Morar no exterior é garantia de fluência?

Quanto mais o tempo passa, mais percebo que o caminho mais curto para adquirir fluência no inglês é mesmo morando em um país onde o idioma é falado. Aqui vale a regra: o tempo de exposição ao idioma é inversamente proporcional ao tempo necessário para o aprendizado. Inclusive, isso já foi dito pelo brilhante prof. Michael Jacobs, segundo ele qualquer pessoa pode aprender inglês em 1.200 horas de estudo. Muitos contestam esse número, mas isso não vem ao caso.

Entretanto, nesses mais de dois anos e meio de English Experts, eu venho conhecendo histórias de pessoas foram fazer intercâmbio e voltaram sem falar inglês. O que teria acontecido com essas pessoas? A resposta que vem de imediato na minha mente é: elas não se prepararam bem, por conta disso não conseguiram aproveitar a oportunidade.

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

Não é raro ver em grupos ou fóruns na net, pessoas desesperadas pedindo ajuda: “eu preciso aprender inglês em um mês”, normalmente por conta de uma viagem agendada para o mês que vem. Para eles eu lamento ter que dizer: “você não vai conseguir aprender inglês em um mês e você também não vai se tornar fluente em sua viagem”.

Se você vai fazer um intercâmbio, prepare-se. Lá fora as coisas não são fáceis e se você não consegue se comunicar razoavelmente no idioma deles, tudo fica ainda mais complicado.

See you!

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

9 comentários

  • 12/04/09  
    Alex Jilas diz: 1

    Thanks Alessandro :)

  • 13/04/09  
    Everton diz: 2

    Quero endossar o que foi escrito pelo Alessandro, pois estou passando por essa experiência de estudar inglês no exterior e realmente se eu não houvesse me preparado antes seria muito mais dificil com certeza.
    Eu vejo pessoas que não estudaram inglês previamente e que vieram para cá, elas tentam tentam mas não tem jeito, é tudo muito dificil para quem não tem uma base….ah, estou na Austrália, em Brisbane e só para constar…é muuuuuito difícil entender o que os australianos nativos dizem…

  • 13/04/09  
    Nani diz: 3

    Oo

    Realmente, fica fácil entender o que vc quer dizer, Alessandro.

    Queria completar o seu post dizendo ao pessoal que quer estudar no interior para ficar fluente, que existe muitas forma de não ficar (se vc vai pra lá e anda com brasileiros, se evita fala inglês e estar em contato, se não vê TV, etc, provavelmente seu inglês não vai melhorar tanto…).

    Além disso, não pense que em um ou dois meses você vai adquirir fluência, a não ser que vc já esteja num nível bem avançado, precisando apenas treinar seu speaking e corrigir algumas falhas, a fluência não é tão rápida quanto parece. Conhece pessoas que moram lá há um ano, estudam, tem amigos americanos e não se consideram fluentes… isso depende de cada um e são suas atitudes que vão determinar isso. Muito input e output, além de determinação, são os primeiros passos. Mágica não existe, nem um tempo determinado para adquirir fluência =)
    Think about it!

    Valeu pelas dicas maravilhosas de sempre, Alessandro! Abraço!

  • 13/04/09  
    Fabiana diz: 4

    Eu estive fora por 1 ano e 6 meses, morando em Johannesburg, Africa do Sul.

    Na verdade quando fomos estavamos em 3 casais, e eu ja tinha feito curso, entao achava que estava arrebentando.
    Mas quando cheguei la nao entendia nada do que eles falavam !!!
    E isso porque o ingles que eles falam la nao e igual ao Ingles que se fala nos EUA ou Inglaterra…
    Devido ao Apartheid as pessoas passaram a se comunicar em dialetos proprios tais como Zulu, Africanse, Xhosa e mais uns 9 que nem me lembro o nome.
    E por isso muitas das pessoas falam um pessimo ingles. (digo isso me referindo a populacao negra da africa, pois infelismente devido a esse movimento eles nao tiveram oportunidades).

    E e muito dificil pois alguns deles devido a tanto sofrimento vivido em um passado nao muito distante (tendo em vista que o apartheid acabou fazem uns 14 anos) acabam descriminando as pessoas brancas, (pois o apartheid terminou no papel, mais ainda restaram resquicios dentro dos coracoes das pessoas.

    Enfim, tenho uma amiga que estava la comigo em Joburg e agora foi para NY ela me diz que nao entende nada que as pessoas falam. E nos trabalhavamos juntas em Joburg, e ela trabalhava na Diretoria de uma empresa.

    Acho que a pessoa tem que se preparar mais tambem estar morando fora e uma ajuda, pois com o passar do tempo de tanto eu utilizar palavras como sorry ou no problem, e mesmo depois de 3 meses aqui no Brazil a certas expressoes que ainda utilizo.

    Porem muito do Ingles que aprendi sumiu da minha mente.

    O negocio e praticar e se atualizar dia apos dia.

    Bjus

  • 14/04/09  
    luis coelho diz: 5

    Tenho ingles intermediario e em 2008 passei 2 meses estudando em Vancouver numa escola considerada boa.Foi pouco tempo e consegui melhorar o meu listening mas para pegar fluencia eu precisaria de passar pelo menos mas 10 meses la. Percebi que muitos brasileiros nao gostam de encontrar com brasileiros mas isso e quase impossivel pois brasileiro esta em toda parte. Na escola vc so consegue falar ingles(pouco), com o professor pois o resto dos alunos sao orientais que nao falam quase nada.Para falar ingles mesmo vc tem de procurar na rua , nas lojas, restaurantes, na homestay,etc.Minha conclusao e que valeu a pena principalmente pq Vancouver e uma cidade espetacular.Visitei alem da minha escola ,mais 7 outras escolas e para falar a verdade no Brasil tem escolas(como Cultura Inglesa e Cel Lep), com estrutura e professores muito melhores que as escolas canadenses. Da para estudar aqui no Brasil e aprender muito bem sim.

  • 26/04/09  
    Rafael diz: 6

    Acho que a pessoa tem que dedicar ao estudo do idioma que ela quer aprender, mesmo morando num país onde essa língua é falada!

    Tenho um colega que morou 6 meses na Inglaterra e não sabe absolutamente nada de inglês!

    Morar no exterior ajuda e muito, mas depende dos esforços da pessoa e fugir dos brasileiros que lá estão, é claro!

  • 21/06/09  
    MISTERY diz: 7

    Morar no exterior nem sempre e garantia de ingles fluente.Moro no exterior ha 10 anos e estudo sempre…leio….Conheco pessoas q tem mais tempo do que eu e nao sabem nem o verbo “to be’.Tudo depende do esforco da pessoa.Se nao se esforcar fica com ingles de indio . Cada pessoa tem uma necessidade diferente.Uns prefere so trabalhar ao inves de estudar. Temos que respeitar os outros como gostariamos de ser respeitados.

  • 03/07/09  
    Igor Machado diz: 8

    E ae pessoal, gostaria de deixar o meu comentário, Morei 6 meses na Nova Zelândia, cheguei lá no Aeroporto sabendo mostrar o papel da escola, o da casa, falar que estava com fome e sede, após o quarto mês eu já me comunicava perfeitamente, não fluente claro, mas eu conseguia entender as pessoas e elas me entendiam, então na minha opinião sim, morar fora vai te trazer uma fluência e morar fora considere acima de 3 meses, abaixo disso não vale a pena a não ser que vc tenha um inglês muito bom e vai lá só para praticar, conheci muito gente que chegou lá sem ingles tbm para curso de 1 mes e reclamou que não aprendeu nada e isso é verdade mesmo, pq vc demora 15 dias para se adaptar ao novo ambiente em que vive, então se vc quer ter pelo menos ter um inglês avançado no exterior a dica é simples, um curso de pelo menos 12 semanas, evitar totalmente o português, fazer amizades, isso é possível, os nativos realmente não são muito amigáveis, mas nesses países existem muitas pessoas de outras nacionalidades tbm que são muito legais, assistir TV, escutar rádio, comprar jornal, revista, enfim, viver a vida que vc vive aqui mas lá fora, aí sim irá valer a pena.

    See ya.

  • 13/07/09  
    Meire Andrade diz: 9

    Hi Alessandro

    Nossa tudo isto serviu de licao para mim. Eu estou fora do Brazil mais ou menos 8 anos e ate hoje nao falo fuente ingles. Eu resido na Inglaterra e tenho vergonha de dizer, mas eh pura realidade. Eu nao encarei o english como prioridade, (no pain no gain) como vc mesmo comentou. Eu tenho que criar vergonha na cara e aproveitar a oportunidade de morar na Inglaterra e estudar, falar, repetir, ouvir e escrever muitas e muitas vezes pois o meu tempo ja passou… e nao gostaria de esperar mais 8 anos para aprender. Thanks. See you!