Os benefícios do estudo de idiomas para o Cérebro

Eu sempre fui fascinado por estudos sobre o funcionamento do cérebro. Quando era adolescente lia e relia as reportagens da Superinteressante sobre as pesquisas do cientista Ivan Izquierdo, pioneiro no estudo da neurobiologia da memória e do aprendizado. O assunto já rendeu alguns artigos aqui no EE, vocês devem se lembrar dos posts Como nosso cérebro aprende inglês e Mapas Mentais para estudar inglês.

Na última sexta-feira fiquei muito feliz ao ver que o assunto do último NerdCast era Neurociência. Entre outros assuntos interessantes, o convidado André Souza, doutorando em Psicologia cognitiva, falou sobre as vantagens de se falar mais um idioma.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

A parte que mais me chamou a atenção foi quando ele falou sobre Sinestesia Cognitiva. O termo é “feio”, mas a explicação é simples. Nós temos a tendência de achar que a percepção de alguma coisa pode influenciar na compreensão de uma coisa completamente diferente. É mais ou menos o que acontece quando baixamos o volume do som do carro quando estamos tentando encontrar algum endereço. Você já fez isso?

Agora a informação que realmente me surpreendeu e que vai interessar a todos que estudam idiomas. Veja só o que André falou sobre a Sinestesia Cognitiva para quem fala mais de uma língua:

… pessoas que falam mais de uma língua tem um controle atencional muito maior. Então, elas conseguem mudar de uma tarefa para outra de forma mais fácil sem ter que desligar uma tarefa, sem ter que baixar o volume do rádio para poder enxergar um número melhor…

Isso se dá por conta do treinamento constante. Entenda melhor.

…quando a pessoa fala duas línguas, ou mais de duas línguas, ela tem que constantemente inibir um sistema e colocar o outro em evidência. Quando ela quer falar inglês, por exemplo, se ela está falando português ela tem que baixar o conhecimento do inglês para ela focar no inglês.

Além de todos os benefícios, estudar idiomas é ainda uma academia para o cérebro. Eu tenho alguns apontamentos sobre o livro Use Your Head do famoso Tony Buzan, espero falar sobre ele em breve.

Vocês gostariam de ler mais sobre tema aqui no blog?

Aguardo comentários!

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

50 comentários

  • 18/03/12  
    Natalia azevedo diz: 1

    Interessantissimo.. Gostei.

  • 19/03/12  
    Isabelle diz: 2

    Muito legal! Não sabia disso.
    Gostaria de saber mais…

  • 19/03/12  
    Luisinhocosta diz: 3

    Também gosto desse tema, muito bom!

  • 19/03/12  
    Lustosa diz: 4

    Não recordo a fonte, mas já li em algum texto sobre neurociência que nós só utilizamos 10% da potência do cérebro para atividades rotineiras, habituais. Aprender algo novo, como um idioma, exige utilização da potência total, aumentando a irrigação sanguínea e a própria quantidade de sinapses. Bem, não sei se esta informação ainda encontra-se cientificamente válida, mas parece esclarecer porque é tão fácil e comum acomodar-se e viver mecanicamente e tão trabalhoso viver estudando, deslocando-se e reconfigurando-se dentro de si mesmo.

  • 19/03/12  
    Vandersson diz: 5

    Muito bacana!
    Me interesso muito por esse tema também.

  • 19/03/12  
    Eric Piccinin diz: 6

    Nossa me interesso bantante por esse assunto adoraria ler mais sobre ele aqui também além de acompanhar o nerd cast…
    Abraços

  • 19/03/12  
    RicardoQ5 diz: 7

    Interessante Alessandro,
    Para complementar gostaria de escrever um trecho que vi num podcast do “LearnEnglish”:
    “Researches of University collegue London had measured the brains of people who are bilingual and the brains of people who are monolingual. It found that the Part of the brain which processes information is BETTER developed in people who are bilingual than in people who are monolingual.”
    Mais um motivo pra aprender esse maravilhoso idioma. ;)
    Um abraço.

  • 19/03/12  
    Cezar Ribeiro diz: 8

    Alessandro, parabéns pelo site. Ele já me ajudou bastante a encontrar material interessante, de qualidade e gratuitamente na Net. Também sou fascinado por assuntos relacionados à Neurociência, Neurolinguística, etc. Posts sobre estes temas serão sempre bem-vindos! Grande abraço e obrigado pelas dicas que o seu site tem nos proporcionado.

    Cezar Ribeiro
    Niterói-RJ

  • 19/03/12  
    Lena Plassa diz: 9

    Muito legal o artigo, gostaria de saber mais sobre o assunto.
    Abs.

  • 19/03/12  
    Adriano Gameiro diz: 10

    Parabéns, belo artigo. Eu particularmente gostaria muito de ler mais sobre o assunto. Fico no aguardo de novas contribuições suas ou dos demais experts.

  • 19/03/12  
    Dr.Augusto diz: 11

    Olha, eu já baixei o som do carro para olhar a agenda do celular. Várias vezes!

  • 19/03/12  
    Mary Beatrice (@MaahAckles) diz: 12

    Eu sabia disso!e acho muito interessante mesmo(também amo estudos sobre o cérebro humano).
    Esse blog é excelente!!!amo demais!!!

  • 19/03/12  
    Dennis Rottino diz: 13

    Fiquei suuper feliz com a noticia porque fala 5 linguas, mentira 4 estou aprendendo a 5° mas quero ser um super poliglota e/ou interprete adoro traduzir coisas. ;D

  • 19/03/12  
    Nancy diz: 14

    I liked it. I´m going to try this method. It´s very interesting.
    Thank you very much.

  • 19/03/12  
    Fernando diz: 15

    Que legal que você também ouve nerdcast! E o assunto é sim muito interessante, com certeza tem muito material por aí, já que existem muitos estudos sobre a mente humana. E provavelmente muitos outros sobre o aprendizado de novos idiomas. Escreva mais sobre.

  • 19/03/12  
    Marta Jacob diz: 16

    É como se a pessoa q fala várias línguas fosse várias pessoas, ela contacta outras culturas, outras maneiras de ser, se torna um pouco como os nativos de outros países, é fantástico.
    Adoro línguas, já falei 4, esqueci 2 por falta de uso e no momento fora o portugues (que conheço a fundo), so mesmo frances e ingles
    Parabens pelo blog, abre os horizontes mentais, sai da mesmice

  • 19/03/12  
    Erica diz: 17

    Adorei o post! Também adoro esses assuntos sobre aprendizado/funcionamento do cérebro. Vou adorar ler mais sobre isso aqui!

  • 19/03/12  
    Sol diz: 18

    Sim, gostaria de mais artigos sobre o tema. Os assuntos sobre funcionamento do cérebro e sobre aprendizagem sempre me interessam. Aí vai um comentário; Li num artigo de jornal (há muito, muito tempo) que crianças que aprendem a tocar um instrumento até os dez anos de idade vão melhor em matemática, pois o estudo da música nessa idade desenvolve conexões interligadas ao raciocínio matemático e o cérebro jamais as perde. Eu não tenho filhos, mas quem tiver filhos com menos de dez anos aí, bota pra aprender a tocar um instrumento musical… Hugs.

  • 19/03/12  
    Diego Araújo diz: 19

    Sou totalmente a favor de mais posts sobre o assunto. É interessante saber como a condição neurológica pode afetar nosso empenho no aprendizado de idiomas ou como o mesmo influencia em outras atividades e habilidades mentais.

  • 19/03/12  
    Sabrina Pires diz: 20

    Eu ouvi esse Nerdcast na última sexta também e fiquei fascinada por esse tema. Toda ciência que se aplica ao estudo do cérebro é interessantíssima.
    Nesta parte onde o André Souza ressalta os benefícios de falar mais de uma língua, fiquei ainda mais empolgada com o tema e principalmente com o estudo do inglês.
    Espero ver mais posts envolvendo neurociência e aprendizado.

  • 19/03/12  
    sum diz: 21

    That’s really interesting!! ;) thanks for sharing!!

  • 19/03/12  
    Cristiane diz: 22

    Eu estudo outro idioma e já não me distraio. Eu adoro estudar com música e não me atrapalho.
    Realmente eu gostaria de saber mais sobre isso.
    Tu estás de parabéns pelo blog!

  • 19/03/12  
    ozana diz: 23

    Please, write always that have some respect.

  • 19/03/12  
    Helena diz: 24

    Já sabia que estudar idiomas fazia bem ao cécebro, mas fiquei muito feliz ao saber que os benefícios são ainda maiores. Adorei!!! Já falo três línguas, vou estudar mais uma. Adoro este blog. Adoraria ler mais sobre o assunto.

  • 19/03/12  
    Helena diz: 25

    Yes, I would like to read more about this. Please, write to us.

  • 19/03/12  
    Alessandro diz: 26

    Hi everyone,

    Obrigado pelos comentários. Que bom que vocês gostaram do tema, vou preparar mais artigos sobre o assunto.

    Take care!

    • 20/03/12  
      Ana diz:

      This is a very interesting subject! It’s very good to know how things work inside our mind, isn’t it? That’s why it’s so amazing studying psychology, science and stuff! Thanks for sharing!

  • 19/03/12  
    Tawer diz: 27

    Ótimo tema, realmente faz muito sentido além de ser um fator motivador, Parabéns.

  • 19/03/12  
    Lucas Jordão da Silva diz: 28

    Hi there! This is a very interesting article. Congratulations Alessandro.
    Of course I would like to read more about the subject. EE is a powerful tool for anybody who wants to learn English. Thanks a lot.

  • 20/03/12  
    maximina mogadouro diz: 29

    Prezado,
    Gostaria de comentar que gosto muito do seu site… procuro ler diariamente… achei fantastica sua dica dos mapas mentais… (vou divulgá-los)… gostaria que continuasse seu assunto sobre o livro Use Your Head do famoso Tony Buzan (pois sempre tive grande dificuldade em aprender ingles e continuo procurando alternativas para superar); ficarei aguardando mais artigos relacionados. Me permita dizer que sou Sua fã..!!! (rsrs)
    Maximina

  • 20/03/12  
    Jorge Cardoso diz: 30

    Olá, Alessandro. Gosto desse tema, embora leigo nessa área, os estudos sobre o cérebro sempre despertaram meu interesse, por isso gostaria que outros artigos fossem publicados. Atualmente estou lendo os livros: O Cérebro que se Transforma, de Normanh Doidge; e o Incógnito, de David Eagleman. Cumprimentos.

  • 20/03/12  
    Mauro diz: 31

    Pelo exposto na matéria o benefício de saber e usar mais de um idioma é permanente. Isto vem de encontro com pesquisas mais que comprovadas que aprender coisas novas é um santo remédio para os cérebros de qualquer idade, principalmente os mais velhos.

  • 20/03/12  
    Leticia diz: 32

    Realmente muito interessante este tema, não sabia que o aprendizado de idiomas poderia influenciar nisso. Bom saber!!

    E estou adorando o blog e indicando para amigos que também são apaixonados pelo estudo de idiomas, assim como eu. =D

  • 20/03/12  
    Adriano Acioli diz: 33

    ÓTIMO artigo!
    Muito incentivador.
    As infos nos comentários também estão de parabéns!
    Abs

  • 20/03/12  
    Suellen diz: 34

    Muito interessante esse post, Alessandro. Parabéns! O blog está cada vez melhor!

  • 20/03/12  
    Raphael Sullen diz: 35

    Adorei a matéria, trás em evidencia muitas verdades.
    Adoro o site EE e sempre espero por novidades para nos deixar informados, dia a pós dia , obrigado English Expert !

  • 21/03/12  
    Danilo diz: 36

    Muito legal o seu post, Alessandro. Fiquei contente também em saber que você é um ouvinte do Nerdcast. Este Nerdcast eu também ouvi e achei muito bacana. Aguardo novos posts com este tipo de assunto. Way to go!

  • 21/03/12  
    GISELE diz: 37

    Difícil é treinar o cérebro a aprender um novo idioma. Mas depois que ele está treinado realmente deve ser capaz de muitas outras habilidades.

  • 21/03/12  
    Neuza diz: 38

    Achei muito instrutivo o assunto de hoje.Espero outros tantos

  • 21/03/12  
    Wilma Monteiro diz: 39

    Alessandro,
    muito boa esta tua explicação sobre o benefício do estudo de idiomas para o cérebro. Sou portadora da Doença de Parkinson e já ouvi muitos médicos e li cientistas falando desse benefício para o parkinsoniano.
    Fiquei curiosa pra saber o que diz o Use Your Head do famoso Tony Buzan,
    Grata

  • 22/03/12  
    Flavia Magalhaes diz: 40
  • 26/03/12  
    Lucas Romão diz: 41

    Adorei seu post e sempre estou aconselhando o EE aos meus amigos que estudam inglês !

  • 28/03/12  
    mario diz: 42

    way to go buddy. I wish I could hear more from this subject. This intersts me a lot.

  • 28/03/12  
    mario diz: 43

    I am delighted for the quality of information and articles in this site. That’s why I recommend it to all my students.

  • 30/03/12  
    Learning languages does your brain good! – Spanish Language Blog diz: 44

    […] the original text in Portuguese by clicking here. Share this Post! Tweet Posted in Learning Tagged tips Pestiños, un […]

  • 30/03/12  
    Fabiano diz: 45

    I’d very much like to read more abou it, great article by the way. :)

  • 31/03/12  
    Stan diz: 46

    great article….very interesting this subject…I’ll hope much more….tks a lot
    hugs!!!

  • 03/04/12  
    Ivy diz: 47

    Gostaria de publicar isso no meu blog, meu blog tem acesso basicamente dos meus alunos, e acho que essas informações seriam importantes pra eles. Existe alguma política ou proibição pra isso? Claro que colocarei a fonte e o nome do autor.

    Obrigada desde já.

    Ivy

    • 03/04/12  
      Alessandro diz:

      Oi Ivy,

      Que tal em vez de copiar o conteúdo você colocar seus comentários sobre o assunto no seu blog e indicar este artigo com um link?

      Acho que essa é a melhor forma.

      Obrigado pelo comentário!

  • 20/09/16  
    Kayo Marcelo diz: 48

    Muito bom! O artigo aborda um tema interessantíssimo e também explica muito bem os benefícios de estudar um idioma. Importante lembrar que o idioma é muito bom para aumentar a oportunidade no mercado de trabalho!