Como pronunciar os nomes: Curie, Richet, d'Arsonval, Dubiern

Nome de filósofos, físicos.

Anúncio Você tem medo de falar inglês? - Se você já estudou inglês mas ainda se sente inseguro(a) saiba que o primeiro passo é se expor ao idioma. Converse grátis por 15 minutos com um professor de inglês nativo, você vai se surpreender o quanto isso pode fazer a diferença.

Começar agora!
4 respostas
Redseahorse 2 28 362
Nomes próprios devem ser mantidos originalmente como são pronunciados nas próprias línguas nativas - SEMPRE!

dito isto...

Esqueça a tentativa de pronuncia-los em INGLÊS, se obviamente não for o caso. Ademais, sugiro a pesquisa das pronuncias em conformidade com as respectivas nacionalidades.
PPAULO 6 47 1.1k
In general people that are into some study field know how to pronounce of the name of luminaries of the field. Or at least, the closest form to it.
You can also try to see some lectures, videos, interviews etc, at YouTube and other midia sources.



This question made me recall some funny "encounters" with foreign words or Roman numeral I have seen first-hand.
One of children when was younger, saw a school building and on its front it was written "Colégio PIO X", he then exclaimed "Olha, aqui tem o colégio pióx !"

Long long ago, when I was of tender age, I had just learned reading. Then I saw a classroom in Mossoro, and it reads "Dix-Huit Rosado" I read as it was Portuguese dix (pause) uit (pause) Rosado, and the laughter was all around ! The name was after the French number Dix-Huit (dezoito) that is pronounced "dizuí''.
But, I soon forgot that, and then I was saying "vingt (pause) um Rosado" (almost like in Portuguese vinte e um), where it should be as the French pronounce "vân-un" (after the French number "vingt-un".)
So much for my children´s reading skills in French!
Cinnamon 15 61 498
Hey guys!

Concordo com o que foi dito pelos colegas Redseahorse e PPAULO.
Nomes próprios são um caso à parte, sendo assim, realmente vale à pena estudar por meio de vídeos, veículos de comunicação, até músicas que citam este ou aquele pernonagem (histórico).

Todavia, acho importante ressaltar que por conta das diferenças entre as línguas, alguns nomes comuns em determinados países nem sequer existem noutros. Assim muitas vezes vamos nos deparar com pronúncias bem diferentes de um nome que é popular pelo mundo todo. Existem sons de uma língua que muitas vezes são impronunciáveis em outras.

Dos nomes apresentados alguns como da Madame Curie, que é polonesa, tem com certeza uma diferença entre o nome como é pronunciado na Polônia e a pronúncia inglesa. Nem que seja apena sotaque. Posso falar com conhecimento de casa pois sou um Químico.

Meu nome por exemplo é Wanderlei. Tenho amigos americanos que pronunciam meu nome com o "W" soando como "U". O que é comum na língua inglesa. Sempre que isso acontece eu corrijo a pronúncia, já com relação a sotaque, entonação, etc. é mais complicado. Meu nome pra "eles" é 'Wanderlei. Pra quem entende de linguagem fonética o sinal antes do "W" indica que a primeira sílaba é tônica, ou seja o "Wan" é mais forte.

Não estou dizendo que a pronúncia diferenciada é certa ou errada. Mas ela acontece. É óbvio que a pessoa pode aprender a pronúncia correta. O que me parece equivocado é a transformação do nome. Mesmo que seja pelo equivalente na outra língua. Robert não é Roberto, nem Bob é Beto.

Pra terminar gostaria de usar o exemplo da ex-top model Gisele Bündchen. Não sei qual a pronúncia correta de acordo com a origem do sobrenome. Mas sei que aqui dizemos com som de "I" ... "BINTCHEN". Lá fora ela é conhecida como algo do tipo "BÂNTCHEN".

Chic mesmo é pronunciá-los, os nomes, com o sotaque da língua original. Muitos deles são franceses... beautiful sound... from my point of view.

See you around!
PPAULO 6 47 1.1k
I concur.
That´s why I used the words "closest to it", and I thought that sometimes a bit of innacuracy saves a ton of worrying and release our mind to maintain the focus on the important detail.
Take for example, the case of many Brazilian high-school students, in many cases it´s inconsequential wether they know the pronounce of the philosopher/physicist/mathematician René Descartes (in French - "decarte" ).
To a high-school student raking their brains with mathematics, it would be only one more information to work on (and they have great deal of it to process.)
Of course, it would be recommended (and important), but not always doable in our country. So my thought was that many students at that level, certainly will be required to know about pronouncing later, when he gets to the University.

And there is this fact, just pointed out, that some words change their pronounce from a country to the other, because of phonetical issues!
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!