Past Simple: O Guia Definitivo

O que é o Past Simple (Passado Simples)? Como utilizá-lo? E o tal de did? Descubra agora!

Conceitos Básicos

Separei alguns conceitos que considero fundamentais para o entendimento deste guia. Portanto, antes de prosseguir com os estudos, estude os conteúdos abaixo:

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da Englishtown: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Lembre-se: sem a leitura dos artigos acima, você não estará completamente preparado para compreender efetivamente o que apresentarei nos tópicos a seguir.

O que é o Past Simple?

O Passado Simples, Simple Past ou Past Simple, nada mais é que o tempo passado do inglês. Contudo, diferente do nosso tempo passado do português, o Simple Past tem a função de indicar apenas:

  • Fatos que ocorreram no passado sem qualquer ligação com o presente em que é implícito a definição de tempo em que ação ocorreu.
  • Fatos que ocorreram no passado sem qualquer ligação com o presente em que é explícito a definição de tempo em que a ação ocorreu.

Você pode compreender melhor isso nos exemplos abaixo:

  • The World War II ended with the unconditional surrender of the Axis powers. [A Segunda Guerra Mundial acabou com a rendição incondicional dos poderes do Eixo.]
  • My parents traveled to Rome last year. [Meus pais viajaram para Roma no ano passado.]

Como você pode perceber, no primeiro exemplo não há uma data ou a definição de tempo passado explícita. Não fala exatamente quando a Segunda Guerra Mundial acabou, mas sabemos que ela já teve fim e não está acontecendo mais. Já no segundo exemplo, há uma definição de tempo passado explícita, pois é especificado quando foi a viagem dos meus pais.

Mesmo parecendo fácil, não podemos julgar pela aparência. Certa vez, um dos meus alunos fez um questionamento em sala de aula que acredito que também esteja passando em sua cabeça:

“Se é passado simples, por que acho tão complicado?”

Apesar de levar o nome “simples”, essa ideia de “simplicidade” se dá apenas em função de não haver necessidade de mais de um verbo (com carga semântica) para se obter o sentido desejado na oração, fazendo com que se utilize a estrutura básica de uma oração: sujeito + verbo + complemento. Podemos utilizar o Past Simple nas formas:

  • Afirmativa
  • Negativa
  • Interrogativa

Exemplos

  • Samantha went to the party. [Samantha foi à festa.]
  • Did they study last weekend? [Eles estudaram no fim de semana passado?]
  • I didn’t call you. [Eu não te liguei.]

Como você pode perceber, nos exemplos acima, há algumas diferenças em relação à estrutura. Em função dessas particularidades gramaticais, a formação do Simple Past se altera nas frases afirmativas, negativas e interrogativas. No entanto, não há alteração de sentido. Explicarei melhor nos tópicos a seguir.

Past Simple: Afirmativa

A formação de afirmativa do Past Simple segue a estrutura básica de uma oração:

sujeito + verbo principal no passado + complemento

O sujeito será um substantivo ou os pronomes pessoais I / you / he / she / it / we / you / they.

O verbo principal é o que reproduz a ação da frase, que é praticada pelo sujeito. No caso do Past Simple, os verbos serão utilizados sempre no passado. A conjugação dos verbos passados ocorrem de duas formas: com verbos regulares e verbos irregulares.

Os verbos regulares são os verbos que, ao serem conjugados, não alteram o radical, recebendo apenas as terminações -d, -ed ou –ied:

Regra geral: utilizar a terminação -ed

  • work – worked
  • play – played
  • talk – talked
  • kiss – kissed

Verbos terminados em -e: utilizar -d

  • receive – received
  • bake – baked
  • live – lived
  • approve – approved

Verbos terminados em consoante + y: retirar o –y e utilizar -ied

  • study – studied
  • cry – cried
  • try – tried
  • carry – carried

Os verbos irregulares são aqueles que, quando conjugados no Past Simple, alteram o radical fazendo com que o verbo no passado não se assemelhe mais ao seu correspondente no infinitivo. Por serem irregulares, não possuem regras:

  • go – went
  • find – found
  • write – wrote
  • take – took
  • see – saw

O complemento equivale ao predicado que pode existir ou não na oração, pois depende da informação que deseja transmitir e se o verbo precisa dessa complementação para fazer sentido.

  • I worked at home last month. [Eu trabalhei em casa no mês passado.]
    Sujeito: I / Verbo: worked (passado do verbo work) / Complemento: at home last month.
  • Susan baked that delicious cake. [Susan assou aquele bolo delicioso.]
    Sujeito: Susan / Verbo: baked (passado do verbo bake) / Complemento: that delicious cake.
  • The boys cried yesterday. [Os meninos choraram ontem.]
    Sujeito: The boys / Verbo: cried (passado do verbo cry) / Complemento: yesterday.
  • Becky went to the party without me! [Becky foi para a festa sem mim!]
    Sujeito: Becky / Verbo: went (passado do verbo go) / Complemento: to the party without me!

Past Simple: Negativa

A formação de negativa se diferencia da afirmativa pois agora precisamos inserir o not na sentença. Contudo, a construção desta estrutura não é como ocorre no verbo was / were (verbo Be no passado), em que apenas acrescentamos not na frase:

sujeito + verbo auxiliar (did) + not + verbo principal (no infinitivo sem to) + complemento

O sujeito será um substantivo ou os pronomes pessoais I / you / he / she / it / we / you / they.

O verbo auxiliar, como o próprio nome diz, tem a função de auxiliar o verbo principal quando este não tem “força” suficiente para fazer frases negativas. Não possui significado, logo, não altera a tradução nem o sentido da frase.

No caso da formação do Past Simple, o verbo auxiliar utilizado é did, que é o passado irregular do verbo auxiliar do, seguido de not. A construção pode ser feita de forma completa ou contraída:

  • did not – completa
  • didn’t – contraída

Enquanto na afirmativa os verbos principais recebiam a terminação -d, -ed, -ied ou escritos na forma irregular, na negativa os verbos principais serão utilizados sempre no infinitivo sem to (ou seja, a forma base, encontrada no dicionário).

Isso ocorre pois a presença do did na oração já indica que se trata do Past Simple, não havendo a necessidade de conjugar dois verbos.

Além disso, como regra de verbos auxiliares, qualquer verbo principal junto a um verbo auxiliar deve ser escrito no infinitivo sem o to. E como sempre, o complemento poderá existir ou não na oração.

  • I didn’t work at home last month. [Eu não trabalhei em casa no mês passado.]
    Sujeito: I / Verbo auxiliar + not: didn’t / Verbo: work (no infinitivo sem to) / Complemento: at home last month.
  • Unfortunately, Susan didn’t bake that delicious cake. [Infelizmente, Susan não assou aquele bolo delicioso.]
    Sujeito: Susan / Verbo auxiliar + not: didn’t / Verbo: bake (no infinitivo sem to) / Complemento: that delicious cake.
  • The boys didn’t cry yesterday. [Os meninos não choraram ontem.]
    Sujeito: The boys / Verbo auxiliar + not: didn’t / Verbo: cry (no infinitivo sem to) / Complemento: yesterday.
  • Becky didn’t go to the party with me! [Becky não foi para a festa comigo!]
    Sujeito: Becky / Verbo auxiliar + not: didn’t / Verbo: go (no infinitivo sem to) / Complemento: to the party with me!

Past Simple: Interrogativa

Assim como a forma negativa, a interrogativa não segue mesma estrutura da afirmativa e do verbo was / were, pois precisa de um verbo auxiliar para fazer perguntas.

A formação de interrogativa segue a mesma lógica do verbo was / were de haver a troca de posição entre verbo e sujeito. Contudo, pela necessidade de se utilizar um verbo auxiliar nas frases do Past Simple, a estrutura se altera:

Verbo auxiliar (did) + sujeito + verbo principal (infinitivo sem o to) + complemento

Como você já viu acima, utilizamos o verbo auxiliar quando o principal não tem “força” suficiente. Por não possuir significado, não altera a tradução nem o sentido da frase. No caso Simple Past, o verbo auxiliar utilizado é did. O sujeito será um substantivo ou os pronomes pessoais I / you / he / she / it / we / you / they. Mais uma vez, verbo principal será utilizado sempre no infinitivo sem to. E o complemento poderá existir ou não.

  • Did you work at home last month? [Você trabalhou em casa no mês passado?]
    Verbo auxiliar: Did / Sujeito: you / Verbo: work (no infinitivo sem o to) / Complemento: at home last month?
  • Did Susan bake that delicious cake? [Susan fez aquele bolo delicoso?]
    Verbo auxiliar: Did / Sujeito: Susan / Verbo: bake (no infinitivo sem o to) / Complemento: that delicious cake?
  • Did the boys cry yesterday? [Os meninos choraram ontem?]
    Verbo auxiliar: Did / Sujeito: the boys / Verbo: cry (no infinitivo sem o to) / Complemento: yesterday?
  • Did Becky go to the party without me? [A Becky foi à festa sem mim?]
    Verbo auxiliar: Did / Sujeito: Becky / Verbo: go (no infinitivo sem o to) / Complemento: to the party without me?

Observações

Verbos Irregulares

Como já expliquei acima, infelizmente não há uma regra para conjugar o verbos irregulares no passado. É necessário estudar a (extensa) lista de verbos. Contudo, não é para ir sentando na cadeira e gastando horas e horas tentando decorar tudo. Estude todos os dias apenas alguns verbos e vá criando exemplos que condizem com sua realidade.

Você pode salvá-los na ferramenta Meu Vocabulário e criando os exemplos por lá. Por exemplo, eu amo dirigir, logo, estudarei o verbo drive, salvarei no Meu Vocabulário e criarei um exemplo condizente com algo que já fiz, pois será de mais fácil memorização:

  • Drove [Dirigiu]
  • I drove to my mother’s farm last Saturday. [Eu dirigi até a fazenda da minha mãe no último sábado.]

Além disso, os verbos irregulares podem parecer com os verbo no infinitivo ou não. Então, para facilitar, dividirei a lista de verbos regulares por semelhança com o verbo na forma original.

Infinitivo = Passado Simples

Infinitivo Passado Simples Tradução
beat beat bater, derrotar
bet bet apostar
bid bid oferecer
broadcast broadcast difundir
cast cast lançar
cost cost custar
cut cut cortar
fit fit caber
hit hit acertar, atingir
hurt hurt machucar
let let deixar, permitir
put put colocar
quit quit desistir, abandonar
set set estabelecer
shut shut fechar
split split dividir
spread spread espalhar

Infinitivo ≠ Passado Simples

Infinitivo Passado Simples Tradução
awake awoke despertar
be (am / is / are) was, were ser / estar
become became tornar-se
begin began começar
bend bent dobrar, curvar
bite bit morder, picar
blow blew soprar
break broke quebrar
bring brought trazer
build built construir
burn burned / burnt queimar
buy bought comprar
catch caught pegar, agarrar
choose chose escolher
come came vir
dig dug cavar
do did fazer
dream dreamed / dreamt sonhar
drink drank beber
drive drove dirigir
eat ate comer
fall fell cair
feel felt sentir
fight fought brigar
find found encontrar
fly flew voar
forget forgot esquecer
forgive forgave perdoar
freeze froze congelar
get got conseguir, obter
give gave dar
go went ir
grow grew crescer
hang hung pendurar
have had ter
hear heard escutar
hide hid esconder
hold held segurar
keep kept manter
know knew saber
lay laid deitar
lead led conduzir, liderar
learn learned / learnt aprender
leave left partir
lend lent emprestar
lose lost perder
make made fazer
mean meant significar
meet met encontrar
pay paid pagar
read read (escrita igual, pronúncia diferente) ler
ride rode dirigir
ring rang tocar, badalar
rise rose subir
run ran correr
say said dizer
see saw ver
sell sold vender
send sent enviar
sit sat sentar
sleep slept dormir
speak spoke falar
spend spent gastar
stand stood estar de pé
swim swam nadar
take took tomar, levar
teach taught ensinar
tear tore rasgar, romper
tell told contar
think thought pensar
throw threw arremessar
understand understood entender
wake woke despertar
wear wore vestir
win won vencer
write wrote escrever

Aprenda mais sobre o Past Simple

Para te ajudar a se aprofundar mais sobre o tema eu selecionei os melhores artigos e dicas do English Experts sobre o Past Simple. Confira:

  1. Lista de Verbos Irregulares do inglês
  2. Verbos Irregulares: como saber se é passado ou presente?
  3. Quando usar verbos irregulares?
  4. Expressões de Tempo em Inglês – Time Expressions
  5. Exercício: Verbos Irregulares em inglês
  6. Exercício: Verbs Past Tense
  7. Verbos em Inglês
  8. Verbos Auxiliares em inglês: quais são e exemplos de uso
  9. Exercício: Passado do verbo To Be – Inglês
  10. Exercício: Passado de ‘To Be’
  11. Passado Simples em inglês: Conceitos básicos
  12. Passado simples em inglês: Como utilizar?
  13. Como construir uma frase no passado
  14. Simple Past – Preterite – Past Definite
  15. Frases em Inglês no Passado com Tradução
  16. Expressões que indicam passado em inglês
  17. Como criar frases no passado em inglês
  18. Conjugador de verbos do inglês
  19. Pronúncia do passado terminado em ED
  20. Como dizer “eu entendo e eu entendi” em inglês
  21. Exercício: Passado Simples – Verbos regulares e irregulares
  22. Exercício: Verbos Regulares
  23. Quando usar o Did ou apenas o verbo no passado
  24. DID e o verbo no passado
  25. Simple past – “Did” e verbo no passado
  26. Existe um verbo “Does” no passado?
  27. Devo usar “Did” e verbos irregulares no simple past juntos?
  28. Exercício: Texto em inglês com o Passado Simple(s) Past
  29. Exercício: Presente simples x Passado simples
  30. Exercício: Did x was x were – Passado Simple(s) Past
  31. Exercício: Passado Simples
  32. Exercício: Texto em inglês com o Passado Simple(s) Past

Espero que você tenha gostado.
Bons estudos.

Aplicativo para Ampliar o Vocabulário

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o "Meu Vocabulário: Um aplicativo para ampliar o seu vocabulário em inglês" e veja como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

37.jpg

Camila Oliveira

Camila gosta de viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas, ouvir música, sentir aromas, degustar sabores, saborear a vida, aprender novos idiomas. Não quer criar raízes, pois sabe onde é o seu lugar: o mundo.