Emprego após Intercâmbio: Quais as possibilidades?

1º Post. hehe!

Hey! pessoal.. Meu nome é Felipe, e estou em dúvida sobre a garantia de se conseguir um emprego após o retorno de um intercâmbio.
Vamos à uma breve explicação: Pretendo em 2015,ir para o Canadá, no início era para ser uma viagem de 1 mês, porém, estou convicto em largar meu emprego atual e ficar bons meses por lá, trabalhando e estudando. A grande dúvida que ronda a minha cabeça é a de retornando, será que colherei bons frutos? ... Me falem de suas experiências em relação à isto e se vale a pena correr tal risco.
Lembrando que: 60% de que quero ir fazer esta loucura, e 40% é a incerteza de conseguir um emprego retornando da viagem. Rs!

Valeu! :D
MENSAGEM PATROCINADA Aprenda dicas sobre os tempos verbais em inglês! Baixe agora o seu Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um ótimo resumo para revisar todos os conceitos.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Diego Pikulski 2100 2 5 42
Bom dia Felipe,
Nunca viajei para fora, mas vou dar uma opinião pessoal sobre empregos.
Como você irá para o exterior e irá trabalhar/conviver com outra lingua.
Você irá desenvolve-la melhor e com isso também estará criando novas oportunidades na sua carreira profissional.
Hoje em dia o inglês é muito requerido, e isso é um diferencial que você irá ter.
Não sei sua área de atuação, mas se ela utiliza ou necessita do inglês, você estará um passo a frente de outras pessoas só por ter feito um intercâmbio longo. (Meu ponto de vista).
E atualmente o mercado de trabalho no Brasil está se expandindo, sempre surgindo novas vagas. As vezes pode até demorar, mas sempre arranjamos uma vaga. Como dizem, só fica desempregado quem quer. Ou seja, tem que correr atrás e não esperar baterem na nossa porta :)
Abraços.
Sou formado em Administração. Concordo com o que foi dito. Inglês é o que mais se destaca em um curriculo. Eu penso que influência na contratação.
O meu medo, mesmo que eu tenha tal experiência fora, é o de não conseguir o emprego. Sabe aquele pensamento: colher e garantir os frutos. Quero buscar isso, o de chegar aqui no Brasil e daqui um mês já ser chamado para entrevistas. Rs! (sonho).
Vms ver se alguém já passou por isso. ;)
Oi Felipe,

Já me fiz a mesma pergunta. rs
Bom, vou falar o que eu acho por que também não tenho intercâmbio.
O mercado está muito competitivo nos dias atuais, o inglês (do intermediário ao avançado) é um ainda é diferencial mas está se tornando e a regra - obrigatoriedade, não a exceção, logo ter um curso de inglês é fundamental. Porém, é muito difícil adquirir fluência somente com cursos no Brasil, o intercambio, a vivencia no exterior, viria no sentido de te destacar entre os que possuem conhecimento no idioma. Já vi empresas pedindo que só considere como idioma avançado quem já esteve por mais de 1 (um) mês fora do país.
É muito difícil que só pelo intercambio e pela vivencia você adquira uma boa vaga, mais claro que vai pesar dependendo da vaga que você concorre. Penso que valerá muito mais suas experiências e cursos na sua área, logo para alguns é uma perda de tempo ir para um intercâmbio longo, trabalhar num emprego fora da área e perder esse tempo de experiência e investimento em outros cursos.
O lado bom que eu penso é que mesmo em 2015/2016 a procura pelos cursos de idiomas ainda será grande, lembrando que ainda teremos as Olimpíadas aqui, logo quando retornar pelo menos um emprego de professor de idiomas você conseguirá.

Abraços.
Camila
Bom Dia Camila! ...
Muito válida sua resposta.
Lembro que em uma entrevista que eu estava participando, tinha um partcipante que estudou/trabalhou no intercâmbio, do qual era garçom em um restaurante, nos EUA. Os recrutadores ficaram de olho nele, pelo fato de ter feito um intercâmbio e por ele ter conseguido se virar no emprego nos meses de intercâmbio. Mesmo que ele estava em um nível abaixo de emprego, do que ele poderia estar, os recrutadores visaram está flexibilidade que teve ao trabalhar no intercâmbio.
Muitos concerteza levarão em conta as diversas situações que enfrentaremos e no esforço ao longo do programa de intercâmbio.
Sei que terei grandes desafios no intercâmbio e no retorno, que nada cairá do céu, tudo dependerá dos meus esforços e capacidade, até mesmo de sorte.
Um ótimo emprego e cargo, não vou conseguir de cara, fato!, mas um emprego que reconheça meus esforços, isso sim.
Com a experiência e fluência, darei aulas para uma grana extra... Rs!

Valew!:D
Boa noite pessoal,

Eu voltei de um intercâmbio de 3 meses a 1 mês.
Fiz o intercâmbio na intenção de melhorar o inglês para poder voltar e quem sabe encontrar um emprego em alguma multinacional.

Faço faculdade de contabilidade e queria trabalhar nesta área mas o meu problema é o seguinte: ainda não tenho experiência na área contábil então teria que trabalhar na área que tenho experiência só para trabalhar numa multinacional.
Então o que acabei fazendo, é trabalhar numa concessionária de uma marca internacional na área contábil e quando tiver mais experiência tentar de novo.

Acho que se você tiver experiência no que quiser trabalhar e ainda tiver o inglês... será perfeito!
Bom dia pessoal !

Então Felipe, passo pela mesmo situação que você.

Dia 30 de agosto vou para o Canadá, ficarei um mês lá estudando (férias do trabalho) e retornarei ao Brasil no final de setembro.

Estive pensando seriamente em ir morar em outro país devido a violência e diversos outros fatores que convivemos diariamente no Brasil, POREM o que me prende ao Brasil, atualmente, é o meu trabalho.

É uma questão "complicada e simples" ao mesmo tempo, o importante é saber se:

- Você tem claras perspectivas de crescimento no seu emprego atual? (sabe até onde pode ir e tem ambições/planejamentos).
- Você gosta do que faz e vê que realmente está na empresa certa? (vê um futuro trabalhando nela).

No meu caso, para as duas perguntas acima a resposta foi sim, então POR ENQUANTO, estou inclinado a ficar pelo Brasil e ir tocando minha vida aqui.

Não sei a área em que você atua, eu sou Analista de Informática, minha área tem bastante vagas abertas em nosso país, o que tornaria a minha re-adequação no mercado "mais fácil" caso eu fosse morar fora e volta-se.

Mas uma coisa é certa meu amigo, nos dias de hoje temos MUITAS vagas de emprego que abrangem diversas áreas, o que falta mesmo, na minha opinião, é mão de obra QUALIFICADA.

E só pelo fato de você estar indo/querendo se aventurar em outro país, outra cultura, um universo totalmente novo, isso já conta muuuito a seu favor.

E como diria a grande pensadora contemporânea, Keep Calm and deixa de recalque make your decision !

Abraços !
Ola amigos.
Estava aqui pensando o que fazer da minha vida quando encontrei esse topico, que por sinal e muito coerente e acredito que seja a duvida de muitos jovens.
Eu estou atualmente na Australia, vai fazer 5 meses, (atualmente estudo no general english) em Sydney Australia. Eu tenho 23 anos e resolvi deixar o Brasil em Vespera de Copa do mundo (melhor escolha que eu poderia fazer).
Me formei em Dezembro do ano passado e parti para Australia para então estudar, afinal sou formado em Administracao com enfase em comercio exterior. Tomei a decisao de viajar depois de perder uma vaga dos sonhos para trabalhar numa multinacional na minha area com o mesmo cargo com uma diferenca de 2000 reais de salario... Mas como sou jovem e venho acompanhando o mercado na minha area e cargo, nao me resta duvida que quando eu voltar para o Brasil terei muitas vagas. Lembrando que eu tenho experiencia na minha area, e e uma area com poucos profissionais.
Eu realmente indico a todos que sejam corajosos, se planejem e tome essa decisao, pois nao me arrependo nem um pouco. Estudo a 4 meses e estou muito feliz com resultados, me sinto preparado para encarar uma entrevista em ingles.
Mas como todos nos sabemos, nada e facil e nada cai do ceu.
Indico que saiam do Brasil pelo menos com um ingles Pre intermediario para Intermediario, pois se nao vao perder muito tempo aprendendo gramatica e etc.
Respondendo a pergunta, acredito que as possibilidade sao 8 em 10. ;)
Estamos em constantes mudanças, e neste caso, meu cenário mudou... rs! . Antes, estava pensando em arriscar de mudar de pais e trabalhar, já que sempre quis isso, porém, com uma nova chance que obtive no mercado, o que vai me restar é fazer um intercâmbio para aperfeiçoamento.
Eu penso em duas possibilidades: consiguimos uma vaga de emprego, devido não somente nossas qualificações, mas o perfil de se encaixar à organização ; e você ter um inglês impecável, já que, muitas organizações focam nisso. Não sei o pessoal aqui, mas já perdi excelentes oportunidades devido a não ter fluência em inglês, mesmo que em algumas vezes, nem será utilizado.
Eu acho que visam é o quanto você se arriscou em "fugir" daqui para aumentar sua "cultura" em conhecer outro pais.
Hj fico com a opção: valorizar as perspectivas de crescimento na empresa, fazendo intercâmbio, curso de imerção, praticar em sites como o SharedTalked e ler Monicas gang ... rs!
Vai variar de casos e casos, mas hj estou ciente que uma fluência em inglês e um intercâmbio feito, pelo menos de 1 mês, já contarão para se destacar em uma futura entrevista.
Riscos devem ser enfrentados.
Ps: Vinicius e Audi , espero ter feito uma resposta bacana ao que vcs escreveram... hehe! :)
MENSAGEM PATROCINADA Leia o e-book Aprendendo Idiomas por Conta Própria e conheça as técnicas utilizadas pelos Experts para aprender idiomas. Com ele você vai aprender a aprender inglês!

Baixar uma Amostra Grátis!