Top 10 tips to enjoy your stay (living abroad – final part)

No primeiro post falamos sobre os detalhes e precauções pré-viagem e outras informações; no segundo falamos sobre aeroporto, acomodação e primeiros dias no novo país.

Agora é hora de dar uma pincelada em algumas dicas para o maior proveito do tempo lá fora:

Aprenda inglês com as técnicas de quem já passou pelo processo. Experimente Grátis por 30 dias o Curso de Inglês do English Experts 3.0.

1. Mantenha um diário

Você não deve confiar em sua memória para lembrar de tudo que está vivendo para contar depois. Detalhes de viagens, situações inusitadas com a cultura e pessoas podem ser também de diferente utilidade no futuro. Quem sabe você escreve um livro, um guia de viagem ou em uma coluna de algum periódico?

2. Use todos os meios de transporte

É incrível a quantidade de vocabulário e expressões do dia-a-dia que se aprende em ônibus, trem, bonde e metro. Você também pode, em vez de dirigir, abrir um livro ou curtir a paisagem e aproveitar para pensar na vida.

3. Fique de olho nas bibliotecas

Nesses locais você tem acesso a informações referentes a cursos, shows, palestras e também acesso grátis a internet ou conexão sem fio, para o caso de você levar seu laptop. Você também pode ler jornais do dia e emprestar CDs e DVDs nas bibliotecas. Uma boa economia em vários termos. Igrejas e centros comunitários são também locais para se ficar de olho. Várias igrejas oferecem cursos de conversação gratuitos ou outros da língua falada no país. E você interage bastante com nativos nesses locais.

4. Inclua museus, cinemas e teatros em sua programação

Há locais com preços bem acessíveis e promoções bem interessantes. Há um cinema em Dublin onde você tem a opção de pagar um valor mensal e assistir quantos filmes quiser. Foi minha opção no meu primeiro ano no país. Além de bom entretenimento, o inglês agradece. Em teatros você também pode ver os melhores atores do país e também vários de fora pelo preço de cinema. Museus são sempre ótimas opções culturais e muitos ainda tem entrada grátis. Use a carteirinha de estudante para obter desconto em todos esses locais.

5. Aprenda outras línguas

Aproveite o ambiente cosmopolita de vários países para interagir com qualquer pessoa. Aprenda (por que não?) um pouquinho de outras línguas. Quando você é apresentado a alguém, que fala outro idioma diferente do inglês, e solta um ‘olá’ ou um ‘tudo bem?’ na língua da pessoa, você não está sendo somente amigável; você está fazendo com que a outra pessoa se sinta mais à vontade para conversar contigo em inglês.

6. Evite falar mal do seu país de origem

Todos os locais têm seus prós e contras. O Brasil tem muitos problemas sociais e índices de corrupção prá lá de alarmantes, mas está à frente em vários setores. Pense no porquê de tudo. O sistema bancário no Brasil, por exemplo, é considerado bem avançado. (Mas lembre-se, também, que estamos falando de duzentos milhões de pessoas; os bancos precisam se equipar melhor mesmo.) Fale dos contrastes, mas evite comparações descabidas. Realce o que é bom, pois tem muita coisa boa para contar.

7. Evite falar mal do país onde você está

É tentador soltar um comentário negativo quando você se depara com algo bem diferente e que parece inferior. Você se lembra do seu país e de algumas facilidades que não acha em lugar algum. Mas lembre-se que o lugar onde você está te recebeu. Em outros países você poderia não ter tido a mesma oportunidade. Veja também o lado positivo de estar rodeado de sistemas e pessoas diferentes. Se fosse para você ir para um local igual ao seu país, você nem sairia de casa, sairia?

8. Apresente sua cultura

E aprenda sobre a cultura dos demais representados à sua volta. Isso quebra barreiras e preconceitos e te faz entender mais os outros. Uma das mais gratas surpresas de morar fora são os contatos, as amizades. Você acaba por não pensar mais no mundo como uma bola dos livros de geografia, mas como grupos diferentes de pessoas que você conhece nesse e naquele país.

9. Participe de excursões

Você conhece gente e lugares bem interessantes por um preço acessível. A vantagem de excursões é que você tem um roteiro programado, sabe de antemão para onde vai e não perde tempo. Excursões são ótimas também para se conhecer locais próximos que de outra maneira você não visitaria. E há agradáveis surpresas bem próximas que muitos negligenciam.

10. Alugue um carro e passeie

Se você gosta de explorar e viajar, outra boa opção é locar um carro (com GPS atualizado!) e off you go. Você para onde quiser e passa o tempo que quiser. E prefira B&Bs (Bed and Breakfast=cama e café da manhã). Quando viajar dentro do país e precisar de acomodação, opte por um B&B. No interior as pessoas são muito mais hospitaleiras e você encontra casas melhores que hotéis. E o preço é bem em conta. A grande vantagem para o aprendiz é a interação com pessoas locais, diferentes sotaques, diferentes estilos de vida e ritmo diferente das cidades grandes.

Bem, pessoal, há vários outros aspectos sobre a vida lá fora. E cada dia se aprende algo diferente. Por essas e por tantas outras, escrevi a sequência de posts. Acabei lembrando de várias situações interessantes que vivi.

Se você tiver oportunidade de viajar, aproveite. Se a oportunidade não aparecer, lembre-se que, muitas vezes, nós mesmos somos responsáveis por criar algumas oportunidades.

Até mais!
See you!
Hasta la vista!
Au revoir!
Ciao!
Auf Wiedersehen!
Slán go fóill! (Irish Gaelic)

Aprenda mais

Gostou desse artigo? Conheça o Curso de inglês English Experts e descubra como você pode turbinar o seu inglês.

Receba mais dicas de inglês como esta por E-mail, Twitter, RSS feed ou Facebook.

32.jpg

Erica De Monaco Lowry

Erica De Monaco Lowry has been living in Ireland since 2008. She is a teacher, an interpreter, a translator, a tour guide and an insatiable learner. Her favorite pastimes include reading, travelling, socialising and catching up with her family.

12 comentários

  • 18/06/12  
    Carol souza diz: 1

    Amei todas as dicas! Sugestões simples, interessantes e baratas.

  • 18/06/12  
    Daniel diz: 2

    Realmente nós mesmo somos responsáveis por criar algumas oportunidades em nossas vidas! Gostei do post!

  • 18/06/12  
    Renato diz: 3

    Sensacional.

  • 18/06/12  
    Teilor b. dos Santos diz: 4

    Adorei todos os seus post! Você deu dicas que eu não havia pensado ainda. Muito enriquecedoras as suas dicas.

    Obrigado

    • 18/06/12  
      Erica diz:

      Disponha Teilor. Varias cabecas juntas trabalham bem melhor. :-)

  • 18/06/12  
    Erica diz: 5

    Q joia Carol. :-)

  • 19/06/12  
    Chad Fishwick diz: 6

    Oi Erica, valeu pelo o artigo. Para mim no ônibus foi uma das melhores maneiras de aprender as gírias e expressões em português. Além disso você aprende muito sobre a cultural do país.

    • 19/06/12  
      Erica diz:

      E um livro completo, nao? :-)

  • 19/06/12  
    Cezar diz: 7

    Dicas muito boas! Todos deviam aplicar! Parabéns

    • 19/06/12  
      Erica diz:

      Tks Cezar. :-)

  • 22/06/12  
    Rebecca diz: 8

    Muito boas as dicas! Em relação às excursões, um tipo muito comum por aqui é o tal do “free tour”. Não tem preço fixo, eles trabalham à base de gorjetas (tips only), então os tours são superbons, guias bem-informados e tem em várias cidades :)

    • 22/06/12  
      Erica diz:

      Q joia Rebecca. E so se informar mesmo q bastante coisa sai por bem pouco, e , muitas vezes, de graca. :-)