Mapas Mentais para estudar inglês

Estudando InglêsDe forma simplificada um mapa mental é um diagrama utilizado para conectar palavras e idéias a um tema central. Normalmente isso é feito através de desenhos, palavras e linhas posicionadas de forma intuitiva de acordo com o grau de importância ou hierarquia.

Ao ler o conceito você pode ter a percepção de que um mapa mental é uma coisa complicada de se fazer, mas na verdade ele é um excelente método de estudo muito fácil de aprender e utilizar. Tanto é, que eu só consegui passar no vestibular na primeira tentativa, por conta da utilização dessa fantástica ferramenta idealizada pelo psicólogo britânico Tony Buzan.

Baixe grátis o eBook Como Aprender Inglês - O Guia Definitivo: o guia lhe ensinará o passo a passo todos os métodos e técnicas que você precisa saber para aprender a ler, entender, falar e escrever em inglês de forma simples, direta e eficiente - Download Gratuito.

Fiz o 2º grau técnico de Processamento de Dados, não conte para ninguém, mas isso foi lá pelo ano de 1999. Quando concluí do curso técnico me deparei com um problema, gostaria de ingressar na faculdade de Administração, porém não havia estudado matérias como história e a gramática do Português durante o curso técnico, matérias exigidas no vestibular. O que salvou a minha pele foi um artigo que li na época na revista Super Interessante (recomendadíssima!), o artigo falava de como uma metodologia de estudos que permitia uma maior retenção do conhecimento. Foi a utilização dos mapas mentais que me permitiu fechar (gabaritar) a prova de história e obter ótima pontuação em outras matérias.

Hoje compartilho com vocês o artigo da Super Interessante [Novembro 1996] que mudou a minha forma de estudar e digo, sem exageros, também os rumos da minha vida. Espero que seja útil para você!

Exemplo de mapa mental

A partir dos mapas mentais idealizados pelo matemático e psicólogo inglês Tom Buzzan, o professor Edvaldo Pereira Lima, da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, criou um método de estudo chamado Árvore da Criação. A idéia é estimular funções do lado direito do cérebro, sensível a imagens e fantasias. Você pode experimentar a técnica usando o exemplo abaixo. Depois de estabelecer um objetivo (aqui, o governo Getúlio Vargas) e um tempo (2 horas, digamos, com intervalo de 20 minutos), sente-se diante de uma mesa e relaxe. Escreva a palavra-chave em letras maiúsculas no centro de um pedaço de papel e faça um círculo em volta (1). Puxe ramificações para palavras ligadas ao tema, mas escreva-as só com a inicial em letra maiúscula (2). Depois, novas palavras, ligadas às ramificações, devem escritas em minúsculas (segundo Edvaldo, o cérebro tem noção de hierarquia) (3). Folheie o livro de História do Brasil despreocupadamente, anote o que sabe e o que não sabe e faça novas “árvores” se quiser. Aí, feche os olhos e fantasie ao máximo: pode se imaginar voando sobre as páginas do livro e mergulhando nesses temas, vendo sempre um relógio marcando o tempo máximo estabelecido. Depois, é só ler o livro de acordo com a sua “árvore”. Se quiser colorir e desenhar, melhor. O lado direito adora brincar.

I hope that helps!

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

29 comentários

  • 24/08/08  
    Thiago diz: 1

    No site da super interssante tem esta matéria completa, http://super.abril.com.br/superarquivo/1996/conteudo_40971.shtml

  • 24/08/08  
    lu diz: 2

    tem alguma dica de como fazer isso noe studo do idioma?

    alguma dica de “por onde começar?”

    com historia , é mais facil pois relatam os fatos… mas e na questão de gramatica? O.o

  • 25/08/08  
    Lúcio Henrique diz: 3

    Olá lu,

    Tem sim, dá uma olhada nesse link http://sabernetico.com.br/site/images/stories/cursos/ingles/verbtobe.pdf
    é um mapa mental sobre o Verbo To Be! muito prático e eficiente.

    Enjoy!

  • 25/08/08  
    Fabiana diz: 4

    AMEI! Assino em baixo…. o nome do tiozinho gênio é Tony Buzan!

    Take care,
    Fabiana

  • 25/08/08  
    lu diz: 5

    lu

    obrigado lucio!

  • 26/08/08  
    Tábita P da Silva diz: 6

    Olá!! Adorei a sugestão de estudar através do mapa mental…quero aplicar esta técnica para estudar inglès, mas não consegui fazer download do arquivo…acho que meu computador não abre arquivos em pdf…
    Peço se possivel fazer a gentileza de me enviar por e-mail?

    Fico no aguardo!

    Abs,
    Tábita

  • 26/08/08  
    Alessandro diz: 7

    Lu,

    No final do artigo sem uma série de arquivos para baixar. Inclusive com exemplos do uso de mapas mentais com a gramática da língua inglesa.

    Abraço,

  • 26/08/08  
    Alessandro diz: 8

    Tábita,

    Para baixar basta dar um clique com o botão direito no link e no menu, clicar em “Salvar link como..”. Depois de salvar em sua máquina você devera descompactar o arquivo pois ele está como “.zip”. Só assim você poderá abrir o pdf, mas lembre-se que é necessário ter o Acrobat Reader instalado.

    Link para baixar o Acrobat Reader –
    http://baixaki.ig.com.br/site/dwnld907.htm

    Espero ter ajudado!

  • 27/08/08  
    Lu diz: 9

    Demais esse artigo… estou procurando material sobre mapas mentais q ajudem a aprender ingles…

  • 28/08/08  
    Gullit diz: 10

    Dias depois de ler este post chegou no meu google reader uma notícia sobre mental maps :D
    E achei muito útil esse post:

    http://alinuxblog.wordpress.com/2008/08/27/5-ways-you-can-draw-a-mind-map-in-linux/#comments

    Nele várias pessoas dão sugestões de programas que podem te ajudar a criar seus mapas no computador, inclusive, com ferramentas online, vale conferir!

    Obs: Que tal dar uma “garimpada” nos softwares e nas ferramentas online e fazer outro post recomendado os mesmos ? fica ai a dica!

    Valeu!

  • 16/06/09  
    Vanessa Lemes diz: 11

    Gostaria de saber como eu explico a um amigo como chegar em um lugar em Inglês.Utilizando um mapa…

  • 04/09/09  
    Rosangela Bernabé diz: 12

    Vocês são tudo de bom!! adoro entrar aqui!!
    Obrigada!!

  • 12/03/10  
    wilson diz: 13

    Pessoal, estou chegando agora com muito atraso(põe atraso ) pois tive conhecimento do blog recentemente. Rosangela peço licença para plagiar suas palavras:” Voces sao tudo de bom”, de verdade. obrigado.

  • 11/04/11  
    Danilo diz: 14

    Post muito bacana, quero partilhar que eu também utilizei este método para aprender inglês, e ainda estou utilizando para aprender espanhol e francês. Galera funciona mesmo.
    Alessandro, keep up the great work!!!

    • 12/04/11  
      Alessandro diz:

      Thank you Danilo!

  • 13/04/11  
    ANTONIO CARLOS diz: 15

    very good, I am going to study wity more facility.

  • 13/04/11  
    Berenice Pereira rosa diz: 16

    Maravilhosa essa ideia, acho que os chineses usam dessas dicas.

  • 09/05/11  
    Lucas diz: 17

    Muito bom mesmo!!
    Estou cursando Administração, mas ja quero iniciar a graduação em Economia no começo do ano que vem. Creio eu, que isso vai me ajudar pra caramba no vestibular!!

    Vlw

    • 10/05/11  
      Alessandro diz:

      Lucas,

      Desejo sucesso para você nas provas do vestibular.

      Abraços,

  • 15/05/11  
    Elisabeth Queiroz diz: 18

    Parabens, Alessandro! Dica muito boa! Queria entrar no EE todo dia, pena que não dá tempo (tenho que trabalhar pra sobreviver)rsrs Mas obrigada mesmo. Um abraço

    • 15/05/11  
      Alessandro diz:

      Elisabeth,

      Obrigado pelo comentário. O importante é não desistir e sempre que tiver um tempinho estudar.

      Sucesso sempre!

  • 16/11/11  
    Jose Orlando diz: 19

    There`s something strange. The magazine in its number of november of 1996 dosn`t contain anything about mental maps…

    • 20/11/11  
      Alessandro diz:

      José,

      O título do artigo é “Palmeiras verginho não resiste ao timão”. Ele não é o artigo principal da revista. Tenho ela aqui!

      Abraços,

  • 05/12/11  
    Wander Stayner diz: 20

    Muito interessante!!!

  • 05/12/11  
    Raphael Nunes diz: 21

    Olá. Gostei muito do artigo, sempre usei mapas mentais na criação de fluxogramas para processamento de dados de algoritmos porquê facilita muito mesmo na hora de entender. Mas o que eu nunca pensei era em usar essa técnica em outras matérias. Vou adotar esse método para estudar para o próximo vestibular Fatec. Abraços.

    • 05/12/11  
      Alessandro diz:

      Raphael,

      Que bacana que você gostou. Eu sou fã de Mapas Mentais, uso essa ferramenta para organizar e estudar quase tudo.

      Bons estudos!

  • 22/12/11  
    Aquino diz: 22

    Alessandro os mapas mentais tem me ajudado muito em superar um problema de dislexia.

    Continue com com as dicas.
    Deus te abençoe.

    Aquino.

    • 22/12/11  
      Alessandro diz:

      Obrigado pelo comentário.

      Sucesso nos estudos!

  • 20/02/12  
    Bruno diz: 23

    Ótimo artigo, obrigado por compartilhar com todos! Pena eu só ter achado ele depois de ter ficado de recuperação em Biologia… Mas como eu passei, posso utilizar essas dicas para nunca mais sofrer esse trauma! rs