Inglês Australiano: Vocabulário e Curiosidades

Você já ouviu inglês de britânicos, americanos, canadenses, australianos e percebeu logo uma diferença? Você também percebeu que a diferença vai além do sotaque?

Você já teve dificuldade de entender um australiano conversando em função de vááárias palavras desconhecidas que eles usam? Então não se preocupe, você não foi o único a ter problemas! Vamos entender hoje o porquê disso acontecer. Então pegue seu sanduíche de Vegemite (Ew! Isso é pior que morrer lentamente sendo devorado por tubarões), sua prancha de surf, monte em cima de um canguru, dá um play nessa música abaixo no último volume E VEM COMIGO!

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

Se você acompanha o canal do English Experts no YouTube, sabe que viajei pela Europa e fiz amizades com pessoas de diferentes nacionalidades. Entre elas, claro, estava rodeada de Australianos – porque gente, os australianos vão tomar conta do mundo, onde quer que eu fosse percebi o enorme número de Aussies para todos os lados – simpáticos e muito comunicativos.

Percebi que alguns dos meus mais novos companheiros de viagem feitos ao longo do caminho, tinham certa dificuldade de entender nossos amigos australianos, inclusive os canadenses e americanos ficavam na dúvida sobre que linguajar era aquele que eles falavam que ninguém entendia ao certo.

Até que eu mesma fui vítima de não entender: estava conversando com dois colegas de quarto, Dave e James, no albergue em Praga e falando que já havia experimentado o horrível Vegemite, uma pasta salgada e amarga muito comum entre os australianos – e eles amam aquilo! Meu deus, como conseguem?! Eis que um dos garotos me responde:

– Well, but did you have your mitey plain? You should’ve had it with some avos! It’d be grouse!

Eu não entendi metade do que o Dave havia falado. Não sabia o que era mitey – que logo achei que era mate, amigo, com sotaque australiano – nem o que era avo – que achei que era um nome de pessoa – mas logo pensei: “Grouse é gross, que significa nojento, então ele entendeu o que eu quis dizer sobre odiar Vegemite”. Mas na verdade o que ele quis dizer foi:

– Bem, mas você comeu Vegemite sozinho? Você deveria ter comido com um pouco de abacate! Ficaria excelente!

Australiano

Agora me responda: em que mundo eu acharia que mitey era Vegemite, avo era avocado e grouse era great?! Você teria entendido? Se sim, parabéns! Se não, vamos acompanhar o final dessa história.

Como não entendi patavina, comecei a discutir com o James e o Dave sobre essas palavras estranhas, das quais não entendia. E foi aí que compreendi o que acontecia: os australianos tem um hábito muito comum de abreviar as palavras que falam, criando palavras novas, ou utilizando algumas expressões incomuns na língua inglesa em geral.

Acredito que isso seja bem legal, pois faz da Austrália um lugar único e fascinante para adquirir um novo vocabulário. Por outro lado, é preciso ter uma cartilha para entender esse linguajar diferente! Para facilitar as coisas, preparei uma lista de palavras abreviadas e algumas gírias bem comuns entre os Aussies:

Inglês Australiano

Inglês Regular

Português

Arvo Afternoon Tarde
Avo Avocado Abacate
Aussie / Ozzy / Oz Australia / Australian Austrália / Australiano
Barbie Barbecue Churrasco
Bickie Biscuit / Cracker / Cookie Biscoito / Bolacha / Cookie
Bottle-O Bottle shop / Liquor store Loja de bebidas
Brekkie Breakfast Café-da-manhã
Brickie Bricklayer Pedreiro
Cardie Cardigan Cardigã
Chewie Chewing gum Goma de mascar
Chippie Carpenter Carpinteiro
Chrissy Christmas Natal
Ciggie Cigarette Cigarro
Coldie Cold beer Cerveja gelada
Comfy Comfortable Confortável
Click Kilometer Quilômetro
Cuppa Cup of tea Xícara de chá
Deli Delicatessen Delicatessen
Doco Documentary Documentário
Docket A bill / A receipt Uma conta / Uma nota fiscal
Esky Cooler Cooler
Exy Expensive Caro
Fair Dinkum True / Real / Genuine Verdade / Real / Genuíno
Footy Football Futebol
Garbo Garbage Collector Gari
G’Day Hello! Olá!
Grouse Great! Ótimo!
Gaol Jail Cadeia
Grommet Young surfer Surfista jovem
Hollies Holidays Feriado
Hottie Hot water bottle Garrafa de água quente
Journo Journalist Jornalista
Lappy Laptop Laptop
Lippy / Lippie Lipstick Batom
Maccas McDonalds McDonalds
Mozzie / Mossie Mosquito Mosquito
Mobes Mobile phone Telefone celular
Mushie Mushroom Cogumelo
Pollie Politician Político
Preggers Pregnant Grávida
Pressie Present Presente
Pozzy Position Posição
Rego Registration Registro / Inscrição
Rellie Relative Parente
Remi Remote Control Controle Remoto
Ripper Great! Ótimo!
Roo Kangaroo Canguru
Sanga / Sanger / Sammie Sandwich Sanduíche
Servo Gas Station Posto de Gasolina
Sweet as Sweet / Awesome Bom / Ótimo
Sickie Sick leave Atestado médico
Sunnies Sunglasses Óculos de sol
Tassie / Tazzy Tasmania Tasmania
Truckie Truckdriver Motorista de caminhão
Webby Webcam Webcam

É surpreendente como eles têm uma abreviação ou diminutivo divertido para quase tudo que falam! O que não é muito diferente do Brasil, não é mesmo? Eu, por exemplo, sou de Minas Gerais e a coisa mais comum por aqui é nosso hábito de encurtar palavras – como o famoso Cessaciessiônspassnassavás?”, que quer dizer “Você sabe se esse ônibus passa na Savassi?”.

Australiano

Fiquei curiosa para saber o motivo pelo qual os Aussies falam assim, afinal, é uma linguagem muito típica daquele país e certamente outras nacionalidades muitas vezes também não entendem.

Primeiramente, descobri que boa parte das gírias e abreviações são originadas do Reino Unido, no século XVIII, que perderam o uso por lá, mas foram perpetuados na Austrália.

Além disso, de acordo com a Drª. Nenagh Kemp, uma psicóloga da University of Tasmania, os Aussies usam essas expressões para parecerem menos formais, para se mostrarem mais abertos a conversas e principalmente para encurtar uma fala longa. Entretanto, muitas das abreviações não encurtam nada, afinal, qual a diferença de tempo em dizer barbie e barbecue? Mesmo assim, podemos concordar que barbie soa bem mais divertido e convidativo!

E embora alguns possam achar que esse excesso de abreviações possa fazer a pessoa parecer menos inteligente – talvez por achar que ela não teria um bom domínio do padrão culto da língua inglesa –, não é assim que é visto pelos australianos, pois funciona como um ice breaker.

Australiano

Por fim, o Dave e o James me falaram que acham que isso também faz parte da personalidade do Australiano: pois são informais e supertranquilos, como seu idioma. Para completar, disseram que algumas culturas acreditam que eles falam abreviadamente porque são preguiçosos. Se fosse assim, tadinhos de nós que somos adeptos ao mineirês!

Então, se algum aussie te convidar para um barbie e assistir a um footty num Sunday arvo e te pedir para não esquecer de levar coldies, bickie, sunnies e sangas, aceite, pois com certeza será grouse! Será sweet as!

Antes de me despedir e correr para comer um mitey sanga #sóquenão, deixo para vocês um vídeo que gravei com o James sobre essas palavrinhas mágicas. Espero que goste e have fun!

See ya!

Fonte:
Aussie slang: why we shorten words
Why we shorten barbie, footy and arvo

Música:
Men at Work – Down Under

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

37.jpg

Camila Oliveira

Camila gosta de viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas, ouvir música, sentir aromas, degustar sabores, saborear a vida, aprender novos idiomas. Não quer criar raízes, pois sabe onde é o seu lugar: o mundo.

4 comentários

  • 21/10/15  
    vitor boldrin diz: 1

    Tu poderia por legendas em português no vídeo e traduzidas as palavras em português na tabela também.

    • 22/10/15  
      Camila Oliveira diz:

      Hey Vitor, how are you?
      Adicionei a coluna em Português, ok?
      xoxo

  • 28/10/15  
    Jullyano diz: 2

    Kkkkkkk. Adorei a abreviação mineira sobre o ônibus. lol
    Muito bom texto, Camila.
    Thank u for sharing ur experiences!

  • 08/11/15  
    Mário Pinheiro diz: 3

    Acredito que a interação com os aborígenes e os índios(habitantes primitivos), tenha exercido também uma influência preponderante para a essa característica no linguajar.
    How about it?