Aos fluentes

Que tal contar um pouco da sua história? como voce ficou fluente, quando iniciou seus estudos, os principais obstaculos , qual o método foi eficiente e em quanto tempo voce conseguiu a tao sonhada fluencia.
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Donay Mendonça 49075 21 73 1138
Olá Bruna,

Boa idéia!

Em 1987,aos 12 anos, tive que deixar de morar no campo para ir morar na cidade.Até então morava com meus avós na região rural de Alexânia(Goiás).Fui matriculado em uma escola muito "difícil" para os padrões que eu estava acostumado até então.O Inglês era um pesadelo para mim,só tirava nota boa com aula particular.Dois anos depois(1989) minha mãe me "obrigou" a fazer um curso de inglês para gastar menos com aulas particulares e me preparar mais para o futuro.Eu ia mas não prestava muita atenção nas aulas.Depois de alguns meses percebi que assimilava tudo com algumas lidas em casa para evitar broncas da minha mãe.Daí passei a ter motivação para ir nas aulas do curso e uma simples explicação nas aulas bastava,foi tipo um "click",pensei:"tudo isso é moleza".Terminei o ensino médio e parei com as aulas.Em 1996 decidi que ia aproveitar aquela "facilidade" para me tornar um profundo conhecedor do idioma.Esta era minha meta,chegar ao domínio pleno.Tive muitas dificulades com o "listening".Mas a gramática,as regras,o vocabulário,tudo era moleza.O grande problema era "ouvir" e "falar".Lembro de colegas meus que não sabiam dez por cento do que eu sabia,mas "entendiam" bem músicas em inglês.Veio o pesadelo de ter que morar no exterior para ser fluente,nunca deixei de acreditar que ia conseguir ser fluente sem sair do país pois não tinha como.Em 1997 a Internet começou a se popularizar e foi uma ferramenta decisiva para mim.Tive dois amigos fluentes que se comunicavam comigo só em inglês,o que ajudou muito.Em 1999 fiz um curso no CCBEU com um professor Inglês.Chegava a estudar dez horas por dia,"respirava" inglês.Jogos,músicas,filmes,aulas na TV cultura,etc.Em 2001 tive meu primeiro emprego como professor,ganhei prêmio de professor revelação na escola e isto me motivou a continuar até hoje.

Valeu!
Avatar do usuário Flavia.lm 3885 1 9 86
Pessoal

Primeiramente... muito legal ler a 'trajetória' do teacher Donay, não tem nem como evitar um grande e merecido P-A-R-A-B-É-N-S. Quem freqüenta o fórum sabe muito bem que a sua meta foi mais do que atingida.

***

Não sei se é muita pretensão da minha parte me considerar fluente, afinal, eu tenho plena consciência de que ainda tenho muito o que aprender. Mas o fato é que me comunico bem em inglês, então acho que posso contar minha historinha aqui...
Meus pais me matricularam num curso de inglês quando eu tinha 13 anos, em 1995. Me formei em 2000, com uma bagagem bem legal (vocabulário, pronúncia, etc). Nessa época, eu trabalhava e tinha acabado de começar a faculdade, então não tinha muito tempo para continuar praticando o inglês... mas, nem precisava, né? O diploma já tava lá mesmo...
Em 2007 arranjei um emprego mais legal, onde pediam inglês fluente, e eu sempre soube me virar bem em entrevistas e testes... só que fazer entrevista é uma coisa, ter um chefe americano é outra BEM diferente. Me dei conta da idiotice que eu tinha feito em “abandonar” tudo o que eu tinha aprendido. Mas, não desanimei, voltei a estudar, tive que ter muita humildade para poder contar com a paciência de quem precisava se comunicar comigo em inglês, e com o tempo consegui recuperar bastante do que eu tinha esquecido, e tenho aprendido muito coisa nova dia após dia... cada vez mais apaixonada por essa língua que abre tantas portas (em termos profissionais, de entretenimento, de gente interessante, etc etc etc...).
Tenho usado bastante o inglês no meu serviço, venho mantendo contato com gente do planeta inteiro, descobri um fórum de inglês cheio de gente legal, enfim... tudo é muito gratificante!

E só relembrando: não parem de estudar/praticar inglês nunca! Quem faz isso, mais cedo ou mais tarde, se arrepende.
Avatar do usuário Donay Mendonça 49075 21 73 1138
Olá Flávia,


Muito legal!A prova definitiva para o inglês de qualquer um é falar profissionalmente com um estrangeiro,no seu caso americano.Aconteceu comigo e graças a Deus tudo correu bem(mas matava um leão por dia...)Concordo totalmente quando você diz para nunca parar de praticar...Muita coisa cai no esquecimento se a gente parar de usar. ;)


Abraços,
Achei muito legal e interessante a história do prof Donay, é legal ver como a vida da tantas voltas, de uma crianca que nao gostava de estudar ingles e hoje é mais que um professor, é um grande conhecedor da língua.
Fica explicito em cada dica, em cada post que além de saber o que está fazendo ele realmente gosta do que está fazendo.

Flávia, seu conselho foi o melhor possível, nunca parar de estudar, se dedicar. Esse é o grande segredo realmente.
Parabens a vcs que alcansaram a meta. Eu ainda nao cheguei na tao sonhada fluencia, mas estou me exforcando pra quem sabe um dia chegar lá. :D
Avatar do usuário Flavia.lm 3885 1 9 86
Bruna teles escreveu:Eu ainda nao cheguei na tao sonhada fluencia, mas estou me exforcando pra quem sabe um dia chegar lá. :D


"quem sabe um dia"?!?!?!?!!?! como assim?! Trate de tirar esse pedaço da sua frase e não repetir isso nunca mais!!! ;)

TÓPICOS RELACIONADOS