Serendipity: uma das 10 palavras mais difíceis de traduzir

Todo idioma tem suas particularidades, é óbvio que a cultura conta muito. Tudo isso acaba gerando palavras que nem sempre têm correspondentes exatas nos outros idiomas.

O leitor Lucas Neri questionou sobre uma palavra citada por Rosana Hermann numa palestra no TEDx de Porto Alegre. A palavra é Serendipity /serən’dɪpəti/, esse termo expressa o sentimento de alegria quando encontramos alguma coisa boa sem necessariamente estar procurando por ela. Algo mais ou menos assim: “Que sorte! Encontrei uma nota de R$ 50,00 dentro do livro.”

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

Muitas descobertas da ciência foram puro “Serendipity”. Com frequência os cientistas estão procurando as respostas para um problema e encontram a solução para outro. Alguém se lembra como foram descobertas as famosas “pílulas azuis”? The Serendipity Of Science virou até uma série da BBC Radio 4.

Curiosidade: The word Serendipity has been voted as one of the ten English words that were hardest to translate in June 2004, by a British translation company.

Enquanto isso nós ficamos aqui nos gabando que a palavra Saudade é a 7ª palavra mais difícil de traduzir. (rsrs)

Para os comentários

Você conhece alguma palavra difícil de traduzir para o português? Se sim, envie nos comentários a palavra com uma breve explicação. A sua participação poderá ser citada nos próximos posts aqui do blog.

Thank you in advance!

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

34.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

25 comentários

  • 29/02/12  
    Peterson Silva diz: 1

    Eu vejo joy como algo difícil, porque a entendo como algo um pouco mais profundo que alegria e um tanto diferente de felicidade.

  • 29/02/12  
    Josiane diz: 2

    Nossa!
    A Rosana Hermann foi muito feliz em seu discurso. Congrats for her!

  • 29/02/12  
    Anna Rocha diz: 3

    Coincidentemente esta semana li sobre a origem desta palavra. Na Wikipedia há uma boa explicação sobre isso: http://pt.wikipedia.org/wiki/Serendipidade#Etimologia_e_hist.C3.B3ria

  • 29/02/12  
    Fabiana diz: 4

    Certa vez no trabalho, recebemos a resposta de um projeto:

    – You have my sordocal!

    Procuramos em dicionários, internet e até nativos…

    Até hoje não sabemos se o projeto estava aprovado ou não,rs

  • 29/02/12  
    Carina diz: 5

    E a palavra vem do árabe, olha a explicação no Answers.com:

    [From the characters in the Persian fairy tale The Three Princes of Serendip, who made such discoveries, from Persian Sarandīp, Sri Lanka, from Arabic sarandīb.]
    WORD HISTORY We are indebted to the English author Horace Walpole for the word serendipity, which he coined in one of the 3,000 or more letters on which his literary reputation primarily rests. In a letter of January 28, 1754, Walpole says that “this discovery, indeed, is almost of that kind which I call Serendipity, a very expressive word.” Walpole formed the word on an old name for Sri Lanka, Serendip. He explained that this name was part of the title of “a silly fairy tale, called The Three Princes of Serendip: as their highnesses traveled, they were always making discoveries, by accidents and sagacity, of things which they were not in quest of”.

    Read more: http://www.answers.com/topic/serendipity#ixzz1nnUKDXb7

  • 29/02/12  
    João B. L. Ghizoni diz: 6

    Nice post again, Alessandro. Congratulations! (I’d just like to point out — please forgive me for this, but I feel compelled to do so — that you should’ve written “foram descobertas [as famosas pílulas azuis]” instead of “foi decoberta”.)

    Keep up your good work in favor of the English language teaching/learning.

    • 29/02/12  
      Alessandro diz:

      Hi João,

      The post has been updated.

      Thank you again!

  • 29/02/12  
    Pedro Alexandre diz: 7

    I guess overwhelmed is a hard one to translate.
    “I’m overwhelmed”, can be translated in different ways depending on the context.

  • 29/02/12  
    Pedro Alexandre diz: 8

    Artigo muito interessante, só achei que faltou uma sentença-exemplo com a palavra em inglês. Então copiei o abaixo do ‘Oxford Advanced Learner’s Dictionary’:
    Meeting her like that, and there of all places, was true serendipity. (Só por acaso mesmo para me encontrar com ela e justo naquele lugar.)
    Tem tb a expressão ‘serendipitous discoveries’ (descobertas por acaso) com a forma adjetivada da palavras
    Hope it helps somewhat!

    • 29/02/12  
      Alessandro diz:

      Pedro,

      Obrigado pelo complemento.

  • 29/02/12  
    Lucia diz: 9

    Oi, Alessandro
    Adoro os seus posts, nunca me canso de parabenizá-lo por eles.
    Sou professora de Português para estrangeiros, na sua grande maioria English speakers, e nunca encontro uma boa tradução para a expressão “Pois é”. Alguma sugestão?
    Thanks in advance!

    • 29/02/12  
      Thaís diz:

      Lucia, como apaixonada pela inculta e bela língua portuguesa, não pude deixar de comentar que já ouvi nativos usando ‘indeed’ como um sinônimo contextual, mas não literal, claro, do nosso ‘pois é’.

      Um abraço!

  • 29/02/12  
    Adalberto diz: 10

    Acho que a palavra “Serendipity” é igual a “pleasant surprise”, ou seja: Uma agradável surpresa.

  • 29/02/12  
    Marcelo diz: 11

    Bastante interessante. Já conhecia a palavra, é usualmente empregada por alguns dos teóricos que utilizo em minha pesquisa de pós-graduação. Entretanto há um montão de palavras que tenho dificuldade em encontrar um significado aproximado. Apelo para outros idiomas neo-latinos por uma questão de similitude linguística, mas…. Minha dica consistes em duas outras palavras também bastante usuais nas minhas leituras:

    lifewide
    affordance

    Sugestões para esta tradução?

  • 29/02/12  
    Marcelo Bandeira diz: 12

    Parabéns pelo site, tive a sorte de encontrá-lo por acaso e achei muito interessante. Como um futuro profissional de TI tenho a consciência da importância de saber inglês para quem é da área. Continue com bons posts, será de grande ajuda…

  • 29/02/12  
    Ivana diz: 13

    Olá, gostei! Meu marido já sabia o significado! Uma expressão que
    acho curiosa em inglês é “you’re welcome” falei sobre isso com
    uma australiana e até ela se surpreendeu, ela fala um pouco de
    português e eu disse que não entendia a expressão e ela disse quer
    dizer “de nada”, mas pra mim quer dizer “seja benvindo”. E aí?
    Ela não entendeu! Como ela fala espanhol também eu disso Bevenido!
    Então ela exclamou “welcome to Rio”, e ficou atonita, imagine eu!!!

  • 29/02/12  
    ceiça diz: 14

    Estou começando a aprender o inglê e como uma criança que esta diante de algo novo todo palavra que aprendo é algo SERENDIPITY rsrsrs,valeu Alessandro!.

  • 29/02/12  
    Manu Magah diz: 15

    Wanderlust =)

  • 01/03/12  
    Eduardo Souto diz: 16

    Todo mundo reclama muito do verbo GET que cada hora ele tem uma tradução rsrsrs.

    Apesar que a tradução dele não é tão complexa, basta contextualizar a situação!

  • 01/03/12  
    Flavio. diz: 17

    Hi! Folks, there is one word i’d heard saying is: auteorora, from australian English adapted for big white clound.

    Olá! Galera, há uma palavra a qual ouvi dizer que é: auteorora, do inglês australiano, a qual foi adaptado para grande nuvem branca.

  • 01/03/12  
    sandrom diz: 18

    Há algum tempo enviei um post no fórum (palavras difíceis de traduzir) com uma lista de 10 palavras que causam dor de cabeça para intérpretes e tradutores (entre as quais “serendipity”). Aproveitando o tema, só para lembrar e para ajudar quem trabalha na área, envio novamente. (esta lista foi retirada do site hypescience.com).

    abraço

    Sandro

    Pimp (the verb): de acordo com o referido site fonte, tem o sentido de decorar ou enfeitar, citando o programa “Pimp My Ride”. Normalmente, nos dicionários é encontrado como o ato de explorar prostituição (dictionary.com).

    Auto-tuned: adjetivo relacionado ao ato de corrigir as imperfeições na gravação da voz de um cantor. (não encontrei nos dicionários consultados)

    Trade-off: uma decisão em que a pessoa compreende todas as vantagens e desvantagens de cada escolha, de acordo com o site fonte. “The exchange of one thing to another of more or less equal value, especially to effect a compromise” (dictionary.com)

    Spam: Como se comenta no site fonte, essa é uma das palavras que todos sabem o significado, mas que não se traduz, sendo sempre utilizada em sua forma original. Segundo o site fonte e o dicionário “on line” “dictionary.com”, também é uma marca de carne enlatada: spam-ming: Trademark . a canned food product consisting especially of pork formed into a solid block.(dictionary.com)

    Bromance: é uma relação próxima entre dois homens, sem envolvimento sexual (dictionary.com)

    Facepalm: é o gesto de por a palma da mão sobre o rosto. Esta também não encontrei no dicionário e, de acordo com a fonte pesquisada, embora de fácil explicação, não há, em outras línguas, palavra específica para este gesto como a tratada aqui.

    Kitsch: é uma forma de arte pobre, vulgar e pretensiosa, normalmente com apelo popular e sentimental (dictionary.com). Assim, como a palavra “spam”, é utilizada em sua forma original, sem tradução no Brasil.

    Gobbledygook: linguagem confusa e jargão, difícil de entender (dictionary.com)

    Serendipity: essa palavra é citada, inclusive na palestra da Rosana Hermann que foi postada aqui no site e significa encontrar algo bom que não se está procurando.

    Googly: é um movimento específico de arremessar a bola em certos esportes, especialmente no críquete, segundo a fonte consultada e a definição do dictionary.com. Acho que em português é algo como “lançar a bola com efeito”.

  • 01/03/12  
    sandrom diz: 19

    Em tempo, comentando as palavras indicadas pelo Marcelo acima:

    lifewide : é uma estratégia ou técnica de ensino que se baseia em contextos reais e aplicação de determinado campo do estudo nos diversos aspectos da vida (vivência). normalmente é utilizado junto com o vocábulo lifelong, como em vários exemplos encontrados no linguee.com.

    affordance : é um conceito científico, dificil de ser traduzido. pode ser aplicado em várias áreas do conhecimento, para dizer da possibilidade de algo ocorrer em um determinado ambiente. eu traduziria, de acordo com o contexto, como “a viabilidade de ocorrência de uma ação ou evento”.

    abraços

    Sandro

    • 05/03/12  
      Wanderley diz:

      Tipo ” probabilidade”?

  • 06/03/12  
    Ivi diz: 20

    Eu acho que, em alguns casos, dá pra usar “Eureka”.

  • 06/03/12  
    Antonio Costa diz: 21

    Eu também acho que em outros casos, dá pra ser usar “Gush”.