3° idioma serve como estratégia no mercado de trabalho

jlmmelo 11 86
Falar um idioma fluente não é mais considerado um diferencial, mas sim um requisito para entrar no mercado de trabalho. A dúvida é: o que vale mais a pena, aprofundar-se no estudo de uma língua ou saber várias, ainda que não perfeitamente? Na opinião de Marcelo Ambrozio Ramos, diretor da MBA House, o importante é saber bem uma língua, para depois pensar em aprender uma segunda.
. . .
Já na opinião de Steven Beggs, CEO da Seven Idiomas, é melhor saber vários idiomas do que ser fluente em um. Continua...

Teste de Nível Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 10 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores experientes. O resultado sai na hora e com gabarito.

Iniciar o Teste Online!
2 respostas
Adriano Japan 2 20
Ótimo o artigo!
E um viva ao poliglotismo! :D
Qualquer pessoa tem potencial para aprender 2, 3 línguas estrangeiras, e até ao mesmo tempo, porquê não?
Vale lembrar que populações de cidades inteiras já nascem bilíngues, por fazer fronteira com outros países.
Suíça então..... já pensou em nascer falando Francês, Alemão e Italiano, FLUENTES? Não porquê se interessa, mas porquê são as línguas oficiais (ou seja, mesmo que não queira, acaba entrando por "osmose")
Meu sonho mesmo é ficar fluente (em mandarim) como este suíço:

http://v.youku.com/v_show/id_XMzAxNjIzNDI0.html (belas imagens daquele país) ;)
Uma das linguas que nunca tive interesse em aprender são o japones,koreano que são muito requisitadas.
Porém além do inglês que já estou estudando e vou continuar , no ano que vem vou começar o italiano, depois do italiano o espanhol, depois o françes e depois para terminar o alemão.
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!