowels instead of consonants.

  • 08/10/13  
    Serginho diz: 10

    Isso vai trava a sua língua:

    “Peter Piper picked a peck of pickled peppers”

  • 09/10/13  
    Janilson diz: 11

    Um dos melhores post dos últimos tempos! Obrigado!

  • 10/10/13  
    Valdelino diz: 12

    perfeita essa dica só senti falta de um audio mostrando a pronuncia, no mais ta bem claro…. Aqui o leitor é exigente kkkk Abraço

  • 10/10/13  
    Stan diz: 13

    vivendo e aprendendo..muito bom!!!
    praticar ainda é o melhor remédio….tks a lot EE

  • 11/10/13  
    Simon Vasconcelos diz: 14

    As one of the commentators said, this article is one of the best ever written. Any
    time you have another insight like this, please share with us. Congratulations!
    I have some notes about the pronunciation of ED, like these:

    The pronunciation of ED before verbs ending in s, sh, ch, x, f, k and
    p is /t/ Ex.: picked – picke/t/; washed – wash/t/

    The pronunciation of ED before verbs ending in d and t is /id/ Ex.:
    founded – found/id/; supported – support/id/

    The sound is /d/ with the other endings. Ex.: replied – repli/d/;
    rained – rain/d/; noted – not/d/; controlled – controll/d/

    • 13/10/13  
      Simon Vasconcelos diz:

      When the verb ends in “e”, we must pay attention to the letter, or rather, the sound that comes before this vowel to use the hints of my prevoius post. Ex.: balanced – balanc/t/; criticise – criticis/d/.

  • 14/10/13  
    Dan Lima diz: 15

    Gostei muito deste post! Nunca tinha imaginado que que o “e” não era pronunciado em palavras como Walked por exemplo. Cada dia meu aprendizado se aprofunda graças as dicas de vocês. Alessandro Brandão, você poderia pronunciar essas frases ou pedir para Adir ou a Ana Luiza para fazer isso no seu próximo Podcast? Ficaria muito grato. Amo esse site!

  • 18/10/13  
    Marize Mori diz: 16

    Maravilhoso!!!!Parabéns de verdade. Estou aprendendo muito com isso.

  • 18/10/13  
    Adriana diz: 17

    very good! Congratulations Telma! I loved this post.

  • 18/10/13  
    Simone Macarrão diz: 18

    Simplesmente sensacional, adoreiii!!! parabéns

  • 18/10/13  
    Gustavo Pereira diz: 19

    Ola, sobre a parte desse artigo que se da o exemplo da vogal “i”, os exemplos citados a ele, foram todos terminados em “e” .. isso é uma regra que só aplica a palavras terminadas em “e” ?

    • 18/10/13  
      Telma Regina diz:

      Sim, Gustavo, essa regra se aplica às palavras em Inglês que terminam com a letra “e”, com algumas exceções, é claro.

  • 20/10/13  
    José Correia diz: 20

    Sempre que posso estou acompanhando o englishexperts e realmente está de parabéns por convidar pessoas tão capacitadas, que trazem matérias tão interessantes e importantes para o nosso aprendizado. Parabéns Alessandro Brandão!
    Meu agradecimento a Telma Regina pela dica tão importante, uma matéria perfeita.
    Thank you very much! This article is very important for me to keep learning.

  • 24/10/13  
    Márcia diz: 21

    Sensacional! um dos melhores post de todos os tempos.

  • 25/10/13  
    aline diz: 22

    Percebo mais uma exceção na palavra com a vogal “u” ..a palavra é culture!