Escola, para que te quero?

Umas das coisas mais gratificantes do blog são as pessoas que acabo conhecendo, seja por e-mail, por msn ou skype. Hoje, por exemplo, o blog foi escrito apenas por leitores. No post anterior uma música analisada por Ricardo Henrique de Natal/RN e agora quero compartilhar com vocês as sábias palavras do Paulo Leal Machado. Não é nenhuma dica de Inglês, aliás, este blog não fala apenas de Inglês como vocês já perceberam.

Depois de receber um e-mail do Paulo eu perguntei: Você é professor?

Não, Alessandro, não sou professor. Já pensou “hei de vencer mesmo sendo professor”? É só uma questão de clarividência (ver claro). Há alguns séculos, um imperador japonês, da dinastia Meiji, determinou que todas as crianças deveriam ir à escola, e o resultado é este: um país que não possui petróleo é hoje um gigante industrial. Veja o caso de algumas grandes universidades americanas, com um custo de algumas centenas de milhares dólares têm assim mesmo um grande mercado consumidor. Por outro lado, veja o caso de um país que nós dois conhecemos: seus políticos trazem mentiras do tipo vote em mim pra ser feliz e alguns, só faltam dizer “você nem precisa trabalhar, basta votar em mim”. Esse país que nós dois conhecemos é um enorme mercado cativo desses políticos. Para reverter isso, só com escolas e escolas pagas e muito bem pagas, para que possamos ter uma elite de professores bem pagos. Vou parar por aqui, se não eu acabo escrevendo um livro.

Intensivão de Julho: Aproveite o mês de julho para acelerar seu inglês. Na English Live você estuda, quanto, quando e onde quiser por planos promocionais a partir de R$4,99/dia!
Clique aqui e aproveite o Plano Promocional!

Um abraço,

Paulo Leal Machado

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).