Como utilizar a vírgula em inglês

10190 3 16 182
Vejam abaixo um bom resumo do uso da vírgula em inglês. Pode parecer complicado, mas muitas das regras são óbvias, e não causam problemas. O problema mais sério que eu vejo aqui no site ocorre em sentenças deste tipo:

I saw her yesterday, she was shopping for a new dress.
Correction: I saw her yesterday; she was shopping for a new dress.
Or: I saw her yesterday. She was shopping for a new dress.

I have a question, I hope someone can help me, it's about infinitives.
Correction: I have a question. I hope someone can help me. It's about infinitives.
Or: I have a question, and I hope someone can help me. It's about infinitives.

As regras, obtidas do site http://www.inglescurso.net.br/gramatica ... gula-comma, são as seguintes:

1 - Vírgula depois de yes e de no:

Yes, I am.
Yes, certainly.
No, I don't.
No, of course not.

2 - Vírgula antes de uma question tag:

It's easy, isn't it?
He enjoys reading, doesn't he?
She's from London, right?

3 - Vírgula para separar milhares:

120,570
3,420,800

4 - Vírgula antes e depois de um aposto:

Rebecca, your sister, has just arrived.

Aqui, o aposto your sister acrescenta algo mais sobre Rebecca embora essa informação seja desnecessária.
Compare:

Your sister Rebecca has just arrived.

Aqui, o aposto Rebecca especifica qual das irmãs estamos a falar, e não emprega vírgulas.


5 -Vírgula antes e depois de uma oração relativa não-restritiva:

The boys, who had missed the train, didn't see the film.

= nenhum dos rapazes viu o filme
= todos eles perderam o comboio
Compare agora com uma oração relativa restritiva, que não emprega vírgulas:

The boys who had missed the train didn't see the film.

= somente os rapazes que perderam o comboio não viram o filme
= dos que não perderam o comboio viram o filme

6 -Vírgula para separar palavras numa lista:

Susan is pretty, young and intelligent.
John went to Spain, Portugal, Italy and Greece.

Em inglês britânico, a vírgula é normalmente omitida antes de and. Contudo, é por vezes necessário empregá-la para evitar certas ambiguidades.
Compare:

I like Portuguese food and wine.
(wine = vinho português)
I like Portuguese food, and wine.
(wine = vinho em geral, português inclusive)

7 -Vírgula em discurso directo:

"She is a good student," he said.
He said, "She is a good student."


8 - Vírgula para separar advérbios:

Finally, the train arrived.
However, the room is very comfortable.
Further, the patient's condition worsened.
By the way, have you seen Maggie?

9 -Vírgula para separar orações participiais (-ing e -ed):

Crossing the park yesterday, I saw a man attack a woman.
Having lost all his money, he went straight home.
Offended by his remarks, Jane left the room.
Taken completely by surprise, I didn't know what to do.

10 -Vírgula para separar orações condicionais (if-clauses):

If I see Maggie, I'll let you know.
If it hadn't rained, I would've gone to the cinema.

Para mais pormenores, veja Condicionais (punctuation).

11 -Vírgula para separar orações intercaladas:

Rome, as I was told, is rich in monuments.
His car, I can assure you, is in perfect condition.

12 -Vírgula para separar vocativos:

John, where are you?
Could you do me a favour, Maggie?

13 - Vírgula para separar orações ligadas por and:
(a) repetição do sujeito:

She got up, and then she left the room.

(b) introdução de um novo sujeito:

I opened the door, and my wife came in.

(c) omissão do sujeito na segunda oração e ausência da vírgula:

She got up and left the room.

isto é, o sujeito é o mesmo para ambos os verbos.

14 - Vírgula para separar orações ligadas por but, or, nor, so, yet :

John likes football, but Mary likes tennis.
She can't be ill, or she would have called us.
He can't stay here, nor can he go home.
He missed the train, so he caught the bus.
He can't drive, yet he can't help thinking about buying a car.

15 -Vírgula para separar orações ligadas por as, since, for (desde que estas significam "porque"):

As I was late for work, I decided to catch a taxi.
Since I don't know you, I can't lend you the money.
After lunch he retired to his study, for he had an important letter to write. (1)

(1) não se deve utilizar a conjunção for no início da frase
________________________

Como eu já disse, pontuação em inglês pode parecer coisa de pouca importancia e, sem dúvida não é o mais importante para quem está iniciando o aprendizado. Mas se você já está relativamente bem estruturado na língua, não deixe de prestar um pouco de atenção a esse assunto.
Cambly Brasil - Mensagem Patrocinada Saiba já o seu nível de inglês - Converse grátis por 15 minutos com um professor e verifique como está o seu nível de inglês. Perder o medo de se comunicar é o primeiro passo para a fluência. Cadastre-se na Cambly e experimente o método sem compromisso.

Iniciar Conversação
27 respostas
Ordenar por: Data

Resposta aceita Resposta aceita
10190 3 16 182
Arlindo, em resposta às suas perguntas:

1. Não importa qual o verbo, se a intenção é de citar o discurso direto, utilize a vírgula após o verbo. Na questão da utilização, os verbos citados não são "idênticos" em todas as suas funções: é raro, por exemplo, usar "tell" precedendo um discurso direto (que cai entre aspas, por convenção). "To say" seria comum nesse caso.

Note bem que precisamos da maiúscula após abrir aspas: John said "My father was a good person.” E o ponto final cai dentro das aspas.

2. Quando "that" introduz o que foi dito, aí caímos no discurso indireto, e não há necessidade da vírgula. Os seus exemplos estão corretos.

Além disso tudo, creio que em um relatório desse tipo, o comum deve ser o discurso indireto. Só onde uma ênfase especial for essencial, como em

He left no doubt as to what he meant when he said (stated), "I will not employ this procedure because I don't believe in it."

devemos recorrer ao discurso direto.

10190 3 16 182
Recebi esta por email de uma conhecida: [Com minhas traduções: aquele fraseado e pontuação que funcionam em português, nem sempre dá certo em inglês...]

Sobre a Vírgula

Muito legal a campanha dos 100 anos da ABI
(Associação Brasileira de Imprensa).

Vírgula pode ser uma pausa... ou não.

Não, espere. = No, wait. / Don't. Wait.
Não espere.. = Don't wait. / Wait not.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4. = 23.4
2,34. = 2.34

Pode criar heróis..
Isso só, ele resolve. = This alone, he works out.
Isso só ele resolve. = This, only he works out.

A vírgula pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido. = We lose; nothing was solved / decided.
Vamos perder nada, foi resolvido. = We lose nothing, it was decided. / We lose nothing; the decision was made.
[Questão: você trataria o significado em português de acordo com a minha segunda opção -- isto é, duas orações independentes?]

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber. = We don't want to know.
Não, queremos saber. = No, we do want to know.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência! = Show no mercy!
Não, tenha clemência! = No, show mercy!

Uma vírgula muda tudo.
ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua inf ormação.

Detalhes Adicionais:
SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

* Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER...* Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM...

[Eu diria duas coisas sobre a frase: uma é que não faz sentido a vírgula depois de TEM: o que só ele sabe não determina a ação dela; e, segundo, provavelmente não há jeito de dizer as duas coisas em inglês com uma simples troca de vírgula.]

Is this sentence correct:
He is more than my father, he is my friend.

or it would be better:
he is more than my father he is my friend.

If the second one is correct is it a serious mistake to have used comma?

thank you so much

10190 3 16 182
Olá Supimpa,

O segundo é totalmente incorreto, como seria em português também. Em inglês, chamamos isso de um "run-on sentence". Após 'father', precisamos de alguma pontuação separando as duas idéias. Minimamente, em inglês, uma vírgula. Normalmente, um ponto-e-vírgula ou ponto final:

He is more than my father, he is my friend.
He is more than my father; he is my friend.
He is more than my father. He is my friend.

Ok, como dizer "run-on sentence" em português? Uma frase desarticulada?

12580 1 23 212
Henry Cunha escreveu:Ok, como dizer "run-on sentence" em português? Uma frase desarticulada?
Sim e provavelmente também sem pontuação.

obrigada pela resposta

e esta frase
more than my friend he is my other half

segue esta mesma regra?

o correto seria
more than my friend, he is my other half

10190 3 16 182
supimpa escreveu:obrigada pela resposta

e esta frase
more than my friend he is my other half

segue esta mesma regra?

o correto seria
more than my friend, he is my other half
Opa, agora você está chegando bem perto de casos onde quase podemos omitir a vírgula. Mas, nesse caso, ainda aconselho a inserir a vírgula. O critério principal é de facilitar a vida do leitor.

Veja exemplos em que eu omitiria a vírgula:

More than that I cannot say. = I cannot say more than that.
A better friend than him I could not ask for. = I could not ask for a better friend than him.

Existe uma diferença estrutural com a sua frase, não?

Henry
muito obrigada por esclarecer minha duvida. Ótima explicacao. :)

25 1
"You'll have to summarize this report, it's too long."

I saw the sentence above and I didn't understand the use of the comma. Shouldn't I use full stop after the word "report"? Why?

25 1
"You'll have to summarize this report, it's too long."

I saw the sentence above and I didn't understand the use of the comma. Shouldn't I use full stop after the word "report"? Why?

10190 3 16 182
filasfermon escreveu:"You'll have to summarize this report, it's too long."

I saw the sentence above and I didn't understand the use of the comma. Shouldn't I use full stop after the word "report"? Why?
Yes, you should. Either a full stop (.) or a semicolon (;). We don't separate two independent clauses with a comma in English.

Pessoal, qual é a forma correta:

"Sometimes, the wrong choices bring us to the right places" ou "Sometimes the wrong choices bring us to the right places". ?

Alguém pode esclarecer?

Obrigado!

62275 22 99 1511
Joinha,

Pelo que tenho visto, não usar a vírgula após "sometimes" - no contexto apresentado - é uma forma mais comum do que usá-la. Pesquisando em 4 dicionários, pude constatar isso. Observe a seguir.

Sometimes I go by car. [Oxford]
Sometimes it's so cold I don't even want to leave the house. [Macmillan]
Sometimes we take food with us and sometimes we buy food when we're there. [Cambridge]
Sometimes, Grandma would tell us stories about her childhood in Italy. [Longman]

Como pode ver, de 4 dicionários, três não usaram a vírgula (Oxford, Macmillan e cambridge) e um deles a usou (Longman).


Bons estudos!

Interessante. Obrigado pela ajuda, Donay!

Abraços

10190 3 16 182
You can make this distinction as a rule of thumb:

When 'sometimes', 'often', 'occasionally', etc., open a sentence and are clearly modifying a specific verb, a comma is not necessary:

Occasionally it's so cold here (that) the heater is on all the time.

Use the comma when you need to make clear what is being modified:

Occasionally, he remembered, it would be so cold there (that) the heater would be on all the time.

1115 2 23
Henry Cunha escreveu: 6 -Vírgula para separar palavras numa lista:

Susan is pretty, young and intelligent.
John went to Spain, Portugal, Italy and Greece.

Em inglês britânico, a vírgula é normalmente omitida antes de and. Contudo, é por vezes necessário empregá-la para evitar certas ambiguidades.
Compare:

I like Portuguese food and wine.
(wine = vinho português)
I like Portuguese food, and wine.
(wine = vinho em geral, português inclusive)
Eu gosto de sempre usar vírgula antes do and (a tal da Oxford comma). Isso pode evitar alguns mal-entendidos.

10190 3 16 182
Actually, you don't need any commas at all in these cases:

We invited the brothers Nick and Sam to the party.
We heard the candidates Smith and Williams give their speeches.
We enjoyed the music of the trio JJ&B last night.

So also

We invited the strippers JFK and Stalin.

is the one that you don't want to use.

1115 2 23
If we are just adding information about the strippers then I believe that you can use the comma there: "We invited the strippers, JFK and Stalin", can't you?

I prefer to use the Oxford comma in every list (with three or more items), to avoid having to think if the sentence is ambiguous or not, but I know that this is one of the cases that there are more than one way to use it right.

10190 3 16 182
Yes, I agree. I just wanted to point out that we didn't actually need any commas if that was the intention.

Here's one where adding or omitting a comma can't quite deliver us from ambiguity:

He invited a politician, a notoriously corrupt character, and a confessed philanderer to the meeting.

40
Eu notei que o uso das vírgulas e pontos em números é bem diferente do que estamos acostumados. Corrijam-me se eu estiver errada, pois não lembro muito bem.
Exemplo. Em português, temos: 1.200,00. Já em inglês: 1,200,00 ou algo assim.
Aproveitando a deixa do tópico, alguém poderia me esclarecer isso direitinho?
:)

10190 3 16 182
Yasmin, nesse caso basta lembrar de fazer uma conversão completa: onde é ponto em português, mude para vírgula, e vice versa:

1.200,10 = 1,200.10
5.236,45 = 5,236.45

40
Então só tenho que lembrar que é o oposto. Obrigada, Henry!

25 1
E aí pessoal, tudo bem com vocês?

Minha dúvida é quanto ao uso da vírgula em inglês.
Me deparei com uma situação assim em um texto: "...like China or Russia or Brazil..."

Em português escreveríamos "como a China, Russia ou Brasil".

A regra do uso da vírgula para o inglês é diferente? Não encontrei algo que me esclarecesse...

Se houvessem mais países no contexto, seria normal se escrever "...like China or Russia or Brasil or Chile or Mexico..."?

Segue o link para do texto completo, esta parte está no penúltimo parágrafo: http://business.blogs.cnn.com/2012/04/2 ... and-vigor/

Obrigado!

10190 3 16 182
Renato,

Contudo, não é possivel dizer em português "como a China ou a Russia ou o Brasil"?

O trecho que v cita aparece no contexto de grandes mercados com certas características (youth and vigor). Para esse fim, foi suficiente mencionar tres países que caem dentro da categoria (e olha lá, pq não a Indonésia em vez da Rússia? -- http://www.internetworldstats.com/stats8.htm)

Em algum outro contexto, por exemplo, onde queremos enumerar um número maior, certamente o uso de vírgulas, com "or" somente antes do ultimo, seria mais adequado:

"Among the countries of the European Union, Germany, France, the UK, Italy or Spain have to be considered indispensable members."

Em inglês temos ambas opções, dependendo só do propósito e da necessidade de preservar a clareza.

25 1
Olá Henry,

Sim, é verdade, realmente é possível.

Entendi...muito obrigado pela ajuda. :)

Olá, tod@s,

Tenho duas perguntas dentro do seguinte contexto:

Situação: Eu fiz uma entrevista de emprego com John. John me contou a história de sua família na entrevista. Eu irei escrever o resumo da entrevista para o meu chefe.

Surgem as perguntas na escrita dessas informações.

1. A utilização dos verbos “said”, “told” e “spoke” são idênticos ou um verbo exige vírgula mais do que o outro?

p.ex.:

John said/spoke, "my father was a good person”
John told, "my father was a good person”.

2. Como fica o uso da vírgula quando é empregado o “that”?

p.ex.:

John told that his father was a person who used to help others.
John said me that his father was a good person.

Obrigado! :D

10190 3 16 182
Uma pequena, mas importante correção ao meu texto:

John said, "My father was a good person.”

Curso English Experts Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido?

Clique aqui para conhecer o curso!