Aeroportos Estados Unidos - Privacidade 0?

Daniel.S 705 1 2 7
Anúncio Faça uma Aula GRÁTIS de inglês com um professor de nativo e avalie se você é capaz de se comunicar com um estrangeiro. Consulte condições.

Começar agora!
3 respostas
Ordenar por: Data
Adriano Japan 920 2 19
Hoje tive de visitar uma pessoa na sede da Polícia Federal em São Paulo.
Garanto que a revista é bem pior que um "raio-x" que dá pra ver tudo..
E hoje em dia, qualquer Aeroporto na Europa a coisa também não é simples.
Tenho 4 carimbos franceses no meu passaporte simplesmente por andar em saguões diferentes do aeroporto (até para ir no banheiro se tem um check-point).. :?
Daniel.S 705 1 2 7
Olá Adriano,

É questionado se os Estado Unidos podem realmente por esse tipo de prática em ação mesmo que totalmente desrespeitosa perante os seus visitantes. Lembro me de quando na Espanha começaram a deportar tudo que é brasileiro sem motivo aparente algum além de barra a entrada de brasileiros que estava à passeio, o governo brasileiro resolveu fazer o mesmo. Todo espanhol quer chegava aqui eles mandavam embora como reflexo da rigorosidade imposta aos viajantes. Resultado? A Espanha na mesma hora mudou os planos e voltou-se a normalidade.

É o que chamamos de princípio da reciprocidade no Direito Internacional.

Mesmo por trata-se de segurança nacional (que é dever do Estado atender às certas exigências) essa metodologia implantada nos aeroporto americanos está sendo muito criticada pois fere a decência de muitas pessoas através do constrangimento evidente pelo qual passam.

Para quem não se lembra do ocorrido:

http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2008/ ... 286263.asp

http://www.estadao.com.br/noticias/cida ... 5450,0.htm
Marcio_Farias 12615 1 23 213
People just don't enjoy getting X-rayed. Some of them, however, might well enjoy X-raying other people just as superman does with his X-ray vision. What if we possessed X-ray vision too, what would we use it for?
Curso English Experts Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido?

Clique aqui para conhecer o curso!