Entendendo a estrutura: Verb + Preposition

Às vezes tenho a impressão que as preposições estão por todas as partes na língua inglesa: temos as preposições de tempo, de lugar, temos os incontáveis phrasal verbs, as preposições que são necessárias de se combinarem com determinados adjetivos e ainda aquelas que precisam vir depois dos verbos. Ufa! Bem, hoje vou me concentrar nessa última categoria.

Existem determinados verbos que precisam vir seguidos de uma preposição para que a frase seja construída corretamente. Observe que nesse caso a preposição não modifica o significado do verbo, diferentemente dos phrasal verbs que tem seu significado alterado.

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

Exemplos

  • LOOK AT something é simplesmente olhar para algo.
  • LOOK FOR something é procurar algo, aqui o uso da preposição modificou o sentido do verbo, sendo caracterizado então como um phrasal verb.

Esse é o tipo de tópico gramatical que demanda um pouco de memorização e muita prática para a fixação das estruturas. Vou, então, dar uma mãozinha para vocês fornecendo uma listagem agrupada pelas diferentes preposições. Vejamos:

About

  • Think About: I’m thinking about renting a place. [Eu estou pensando em alugar um lugar.]
  • Worry About: Don’t worry about the exam. [Não se preocupe com o exame.]
  • Dream About: I dream about buying a new house. [Eu sonho em comprar uma casa nova.]
  • Talk About: Let’s talk about it later. [Vamos falar sobre isso mais tarde.]

To

  • Go To: I’m going to the office now. [Eu estou indo para o escritório  agora.]
  • Want To: I want to start a new diet. [Eu quero começar uma nova dieta.]
  • Listen To: Are you listening to me? [Você está me escutando?]
  • Need To: I need to leave now. [Eu preciso sair agora.]

For

  • Wait For: Can you wait for me? [Você pode me esperar?]
  • Pay For: Let me pay for this. [Me deixe pagar isto.]
  • Apply For: She is applying for a new job. [Ela está concorrendo a um novo emprego.]

Outros

  • Depend On: Depending on where you sit you won’t see very well. [Dependendo de onde você se sentar você não vai ver muito bem.]
  • Play With: Can you play with me? [Você pode brincar comigo?]
  • Look At: Look at me! [Olhe para mim!]
  • Believe In: Do you believe in ghosts? [Você acredita em fantasmas?]

Como nota final, é importante observar que se compararmos as frases em inglês com o português nem sempre a preposição se faz necessária na nossa língua. Comonos seguintes casos: want to, listen to, need to, wait for, pay for e play with.

Bons estudos!

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

20.jpg

Mônica Bicalho

Mônica Bicalho é brasileira. Além de 20 anos de experiência em sala de aula é examinadora certificada da Universidade de Cambridge. Atualmente trabalha como supervisora pedagógica e professora do curso Meuinglês.

14 comentários

  • 10/12/12  
    Álvaro diz: 1

    Ótimo texto! Se existe alguma complicação gramatical maior no inglês, sem dúvida são as preposições!

    Só fiquei com uma dúvida: no caso de “want to” e “need to”, a preposição faz parte da regência do verbo ou ela faz parte do verbo seguinte que está no infinitivo?

    • 10/12/12  
      Wesley diz:

      Também fiquei com a mesma dúvida. Pra mim nesses casos o TO faz parte da indicação do infinitivo do verbo que está na frente. Nos demais casos fica claro que ele está como preposição.

  • 10/12/12  
    Murilo diz: 2

    Muito Bom!!

  • 11/12/12  
    Diego Souza diz: 3

    No exemplo do post está escrito “LOOF FOR”
    Parabéns pelo post! sempre aprendo com vocês

    • 11/12/12  
      Alessandro diz:

      Texto corrigido.

      Obrigado, Diego.

  • 11/12/12  
    mario diz: 4

    Na minha concepção os exemplos”need to e want to”, não deveriam constar aqui, pois fazem parte da grande gama de verbos seguidos por infinitivo. Ficou um pouco confuso.
    Reparem os exemplos inversos:
    What do you need it for? (Pra que você precisa dele?)
    What do you want it for?(Pra que você o quer?
    Entretanto esse é um ótimo assunto pra se abordar, pois constitui um” puzzle” para a maioria dos estudantes, embora não seja tão importante na linguagem falada.

  • 13/12/12  
    Vit diz: 5

    Isso confunde muito… eu nao entendi quando usar. por exemplo , i want to start a new diet. eu usaria i want , sem o to. Estaria errado entao ? eu usaria o to se a frase fosse assim , exemplo : i want to my diet give me results.
    want to e have to, sempre me dão problemas, alguém me explica quando usar o to e quando não usar ?eu pensava que esse to era pra dar o sentido de ” tenho que ” , “quero que ” .

    • 22/01/16  
      Diego Garcia diz:

      Vit, vc só vai usar o to se a palavra a seguir for no Infinitivo. palavras no infinitivo são aquelas que terminam em AR, ER, OR… exemplo: ApresentAR, AmprendER, MontadOR. entendeu?

  • 13/12/12  
    ADEMIR diz: 6

    bem eu gostei muito mas, se eu digitar no tradutor do Google ele dispensa a preposição e da a mesma tradução.

  • 17/12/12  
    Vinicius diz: 7

    Queria saber sobre o Sorry About.

  • 28/12/12  
    Júnior Gonçalves diz: 8

    Eu gostei muito do artigo! É um texto curto, simples e com bons exemplos para praticar.

  • 24/03/16  
    Tatiana Buzaneli Ta diz: 9

    Gostei das dicas, mas também acho que “need to start” e “want to leave” não deveriam estar na lista de exemplos porque os verbos que aparecem depois (to start e to leave) estão no infinitivo.
    Melhores exemplos com o uso da preposição TO seriam Expect to something, Decided to something ou ainda Promisse to something…

    • 24/03/16  
      Camila Oliveira diz:

      Hello Tatiana, how are you?

      Bom, acredito que o uso os verbos want to e need to deveriam estar nesta lista, pois correspondem ao tópico discutido. =P

      O que pode parecer estranho é que aprendemos que a preposição não pode vir seguida de verbo, contudo, infinitivos não são verbos. Na verdade, infinitivos podem ser substantivos, advérbios ou adjetivos.

      Uma dica é pensar: “se é verbo, eu consigo conjugar em todos os tempos verbais.” Você não consegue/pode adicionar -s, -d, -ed, -ied, will aos infinitivos.

      Se nos atermos apenas ao exemplo dado pela colaboradora Mônica (look at e look for), realmente acharemos que está errado, pois não há mudança de sentido nas palavras want / want to e need / need to. Principalmente se traduzirmos para o português, pois como ela mesma disse: “é importante observar que se compararmos as frases em inglês com o português nem sempre a preposição se faz necessária na nossa língua. Como nos seguintes casos: want to, listen to, need to, wait for, pay for e play with.”

      Enfim, é só lembrar que infinitivo não é verbo que o uso da preposição to se faz necessária!

  • 01/11/16  
    Rodolfo Barbosa Fer diz: 10

    “You work for me”. You belong to me, right ?… RIGHT !!!!” (Negan, The Walking Dead).

    Boa opção não só pra estudar inglês, quanto a parte de gramática.