Expressões Idiomáticas, Verbos Frasais e Provérbios: Qual a diferença?

englishQuem estuda inglês, ou idiomas de modo geral, já se deparou com estes três termos em algum momento, seja na sala de aula ou estudando por conta própria. Pra quem já viu, vai a pergunta: você já se perguntou qual é a diferença entre expressões idiomáticas, verbos frasais e provérbios, se é que existe? Caso a resposta seja não, fique sabendo que há diferenças sim na construção destes três recursos da linguagem. O objetivo desta pequena contribuição é tentar fazer com que, ao saber as diferenças, você consiga entendê-los melhor.

Vamos começar pela expressão idiomática, chamada em inglês de idiom (isso mesmo: idiom é um false friend!). O dicionário Collins Cobuild (1998) nos diz que um idiom é um grupo de palavras que, quando juntas, têm um significado diferente do que essas mesmas palavras teriam separadamente. São expressões fixas, mais ou menos cristalizadas, cujos significados, geralmente, não são óbvios.
Observe que eu disse que o significado GERALMENTE não é óbvio. Por isso, com base no significado literal das palavras, em alguns casos, é possível estabelecer uma relação com alguma expressão em português. Por exemplo:

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!
  • To break the ice. [Quebrar o gelo.]
  • To break somebody’s heart. [Partir o coração de alguém.]
  • Tighten one’s belt. [Apertar o cinto.]

Repare que os três exemplos são formados por um verbo mais um complemento.

idiom

Um exemplo de como deduzir um significado de uma expressão não tão óbvia é dado por John D. Godinho em seu livro “Once upon a time um inglês…”. Ele cita a expressão (to be a) one horse town (literalmente, cidade de um cavalo só; existe uma piada em português que diz: essa cidade é de primeira, de primeira marcha, pois quando você engata a segunda já está fora dela [de tão pequena que é]). Godinho afirma que, se pararmos para pensar um pouco sobre a expressão one horse town, logo seremos capazes de deduzir que se trata de uma cidade provinciana, sem muito movimento ou importância econômica e/ou cultural.

A diferença das expressões idiomáticas para os provérbios (ou ditados populares) está no fato de que os provérbios transmitem um ensinamento moral ou uma regra social. Exemplo:

  • Beauty is only skin deep. [Só beleza não põe a mesa]
  • Don’t look a gift horse in the mouth. [Em cavalo dado não se olham os dentes.]

proverb

Uma curiosidade sobre os provérbios é que muitos têm expressões correspondentes em português, pois sua origem é comum: a Bíblia (que tem um livro dedicado exclusivamente a eles) ou Aprenda a ler obras literárias em Inglês – Effective Reading mundialmente conhecidas, como as de Shakespeare. Quem não se lembra da famosa expressão “tem algo de podre no reino da Dinamarca”? Essa expressão saiu de Hamlet.

Phrasal verb é um dos assuntos mais tratados aqui no English Experts, devido à dificuldade que temos de aprendê-los, pois essas construções são praticamente inexistentes em português. “Mexer com” é o único verbo frasal em português que me lembro (exemplo: não mexa com os meus amigos). Enfim, como existem vários tópicos a respeito, vou tratar apenas de sua construção básica. O phrasal verb é formado por:

  • Um verbo mais uma partícula (ou partículas). Ex.: Put up with [Tolerar, aguentar, suportar].
  • Essa partícula pode ser uma preposição. Ex.: Give + up [desistir, abrir mão etc.]
  • Ou pode ser um advérbio. Ex.: Put + away [guardar; descartar etc.]

phrasal verb, obviamente, funciona como um verbo.

phrasal verb

Essas foram as diferenças, mas o que essas construções têm em comum? Em todos os casos, as palavras que compõem os provérbios, os phrasal verbs e as expressões idiomáticas, quando consideradas separadamente, não têm o menor sentido. O sentido está no conjunto. Isso acontece porque cada cultura tem uma forma característica de se expressar com base naquilo que é conhecido, que está a seu redor. É por isso que cada língua tem expressões que, quando traduzidas literalmente, não fazem o menor sentido.

Referências

ADAM MICKIEWICZ UNIVERSITY PRESS. Some hints on the importance of teaching idiomaticity. 2000. Disponível em: http://www.thefreelibrary.com/Some+hint … aticity+(1)….-a095680218.

GODINHO, John D. Once upon a time um inglês…: a história, os truques e os tiques do idioma mais falado do planeta. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001. 358 p.

HIRSCH JR, Eric Donald; KETT, Joseph F.; TREFIL, James S. The New Dictionary of Cultural Literacy. 3rd Edition. New York: Houghton Mifflin, 2002. 647 p.

IGREJA, José Roberto A.; NOBLE III, Joe Bailey. American Idioms. São Paulo: Disal, 2006. 168 p.

Sobre a autora: Luciana P. S. Lopes é bacharel em língua inglesa pela UFMG, pós-graduada em tradução pela Universidade Gama Filho e tradutora técnica desde 2005. Tradutora e revisora do dicionário inglês-português online AVRO dx, disponível em avrodx.com.br

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

25.jpg

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do English Experts. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

6 comentários

  • 26/05/15  
    Luciana Balparda de C. Sales diz: 1

    Excelente texto, muito esclarecedor. Parabéns à autora do texto Luciana e à equipe do English Experts, sempre apresentando conteúdos primorosos.

  • 26/05/15  
    Daiane diz: 2

    Thank you very much for your explanation, Luciana!
    I think every student of English already had some doubt about this subject, and you just made it clearer for me. :)

  • 01/06/15  
    Aline diz: 3

    Congratulations! This articule was very funny and, certainly, I learnt much reading it.

  • 08/06/15  
    Luciana Lopes diz: 4

    Que bom que gostaram, meninas! Já estou preparando outros artigos e espero que sejam publicados logo aqui no English Experts!
    Abraços!

  • 09/06/15  
    Edu diz: 5

    Such a nice text! Very enlightening, having made me understand better the addressed grammar topics. Thank you very much!

  • 20/06/15  
    Nancy diz: 6

    Thanks a lot for your tips. Below my sentences:
    He likes to put away post cards.
    I gave up to go out today, it´s too cold.
    Lucy broke his boyfriend´s heart.
    Tighten your belt, ordered the stewardess.
    Robert doesn´t put up his mother-in-law.