Expressões faladas nos EUA

A dica de hoje foi enviada por uma leitora do EE diretamente dos Estados Unidos, espero que gostem. É com você Nani.

Hi there! How are you?

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Meu nome é Maria, mas todo mundo me chama de Nani, e é assim que eu gosto =) Eu sou baiana, tenho 24 anos e sou leitora assídua do English Experts desde janeiro deste ano, quando decidi que iria me dedicar à fluência no inglês. Em março decidi fazer o programa de au pair nos Estados Unidos e hoje estou aqui morando em Washington DC, há dois meses.

Pedi ao Alessandro para fazer uma participação no Blog, e ele me sugeriu que eu falasse sobre algumas expressões que eu passei a escutar desde que cheguei. Eu quero ir além: quero falar do programa de au pair, da adaptação e das expressões. Mas não sei se vai ser possível em um só artigo.

Então, vamos ao que interessa!

What’s up?
Muito comum, acho que todos conhecem.
Eu aprendi what’s up (ou “wassup” e outras variações) no Brasil como sendo “E aí? Como vai?” quando você conhece alguém. Mas na verdade, é mais no intuito de saber as novidades. Porém, ele pode ser usado em várias situações, e eu vou dar exemplos pelos quais eu passei:

1) Estava andando na rua e gostaria de ter certeza se eu estava no caminho certo, então parei um rapaz na rua dizendo: “Hi, excuse me.” Ele respondeu: “What’s up?” E eu expliquei o que eu queria saber!

2) Na casa da família onde eu morro, quando o filho pequeno fala algo que os pais não entendem ou quando ele começa a choramingar eles dizem: “what’s up?”.
É claro que também tem as entonações, que variam de acordo com a sua intenção.

My bad
Pedido de desculpas informal, que equivale ao nosso “foi mal”.

Indeed
Para intensificar uma resposta ou afirmação. Se alguém lhe pergunta “Do you like living in the United States?”, e você realmente gosta, você pode responder: “Yes, indeed”.

So far
Significa “até o momento”. Por exemplo, quando as pessoas sabem que eu estou morando aqui há pouco tempo, sempre me perguntam “How do you like the United States so far?”. Eu sempre via isso ia nunca sabia o que significava (era só ter perguntado né?)

It’s up to you
Significa que a escolha é sua, que depende de você. Se você vai sair com um amigo e ele pergunta onde você quer ir, mas para você não importa, você quer que ele decida, basta dizer “It’s up to you”.

Eu não coloquei muitas expressões pois na verdade fui escrevendo com o que fui lembrando Na verdade, são expressões e phrasal verbs. Muito importantes pra quem quer falar inglês como se fala aqui =)

Pessoal, quando estava finalizando o artigo (na verdade já tem uns dias que comecei, mas estava sem tempo para terminar) recebi a notícia que fui convocada num concurso público e estou voltando pro Brasil. Infelizmente, em apenas 2 meses e meio, meu inglês ainda não está como eu gostaria, mas eu vou continuar estudando muito pra alcançar meu objetivo. Espero ter ajudado um pouco!

Abraços,

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

20 comentários

  • 03/12/08  
    Eduardo Octávio diz: 1

    Nossa, adorei as dicas. Conhecia algumas, outras não, mas muito legal isso.
    Apesar de você estar voltando, escreva-nos mesmo assim como foi essa experiência de 2 meses e meio. Qual era seu nível de inglês, e se melhorou e tal…
    Abração e valeu pelas dicas

  • 04/12/08  
    Elton Dhiego diz: 2

    Congratulations for the post and for the Public Contest!! I’m “baiano” too and i’m trying a Public Contest like you …

  • 04/12/08  
    Suelen diz: 3

    Olá Nani, muito legais as suas dicas.
    Morei na Florida por 6 anos, voltei em janeiro deste ano para o Brasil. Amo meu país, mas sinto muita falta do convívio com a língua, porque sou apaixonada pelo inglês. Vou até fazer faculdade de Letras – Inglês, depois partir para uma de Tradução – Intérprete. Aproveita cada minuto seu ai e have fun!!!!

    All the best

  • 04/12/08  
    Iberê Jones diz: 4

    Ótimo artigo, Nani. Parabéns!

    Falando do português agora… Só tomaria cuidado com a expressão bastante utilizada por você “Na verdade”.
    Um detalhe!

    Fico feliz que esteja aprendendo bastante por aí. Também sou baiano e estudante de inglês. Já estive nos EUA, mas não por tanto tempo quanto você. Aproveite!

    Abraço!

  • 04/12/08  
    Flavia diz: 5

    Muito bom o artigo Nani!
    Realmente, nada como estar aqui, e aprender aos poucos o ingles ‘informal’, a partir de pequenas situacoes que vivenciamos durante o dia!

  • 04/12/08  
    Moisés diz: 6

    Gostei muito! Para nós estudantes do ingles é muito importante conhecer as expressões utilizadas no dia a dia! Muito obrigado por essa ótima contribuição!

  • 04/12/08  
    Marina Schon diz: 7

    Oi Nani!! Gostei muito do seu artigo, realmente essas expressoes sao muito usadas aqui.

    Tambem sou au pair e moro proximo a Washington DC, dia 12 faz 2 meses que cheguei aqui. Recomendo a todo estudante que puder a fazer algum tipo de intercambio, alem de aperfeicoar o ingles, temos a oportunidade de vivenciar outra cultura, o que e’ maravilhoso.

    Take Care!!

    P.S please, desconsiderem o fato do meu texto estar sem acentos.

  • 04/12/08  
    Nani diz: 8

    Gente, brigadão pelos comentários!!

    Iberê, eu já tinha percebido a repetição, mas já tinha sido publicado o texto. Na verdade, foi sem revisar “shame on me”… alem do mais, alguns acentos nao pegam no PC as vezes.

    Eduardo, posso sim fazer um outro texto, é só o Alessandro me autorizar hihihi

    Um abra’co a todos, especialmente aos meus conterraneos. To sabendo que Salvador t’a pegando fogo, e eu aqui nesse friozao. Isso sim vai ser um verdadeiro choque termico!

  • 05/12/08  
    Fernanda diz: 9

    Nani! Como vc eh chique! rs
    Tambem sei umas expressoes em ingles, ahh tambem quero participar (fiquei com inveja…hahaha).
    Sucesso Nani pela volta ao Brasil, nao vai ser nenhum sacrificio ne?
    Te vejo no carnaval da Bahia em 2010!! rs
    beeeeeeijos

  • 28/01/09  
    Rickgauden diz: 10

    Esse é um dos grandes obstaculos que tenho para compreender a lingua falada do inglês.
    Obrigado pelas expressões, eu só conhecia “What’s up”.
    Continue postando tá?
    Tchau!

  • 29/01/09  
    Nani diz: 11

    Rickgauden, idioms e Phrasal verbs são essenciais para compreender o inglês do dia a dia… e até no inglês formal muitos phrasal verbs são utilizados, pois são a única forma de expressar uma idéia!

    Obrigada a todos pelo ocmentário!

  • 14/02/09  
    Wendell diz: 12

    Valeu, o artigo é ótimo apesar de curtinho! Se lembrar de algomais… :P

  • 04/06/09  
    tatiana lago diz: 13

    nanii…

    moro na Bahia e estou fazendo curso de english, pretendo conhecer o Eua…

    valeu pelas dicas..

    abraço!!!

  • 10/07/09  
    Stefenson diz: 14

    Adorei as dicas. Estive também nos EUA, mais precisamente na cidade de Acton, Massachusets. Lá as pessoas falam um inglês muito formal. Tive um pouquinho de dificuldade só, porém já estava me habituando com o sotaque deles. O meu era mais para o estilo britânico. Sou professor há 19 anos e fui para aprimorar meus conhecimentos. Fiquei 87 dias e conheci Boston e arredores. Foi uma maravilha me deparar com uma temperatura de -15 Cº. Adorei. Espero um dia retornar e deixei grandes amigos brasileiros por lá e uma amiga americana. Seu nome é Nancy Winder. grande a

  • 13/07/09  
    Enri Mauerberg diz: 15

    Puxa adorei essa juventude ..nós jovens de 3a idade temos muito a aprender com voces ..confesso que ficaria muito feliz se achasse um intercambio da 3a idade ..pois quando jovem a unica oportunidade de ir ao USA era via forças armadas pra servir no Vietnan ( estou fora !) matar gente não é comigo ! pois bem ..agora depois de aposentado e com o pé de 1/2 feito a idéia é cair no mundo !..daí ..estar iniciando em ingles para fazer uma temporada nos USA ..na Europa já fiz ..e adorei :) abraços do vovô Enri.

  • 06/08/09  
    Gomesdf diz: 16

    Muito legal, Já estive em varios paises do mundo, por dez dias mais ou venos em cada um, mais as dicas aqui, estes cursos são realmente demais…. Que bom.. vou informar meu filho que faz sistema de informação na Facu PROJEÇÃO em Brasilia, vai ser muito útil para ele e vou estudar tambem. Este site me deu um start.

  • 01/09/09  
    Roselena diz: 17

    Nani
    Muito legal dividir com a gente o que vc aprendeu aí.
    Não sou baiana, mas moro na Bahia e aqui ta sim, como vc disse, pegando fogo. Sua terra é linda!

  • 03/09/09  
    Ira diz: 18

    Essas dicas são ´ótimas, pois são frequentes no dia a dia e assim poderemos ficar por dentro.

  • 03/09/09  
    valcy faria alves diz: 19

    Nani adorei suas dicas, continue nos enviando outras pérolas.

  • 15/11/09  
    jhcerqueira diz: 20

    Mandou bem Nani !

    Mais umas dicas para polir o meu inglês.

    Cheers