Não consigo aprender inglês! Por quê?

Mikhail GorbachevRecebo mensagens de muitos leitores dizendo que não conseguem aprender inglês de forma alguma, que não há motivação. Alguns reclamam que estudam há muitos anos e nada de obter a sonhada fluência.

Esses dias ao ler um livro de gestão empresarial, encontrei uma pequena história contada por Mikhail Gorbachev – aquele da União Soviética – em seu livro Perestroika. Talvez a lição deixada por ele sirva para muitas pessoas. Confira abaixo:

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

Certo dia, um transeunte observa a seguinte cena: dois operários estão construindo um muro, o mesmo muro; havia uma diferença notável entre o pedaço de muro construído por um e pelo outro: o do primeiro estava ainda baixinho, enquanto o do outro era três vezes maior. O primeiro estava com ar resignado, carrancudo, com evidente má vontade. O outro, ao contrário, cantava, feliz e alegre.

O transeunte, intrigado, pergunta ao primeiro: “O que é que você está fazendo?” Ele responde: “Estou construindo um muro, não está vendo?” E ele torna a perguntar: “E para que você está fazendo isso?” E ele responde: “Ora, para ganhar a vida…” Perguntando a mesma coisa para o outro operário, este respondeu, com um grande sorriso nos lábios: “Estou construindo uma catedral”.

E você? Por que estuda inglês? Você gostaria, precisa ou quer aprender inglês?

Aguardo sua resposta nos comentários.

See you soon!

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

29 comentários

  • 03/07/08  
    Tiago Queiroz diz: 1

    Demorei pra cair na real, mas estou pq quero aprender, quero me comunicar com outras pessoas, quero viajar, conhecer mundo a fora. Procuro sempre inspiração, pra não deixar de lado meus estudos. O tempo que utilizo pra estudar é quando chego da faculdade (Meia-Noite), não posso parar, pq o tempo não para.

  • 03/07/08  
    Evilázio Cavalcante diz: 2

    Estimado Alessandro,

    em primeiro lugar quero mais uma vez agradecer a força que vocês têm me dado no aprendizado do Inglês. Os primeiros passos são exigentes e dolorosos, mas necessários e importantes. Atualmente estou morando fora do Brasil, mais precisamente no Kenya, país de colonização inglesa. Estudo numa escola chamada The Language Center, com um bom método de ensino, com um corpo docente e discente de vários países e culturas. Está sendo uma ótima experiência de imersão na língua.
    Relamente eu QUERO adquirir a sonhada fluência no Inglês. Posso dizer também que preciso e gostaria muito. Estou lutando com todas as minhas forças para que isto se realize.
    Take care! God bless you!

  • 03/07/08  
    Victor Couto Alves diz: 3

    Oi Alessandro!

    Boa tarde! Eu estou mergulhando agora nesse oceano da blogosfera, eu e um colega somos estudante de Petróleo e Gás, e montamos um blog voltado para os Tecnólogos em Petróleo e Gás, assim como para quem se interessa para a área.

    O inglês é de extrema importância nessa área, então por isso, gostaria de fazer parceria com vcs! vc pode nos linkar?
    eu já coloquei o link de vcs lá!

    O site é http://www.tecnopeg.blogspot.com

    Desde já agradeço, o meu e-mail é victor.tecnopeg@gmail.com

    abraços e sucesso para o seu blog!

  • 03/07/08  
    donay mendonça diz: 4

    Olá pessoal,

    Esse texto do Alessandro me faz lembrar de uma antiga frase dos meus pais:A gente deve trabalhar com aquilo que a gente gosta,pois é a melhor maneira de se obter sucesso.

    Regards.

  • 03/07/08  
    Diego diz: 5

    Eu aprendo inglês porque eu gosto… acho divertido falar e aprender inglês…

    Minha motivação é olhar para um texto e entender o que está escrito… e sempre que encontro uma palavra ou expressão nova, eu anoto e faço uma pesquisa.

    Sempre encarei o aprendizado, como se cada palavra fosse um objeto de uma coleção…
    E como bom colecionador, Quanto mais completa é a coleção, melhor…

    Abs

  • 04/07/08  
    JAIRO GOMES DE LIMA diz: 6

    Eu gostaria muito de aprender inglês eu preciso demais pois eu trabalho para uma empresa da Dinamarca e viajo pelo mundo todo, neste momento estou na Indonésia e estou com muitas dificuldades de comunicação por justamente não ser fluente em inglês. Já sou aposentado, tenho 47 anos e tenho também um comércio mas gosto do desafio então como fazer para realmente aprender o inglês?

  • 04/07/08  
    Diogo diz: 7

    Eu estudo inglês porque é preciso, é necessário, trabalho com informática e quem é da área sabe o quanto um profissional que sabe inglês é valorizado. Mas mesmo assim ( mesmo que seja por “obrigação” ) eu encontro motivação, porque o inglês é necessário para dominar a computação, e a computação, essa sim, é a minha paixão. :)

  • 04/07/08  
    Lúcio Henrique diz: 8

    Olá Alessandro, bom trabalho com tecnologia a quase 6 anos, estou formando este ano em ciência da computação e como todos sabem qualquer assunto, programa, etc tem como língua mestre o inglês. Confesso que passei esses anos todos sem nenhuma dificuldade para instalar algum programa, configurar algum hardware e até mesmo ler manuais. Mas sempre foi por alto. Nunca passei um aperto para entender um manual (e olha que já tive que compreender manuais grandes..hehe) nem ao mesmo programar em inglês (e olha que todas as linguagens são em inglês). Até acho curioso pois tenho contato com pessoas fluentes em inglês e muita das vezes elas não compreendem termos que eu estou muito acostumado. Mas agora resolvi aprender por conta própria, porque o inglês me fascina. Tenho vontade de um dia poder ver um filme sem precisar da legenda, de viajar pro EUA e não ficar com medo ou receio de não entender nada.
    Baseado nesse interesse eu tomei a decisão(creio que até um pouco tarde) de aprender a gramática, as regras, a forma correta. Pois como disse, consigo compreender uma frase do meu manual, mas não saberei te dizer em qual tempo verbal ela está ou se está correto o que eu imagino que seja.
    Estou me amparando em vários sites, tais como este e também o ego4u.com. Ontem em minha primeira aventura aprendi e consegui assimilar os numerais cardinais e ordinais (hoje tudo o que era n’úmero e data saí “convertendo” na minha cabeça). Hoje peguei os pronomes, primeiro vou decorar todos, assimilar e depois praticar o seu uso.
    Mas queria de você, Alessandro, ou de qualquer outro amigo que possa me ajudar aqui uma luz: Que sequência é melhor eu seguir? vocabulario -> pronome -> verbo -> etc etc. O que você recomendaria para eu seguir? aprender primeiro o quê? depois o quê? eheh É mais um pedido de “norteamento” que creio que seja o que está me “pegando”.
    Quanto a esta matéria, só veio confirmar o que consegui visualizar: força de vontade que eu chego lá!
    Obrigado desde já.

  • 04/07/08  
    JOSE BONIFACIO DE SOUSA MACIEL diz: 9

    Pessoal. estou cadastrado meu nome é J. Boni. tenho lido tudo que voces escrevem e a minha opinião é a seguinte:
    O que seria de nós,” digo eu, ” se existisse algumas pessoas iguais as que criaram este programa BLOG ENGLISH EXPERTS.
    ?????
    REGISTRO AQÙI EM LETRA MAIUSCULA, TODA MINHA GRATIDÃO., AGRADEÇO A TODOS PRINCIPALMENTE PORQUE NÃO EXISTIRIA UM SEM O OUTRO.TEM QUE HAVER ALGUEM A NOS ORIENTAR E ALGUEM PARA RECEBER ESTAS ORIENTAÇÕES. OBRIGADO, OBRIGADO A TODOS.

  • 04/07/08  
    JOSE BONIFACIO DE SOUSA MACIEL diz: 10

    DESCULPEN EU QUI DIZER ” SE NÃO EXISTISSE “

  • 04/07/08  
    JOSE BONIFACIO DE SOUSA MACIEL diz: 11

    Pessoal. estou cadastrado meu nome é J. Boni. tenho lido tudo que voces escrevem e a minha opinião é a seguinte:
    O que seria de nós,” digo eu, ” se não existisse, algumas pessoas iguais as que criaram este programa “BLOG ENGLISH EXPERTS”.
    ?????
    REGISTRO AQÙI EM LETRA MAIUSCULA, TODA MINHA GRATIDÃO., AGRADEÇO A TODOS PRINCIPALMENTE PORQUE NÃO EXISTIRIA UM SEM O OUTRO.TEM QUE HAVER ALGUEM A NOS ORIENTAR E ALGUEM PARA RECEBER ESTAS ORIENTAÇÕES. OBRIGADO, OBRIGADO A TODOS.

  • 04/07/08  
    Laura diz: 12

    Eu gosto de inglês e tenho muita vontade de aprender,e um dia poder falar fluentemente,e esse site nos ajuda muito,dando dicas de gramática e livros,vocês estão de parabéns.

  • 04/07/08  
    junior diz: 13

    moro no canadá, tenho q aprender por bem ou por mal, mas ta rolando por bem, eh muito legal aprender na fonte!

  • 06/07/08  
    lucas diz: 14

    Eu estudo inglês a muito tempo tenho 15 anos e ja falo fluente a lingua a pessoa que quer aprender o mais rapido possivel a falar inglês por que precisa “trabalhar para ganhar a vida” quer aprender tudo de uma vez so quando se estuda inglês ou qualquer outra lingua vc vai de pouco em pouco estudo inglês a 4 anos e alguns meses mas so falo fluente a pouco tempo nunca fui a nenhum pais que falasse a lingua mais um dia irei xD!!!

  • 07/07/08  
    Campos diz: 15

    Olá, encontrei o vosso blog-site por um mero acaso, como se acreditasse nisto, mas gostei muito, estou a qquase 16 anos fora do Brasil, e a minha experiencia é a seguinte, tudo é uma questao de colocar empratica o pouco ou muito q se sabe, falo, ingles, holandes, frances, espanhol, e agora por motivo de trabalho estou aprendendo grego, estive nestes paises a trabalho e sempre ouvi isso: se uma crianca de 3 anos pensasse – e caramba falo tudo errado- elanunca aprenderia, entao usar o q se sabe certo ou errado usar, os povos que tem esses idiomas gostam de ensinar, ao contrario de nós brasileiros que gostamos de rir quando alguem fala mal a nossa língua, saudacoes desde a Grecia.

  • 07/07/08  
    Raphael diz: 16

    Muito legal a história.
    Eu estudo inglês há mais o menos 5 anos, confesso que quando eu fazia curso por ser muito novo não levava a sério, via aquilo como um passatempo, porém agora estou me dedicando muito e acredito que o meu principal objetivo atualmente falar um inglês fluente.

  • 07/07/08  
    Jailton Oliveira da Silva diz: 17

    Eu realmente quero aprender ingles porque gosto muito do idioma. Agora um grande problema que eu encontro é manter a motivação. As vezes começo estudando a todo pique mas depois pareço desanimar ou não estudo mais com afinco até diminuir o ritmo. Esse é um grande problema que acho para quem estuda sozinho.

  • 08/07/08  
    Roberto Malfatti diz: 18

    A lição deixada, no livro, por Mikhail Gorbachev é muito interessante.

    “Se você não se interessar ou gostar do que faz, nada vai dar certo”

  • 13/07/08  
    edvania diz: 19

    Adorei este artigo , serve de incentivo há milhares de alunos e estudantes em todo o pais , na realidade já faco ingles e a cada dia me apaixono mais ….

  • 29/07/08  
    iris oliveira diz: 20

    gostaria de saber se eu estudar 15 horas por dia em dois messes estarei fluente

  • 19/08/08  
    angela diz: 21

    ola, gostei muito do artigo, eu estou com muita dificuldade para aprender ingles, moro na holanda a 2 anos, compro todos os cursos que vejo nas livrarias, estudo muito, mas nao consigo me comunicar muito bem, tenho muita insegurança para falar….vcs podem me ajudar???

  • 31/12/08  
    nilson junior diz: 22

    quero aprender a falar o ingles porque eu vou fazer a faculdade de engenharia e o curso precisa do ingles ok me ajudem

    • 31/12/08  
      Alessandro diz:

      Nilson,

      Eu recomendo que você faça o cadastro no nosso fórum e tire lá as suas dúvidas. O link é:
      http://www.englishexperts.com.br/forum/

      Tenho certeza que o professor Donay e os outros membros vão te ajudar.

      Good luck and Happy New Year!

  • 15/03/09  
    Natalia diz: 23

    Olá!

    Gostei muito desse blog desde o 1º dia que o vi.
    Pois bem, estou aprendendo inglês por que gosto de fato da língua, e de um modo geral gosto de aprender novos idiomas.

    Estudo inglês sozinha há algum tempo, mas recentemente me matriculei em uma escola de idiomas nas turmas de inglês e espanhol.

    Farei intercâmbio para Londres para estudar mais profundamente o idioma e quero me preparar ao máximo para tal.

    Parabéns pelo blog!

  • 02/09/09  
    Roberto Garcia diz: 24

    Bom mesmo, como é citado no livro Como NÃO Aprender Inglês, de Michael Jacobs, é aprender um idioma, seja ele o inglês ou não, com paixão pelo aprendizado.
    Você até pode fazer cursos e mais cursos, mas se não houver paixão, entrega, simplesmente desista, é tempo, sonhos e dinheiro perdido.

  • 08/01/10  
    Luciana diz: 25

    Eu gosto, quero e preciso aprender inglês… essa é a verdade.
    Eu amo essa língua, de paixão. Quero muito aprender, mas parece que tenho um bloqueio, sei lá. Quando acho que estou conseguindo entender alguma coisa, tudo fica complicado e não entendo mais nada. Num diálogo, por exemplo, eu entendo 65% do que está sendo falado, mas isso não é suficiente para entender o contexto como um todo e isso me entristece. Mas continuo tentando, sempre com bastante dedicação e fé de que um dia alcançarei meu objetivo maior, que é ser fluente na língua Inglesa.

  • 15/04/10  
    neide diz: 26

    Eu gosto muito de inglesh mais tenho dificuldade em juntas as palavras que eu ja sei. E quando sou teimosa que juntos as palavras , as frases asem erradas! AI eu me stresso.

  • 17/04/10  
    kiane diz: 27

    Olá…acho interessante o ingles, mas tenho dificuldades de aprender…tenho amigos que moram no exterior, vc nem imagina como nos comunicamos…ele veio passar uns dias por akii nossa como é chato nao poder compreende-lo….ai eu fico pessima ne

  • 19/05/10  
    Angelo Junior diz: 28

    estou tentando aprender inglês por que sou representante comercial de uma das maiores fábricas de capacetes do mundo e frequentemente temos feiras e eventos e o inglês é a lingua mais usada nestes eventos. Preciso aprender a me comunicar com os estrangeiros, mas, não consigo pensar em inglês. Tenho dificuldades de pensar em inglês para me comunicar. Estou na minha 2ª aula particular com uma professora que acabou de chegar da inglaterra. Não consigo me concentrar no inglês.