Entrevista com Luciano Burti, piloto e comentarista de F1 da Globo

Luciano Burti: PerfilCaros leitores! Como vocês já devem ter percebido eu sou fã de Fórmula 1, não foram poucas as vezes que citei a principal categoria do automobilismo aqui no EE. Falar de F1 é também falar das transmissões da Globo, sempre de ótima qualidade e comentaristas de primeira linha.

Quem assiste F1 vai concordar comigo, depois da regra que exigiu que as equipes liberassem em tempo real o áudio das conversas entre pilotos e equipe, as transmissões ficaram mais interessantes. É legal ver a adrenalina dos pilotos e a estratégia das equipes, tudo podendo ser alterado em fração de segundos. Entretanto só o áudio não basta, é necessário alguém com conhecimento e vivência de F1 para traduzir aquilo tudo para os telespectadores. Função que o piloto/comentarista Luciano Burti vem fazendo com excelência. É com ele que converso hoje.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Luciano Burti, 34 anos, piloto da Stock Car, colunista da revista “Quatro Rodas”, executivo e ex-piloto de F1 (onde passou por Jaguar e Prost em 2001 e foi piloto de testes da Ferrari de 2002 a 2004).

1. Luciano percebe-se durante as transmissões que você tem uma compreensão do inglês acima da média. Como surgiu o interesse pelo idioma? Você aprendeu por exigência da profissão?

Morei na Inglaterra, em Cambridge, de 1996 à 2001 porque fui correr naquele país até chegar a F-1. Então aprendi por exigência da profissão sim, mas se não fosse isso teria procurado estudar inglês e fazer um intercâmbio de qualquer maneira.

2. Qual é o segredo para entender a comunicação via rádio entre pilotos e equipes? Existe alguma técnica especial?

Na verdade não, o ouvido que já está treinado devido à experiência. Aliás, percebo que você consegue começar a se comunicar melhor em outra língua quando “o seu ouvido fica bom”. Depois de entender você ganha autoconfiança em responder e falar.

3. Você fez curso em escolas tradicionais ou aprendeu por conta própria, no dia a dia.

Frequentei algumas escolas aqui no Brasil, importante para ganhar a base, e depois amadureci na prática do dia a dia.

4. Além do inglês você fala mais algum idioma?

Falo também Italiano, mas não fluente como o Inglês.

5. Você acredita que é possível aprender inglês por conta própria via internet?

Acredito que sim, principalmente o básico para você falar o necessário e se comunicar.

Burti conversando com engenheiros da Ferrari
Burti conversando com engenheiros da Ferrari

6. Na época de Ferrari a comunicação interna era em inglês ou italiano? Havia algum problema de compreensão por conta do sotaque?

Todo o trabalho oficial em inglês, mas o bate-papo com os mecânicos em italiano. Obviamente existiam sotaques diferentes, mas isso nunca foi um problema. Faço uma recomendação, não se preocupe com o sotaque, ele virá naturalmente. Conheci algumas pessoas que se preocupavam mais com o sotaque do que com a língua em si e por isso demoravam a falar com fluência.

7. Em quais países você já morou? Houve alguma dificuldade de adaptação com a nova cultura e idioma?

Seis anos na Inglaterra e dois anos em Mônaco. Não houve dificuldade em me adaptar porque eu fui com a intenção de aprender a nova cultura e entrar nela. Se eu tivesse mantido os meus costumes do Brasil teria mais dificuldade. Como exemplo, na Inglaterra chegar cinco minutos atrasado já é falta de respeito e educação, enquanto no Brasil ser pontual é visto, às vezes, como ansioso, neurótico ou exagerado, vê se pode…

Burti e seu chefe de equipe Alain Prost
Burti e seu chefe de equipe Alain Prost

8. Você se considera uma pessoa de sorte?

Devo dizer que sim, agradeço muito pelas minhas oportunidades e realizações, mas ao mesmo tempo acredito muito naquele ditado “quanto mais eu trabalho mais sorte eu tenho…”.

9. Qual dica você dá para quem está aprendendo inglês?

Basta você se dedicar que aprenderá na certa. Deixe a vaidade de lado e não se preocupe em errar no começo ou de ter sotaque de brasileiro porque, aliás, você é brasileiro! Quanto mais cedo começar a praticar melhor. E incentive os seus filhos, sobrinhos, afilhados e etc. para aprenderem desde cedo porque para a criança é muito mais fácil. Hoje o inglês já é muito importante, mas daqui alguns anos será uma obrigação.

Burti, muito obrigado pela entrevista, torci por você na F1 e hoje também na StockCar. Foi uma honra. Continue com o ótimo trabalho nas transmissões de F1 e muito sucesso na StockCar.

Fonte das imagens: lucianoburti.com.br

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

16 comentários

  • 20/07/09  
    João diz: 1

    Alessandro, congratulations on the interview with Luciano Burti. But I’d like to say something: it’d be great if the interview had been done in English. After all, this is a blog for learners of English, right? I suggest this firmly. And you could translate the more difficult words or expressions in parentheses in order to help the lower-level learners. What do you think? The more contact, the more learning, right?

  • 20/07/09  
    Andreia diz: 2

    Adoreeeeeeeeei esta entrevista, parabéns ao EE, cada vez melhor!!!!!

  • 20/07/09  
    Eli Carlos Vieira diz: 3

    Obrigado por mais essa, em pleno dia do amigo!
    Coisa de amigo mesmo.
    Super dicas e o melhor: de alguém real, do cotidiano de todos!
    Isso só estimula e faz com que EE seja cada vez mais sinônimo de referência quando o assunto é motivação.

    Abração e sucesso a todos nós!

  • 20/07/09  
    josé luciano banuhart diz: 4

    Tudo que ele falou esta certo estou na minha 5 aula e como ele falou tem que deixar a vaidade de lado e não se preocupar em errar mas não é facil vou fazer isto na proxima aula.valeu abraços .

  • 21/07/09  
    Felipe Perego diz: 5

    Thanks for this INTERVIEW !!! It´s very good know how some people had developed english and motivate me a lot!! Maybe you can put more interviews on the site !!!

    And I can know if some one understand the comunications on the radio during the F1 racer´s, because I think very dificult!!

  • 21/07/09  
    Nilton Murrad diz: 6

    Muito bom essa entrevista…

  • 22/07/09  
    júnior diz: 7

    I liked this interview so much… but I agree with João. I think that this interview should be in english…

  • 23/07/09  
    Raquel diz: 8

    First congratulations! The interview really is good for students of the english and I has liked of the comment posted by João, I think that we will can improve the english of this form, but…

  • 27/07/09  
    Jefferson Araujo diz: 9

    I liked this interview, but it will be better in english.

  • 28/07/09  
    Jonã Machado diz: 10

    Massa essa iniciativa de entrevistas aqui no Blog Alessandro. Seria interessante também entrevistar aquele especialista em futebol americano ( esqueci o nome dele hehe) da esportv já que esse esporte é praticamente tudo em inglês e ele jogou muito tempo por lá, nos Estados Unidos.

  • 29/08/09  
    Luís do Reis diz: 11

    Parabéns pela entrevista, Burti é fantastico nos comentários da FI, sabe tudo e é um baita dum camarada humilde.Abraços

  • 01/09/09  
    Marina Lívio diz: 12

    Oi
    Adorei a aula inglês para tímidos.
    Aguardo a segunda lição.
    Obrigada…

    Marina

  • 01/09/09  
    Edmyrson diz: 13

    I´m a F1 fan too and I liked very much this interview, but I agree with the others about the idiom of the interviews, must be English, certainly this will estimulate everybody to understand the dialogues.

    Congratulations Alessandro!

  • 04/09/09  
    Jorge Figueira diz: 14

    Dois aspectos relevantes nesta entrevista :

    1° – “E incentive os seus filhos, sobrinhos, afilhados e etc. para aprenderem desde cedo porque para a criança é muito mais fácil. Hoje o inglês já é muito importante, mas daqui alguns anos será uma obrigação”

    2° Qdo. perguntado :
    ‘Você acredita que é possível aprender inglês por conta própria via internet?

    Acredito que sim, principalmente o básico para você falar o necessário E SE COMUNICAR. “

  • 19/11/09  
    Oélito Brandão diz: 15

    I agree with João´s comment that the interview with Burti could have been done in English, though still very useful for our users that are beginners. I also agree with what Burti has mentioned in his interview about the fluency. I did listen a lot of English while I was studying here at IBEU here in Fortaleza, Ceará, Brazil and today I am the Program Coordinator for an American University that promotes educational exchange program here. I work daily with American students who experiencing the Brazilian culture and I am able to communicate with them without worry about my accent and I´ve never been to US or any other country. I did learn English here and they always ask me where did I go t learn it.

  • 04/12/09  
    Dicas de Inglês :: Aprender inglês com ou sem Sotaque? diz: 16

    […] Leia a entrevista com Luciano Burti na íntegra. […]