É bom aprender inglês fazendo anotações no caderno?

Olá pessoal. Antes de tudo gostaria de me apresentar. Meu nome é Vinícius.

Já consultava o English Expert muitas vezes mas agora me cadastrei pois vem surgindo muitas dúvidas.

Estudo num curso há dois anos e estou no nível Intermediário mas estudo sozinho pois no meu curso tem muito input e repetição das palavras em voz alta mas não tinha muita conversação e isso me incomodava pois queria praticar mais esta parte.

O jeito que eu estou aprendendo é ouvindo um Podcast do ESLPOD por dia e no dia seguinte ouvir de novo fazendo anotações no meu caderno caderno.
Descobri que é importante neste site com o podcast "English Podcast 34: O Listening que vai turbinar o seu inglês"

Para treinar Speaking faço uma gravações falando durante 2 minutos todos os dias.

Também aprendo duas palavras/expressões/verbos por dia do meu livro de inglês.

Meu objetivo é ficar fluente. Mas cheguei num ponto que não vejo muitas melhoras. Eu faço isto todos os dias mas não vejo nenhum avanço. Também não consigo lembrar de quase nada que escrevi no dia anterior. Tenho que reler o meu caderno de novo para lembrar.

Por isso pergunto, aprender fazendo anotações é eficiente?

Fica aí o desabafo :)
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Marcio_Farias 12350 1 22 206
Não leciono, mas vejo pelo que está passando. Você já pensou em arranjar -- se não já arranjou -- um(a) amigo(a) falante nativo de inglês com quem possa dialogar? Vê muitos filmes em inglês? Eles ajudam bastante. As músicas em inglês também ajudam.

Não deixe a ansiedade de querer aprender tudo de uma só vez tomar conta de você. Mesmo na fase intermediária você deve absorver, aos poucos, as lições e os podcasts. Eu venho aprendendo inglês desde 1970, e ainda não sei tudo! Ao longo desses anos dialoguei com alguns americanos e, pelo menos, com uma enfermeira inglesa de férias no Recife-PE. Relacionei-me com uma americana por telefone e por email durante quatro anos, quando ainda não existiam as redes sociais. Aprendi muito inglês com ela e ela português comigo.

Encare as dificuldades como uma fase passageira. Você já tem dois anos de curso. Com mais dois você termina, não?

Agora mesmo, estou tentando aprender alemão pelo duolingo. Vai fazer um mês e ainda não passei da primeira lição! Ainda estou naquela do "Como vai você?" e o "Meu nome é Fulano de Tal", só que o duolingo vem reprovando minha pronúncia! Mas vou tentar até conseguir!

E, sim, as anotações ajudam.
Avatar do usuário PPAULO 39175 6 32 684
Pois bem, vamos ver se entendi.
Você nos informa que o curso não foca muito na conversação e é aí que você quer melhorar. Em seguida, você nos conta que grava áudios de 2 minutos cada dia. E mais, que aprende duas palavras expressões/dia.
Acho que são três itens aqui, mas quero lembrar que o aprender expressões deve ser seguido de usar expressões, de fixá-las na memória, de fazê-las parte de seu repertório vocabular.
É aí que tá, se você não usa o que aprende, equivale a não aprender, por que você esquece.
Aí entra o "conversation", a leitura de diversos tipos de gêneros (diversos como thrillers, drama, legal thrillers, medical thrillers, fiction, non fiction, etc.) Assim, as expressões começarão a "se repetir" e fixar, aumentando seu conhecimento vocabular.
Claro que isso aqui é apenas um comentário (e leigo, por sinal), mas espero que possa ser de ajuda para uma autocrítica, assim você pode ter ideia da direção inicial em que você quer ir. Um professor, um colega, alguém que esteja mais próximo pode, junto com você, avaliar seus fortes e fraquezas e "atacar" as potenciais dificuldades que você está tendo no aprendizado.
A sensação de que "está parado", em algumas situações é normal e esperada, faz parte pois ninguém é um computador ou máquina. Mas, há que se ver caso a caso.

I hope it helps!
Avatar do usuário Carls 3140 2 74
Escrever no seu caderno ajuda bastante porque é como se estivesse a tocar cada palavra com as suas mãos. Ajuda a conhecê-las. Também deve repetir em voz alta. Sugiro que repita as frases tantas vezes quantas forem necessárias, pois que a repetição é um dos factores da aprendizagem, mas repita em voz alta: os ouvidos devem ouvir. Use o maior número dos órgãos do sentido. Olhe as palavras, escreva as palavras, pronuncie as palavras e oiça as palavras. Se não tiver com quem conversar (feche-se no seu quarto, para não pensarem que enlouqueceu), fale consigo mesmo mas, em voz alta