Backpacking - viajar para aprimorar conversação em inglês

Olá, participantes do English Experts. Tenho inglês intermediário, mas ainda não tenho fluência e confiança para conversar expontaneamente bem em inglês, com naturalidade, sem ficar "engasgando". :lol: Estou treinando muito listening, escutando rádios, podcasts, assistindo a programas de TV, etc. Além disso, venho treinando conversação diariamente em chat rooms online, por microfone. Essas duas práticas têm me ajudado, estou percebendo melhoras, mas ainda sinto falta de contato direto com a língua, diariamente. Com isso em mente, eu tenho três perguntinhas a fazer:

1) Vale a pena viajar durante um ano pelo mundo passando em diversos países de língua inglesa para aprimorar a conversação?
2) Se vale a pena, como é que eu poderia aproveitar ao máximo esses 365 dias mundo afora para adquirir fluência?
3) O que seria mais proveitoso: um ano de backpacking ou quatro/cinco meses de curso de inglês no exterior?
4) Se o curso for a melhor opção, vocês recomendariam o método Callan?

Espero que minha dúvida seja a de muitos aqui e possamos debater sobre esse assunto. Um abraço e muita paz! :D
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Jorilaine escreveu:Link importante:

https://www.englishexperts.com.br/0 ... ionamentos


Eu já tinha lido esse texto. Gostei do relato. Ajudou-me a entender alguns pontos. Mas a minha dúvida é mais específica. Quem puder ajudar, por favor. Abraços!
Avatar do usuário Marcio_Farias 12350 1 22 206
Específico por específico, só alguém que tivesse passado 365 dias "backpacking" (ou não) poderia responder ao seu post. O aprendizado da língua dependerá do convívio ou contato (direto) com a língua-alvo.
Avatar do usuário Frank Florida 210 5
Marcio_Farias escreveu:Específico por específico, só alguém que tivesse passado 365 dias "backpacking" poderia responder ao seu post.

Eu já fiz isso... E sim, se você tem que escolher entre 5 meses de curso e 12 meses de viagens, eu recomendo as viagens. Você tem muito mais tempo de imersão, e meso assim, você ainda pode estudar de forma auto-didata.
O aprendizado da língua dependerá do convívio ou contato (direto) com a língua-alvo.

É isso... o fator mais importante é quanto contato você vai ter com nativos. Mais vale morar no Canadá por 6 meses, mas só viver entre Canadenses, do que morar no Canadá por 12 meses e passar o tempo todo com brasileiros... :shock:

A chave é imersão. Boa sorte!
Avatar do usuário Marcio_Farias 12350 1 22 206
Realmente, uns preferirão o "backpacking" a ficarem em hotéis ou em casas de família. Trata-se de uma questão de conveniência. Ou de preferência. Mas a convivência ou o contato constante com brasileiros (que só falem em português) pode atrapalhar o aprendizado. De maneira nenhuma desmereço o "backpacking", desde que, com isso, o "backpaqueiro" mantenha contato constante com a língua-alvo, evitando falar em português o máximo que puder. :)
Ageradeço a todos pelas dicas. Está clareando. rs...
Eu não quero nem ver brasileiros na minha frente durante esse tempo de backpacking. Mas ainda fica a dúvida:

"Como é que eu poderia aproveitar ao máximo esses 365 dias mundo afora fazendo backpacking para adquirir fluência?"

- Devo reservar tipo umas 3 horas por dia para estudar inglês como autodidata?
- Seria legal, se possível, conversar 16 horas por dia! hehe! Mas aí, como eu posso fazer isso? Não dá para ficar colado numa pessoa o tempo todo e atazanar a vida do sujeito... hehe!
- Algumas dicas para se aproximar das pessoas e puxar assunto? O que vcs sugerem?
Um detalhe. Tenho 28 anos, sou meio tiozão e odeio balada. Não pretendo ir em nenhuma. Eu gosto de acordar bem cedo e dormir cedo. Em que situações do dia eu posso arriscar falar inglês sem gastar nada ou muito pouco? Tipo, conversar algo com o jornaleiro, pedir informação para a polícia local, conversar com alguém no ponto de ônibus, conversar com velhinhos na praça... O que mais?!
Avatar do usuário Frank Florida 210 5
Eu recomendo a página couchsurfing.com - lá você encontra hospedagem grátis, e muitos nativos para conversar em inglês o dia todo. Os seus anfitriões também vão te apresentar os amigos deles, assim você pode ficar conversando 16 horas por dia se você quiser rs...

Mas, você vai aprender mais do contato com outras pessoas do que de livros, e provavelmente não vai ser necessário estudar três horas por dia. Uma vez que você está na estrada, tudo fica mais claro... você vai ver. :)
MENSAGEM PATROCINADA Leia o e-book Aprendendo Idiomas por Conta Própria e conheça as técnicas utilizadas pelos Experts para aprender idiomas. Com ele você vai aprender a aprender inglês!

Baixar uma Amostra Grátis!
Frank Florida escreveu:Eu recomendo a página couchsurfing.com - lá você encontra hospedagem grátis, e muitos nativos para conversar em inglês o dia todo. Os seus anfitriões também vão te apresentar os amigos deles, assim você pode ficar conversando 16 horas por dia se você quiser rs...

Mas, você vai aprender mais do contato com outras pessoas do que de livros, e provavelmente não vai ser necessário estudar três horas por dia. Uma vez que você está na estrada, tudo fica mais claro... você vai ver. :)


Hey, Frank! I've got no words to thank you! Nice to hear these tips from you! CouchSurfing is a great community in all around the world. That's exactly what I was looking for. The best part is the free hosting opportunities. I give my brazilian culture repertory in exchange to free hosting and people to talk. Some time ago I thought in something like that, but I didn't know it had already been invented. Thanks a lot, mate!