Estudar inglês na Holanda

Bom dia/tarde/noite pessoal,

Vou fazer um breve relato da minha história para ver se vocês podem me ajudar.

Saí do Brasil a pouco mais de 1 mês para vir morar com minha Tia em Lisboa, Portugal. Ela tem uma loja de roupas e disse que eu poderia trabalhar com ela até arranjar um trabalho melhor, disse também que me daria o contrato de trabalho, mas que era melhor eu chegar no país primeiro. Larguei minha família, cachorros, namorado e vim tentar minha vida aqui, com um único propósito: juntar grana para fazer intercâmbio e aprender inglês.

Chegando em Portugal nova realidade, minha Tia é casada com um Português super grosso e escroto que maltrata ela toda hora. Eles não vão me dar o contrato de trabalho e nem me colocar para trabalhar na loja. Resumo da ópera: minha relação com eles não está dando certo. Me enganaram para vir para cá porque querem que eu fique fazendo as tarefas de casa (limpando, cozinhando).

Estou agora vendo as possibilidades que tenho de ir pra algum país aprender inglês com o dinheiro que me sobrou. Minha opção até agora é Irlanda, mas não tenho dinheiro suficiente ainda, então pensei em ir morar na Holanda e aprender inglês na marra. Porém precisaria de trabalho para me sustentar.

Aqui em Portugal só consegui algumas faxinas até hoje. Faço várias entrevistas mas eles não contratam sem o número da segurança social (que para conseguir precisa ter contrato de trabalho, um ciclo sem solução).

Enfim queria saber a opinião de vocês com relação a ir para Holanda aprender inglês.

  • Vale a pena ficar lá ilegal?
  • Consigo trabalho estando ilegal?
  • Alguém conhece alguma escola de inglês lá?
  • Se eu me matricular na escola de inglês, consigo visto de turista?

Ufa que desabafo, espero que me ajudem.

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário gian2hard 2270 1 7 50
Querida Tamires,

Antes de mais nada, sinto muito pela sua situação em Portugal.

Deixa eu lhe contar, moro na Austrália há quase 10 anos. Vim para cá ainda quando estava na escola. Quando me mudei, conheci vários intercambistas de todos os lugares do mundo, muitos nos quais tenho contato até hoje. Com o passar dos anos eu já vi e ouvi todo tipo de história no que diz respeito a artimanhas para imigrar ou simplesmente fazer intercâmbio. Já aviso de antemão que entrar ilegalmente em um país, ou entrar legalmente, e prolongar sua estadia ilegalmente, é a pior coisa que você pode fazer.

Na melhor das hipóteses, você entra legalmente, e prolonga sua estadia ilegalmente por alguns anos ou meses e volta ao Brasil. Alguns anos depois você decide voltar a Irlanda, dessa vez com um visto. Mas, para surpresa de ninguém, 2* você também esta barrada de entrar no país. Em outro cenário, na melhor das hipóteses, *1 você é pega ilegalmente e deportada imediatamente de volta para o Brasil. Ou *3 talvez você passe alguns dias presa (em detenção) no país, antes de ser socada no primeiro avião de volta.

Mas digamos que você entre ilegalmente, e fique no país ilegalmente. Você trabalha ilegalmente por vários anos, com um salário de merda e sempre na expectativa, será que alguém irá me dedurar? Você está trabalhando no país ilegalmente faz 4 anos agora, até que um dia do nada a imigração bate na porta onde você trabalha. Na melhor das hipóteses, (rever *1 e *2), mas talvez você não tenha sorte (rever *3).

A melhor maneira de trabalhar em país e ter um visto de trabalho e estar sempre em dia com seus documentos e visto. Óbvio que para maioria das pessoas isso não é possível. Tendo dito isso, há uma artimanha que fica cruzando o limite do legal e ilegal.

Você se matricular em um escola de Inglês barata e não muito conhecida. Aplique para um visto de estudante. Na sua escola, você diz que quer aproveitar o seu tempo fora do seu país, e diz que você virá para aulas uma ou duas vezes por semana. A tendência é que escolas pequenas não vão encher o saco dos estudantes por não comparecerem às aulas, já que eles não querem perder $$. Escolas mais conhecidas SIM, pois eles tem que passar a sua presença nas aulas para imigração, e se você não tiver comparecendo às aulas terá seu visto cancelado.

Agora, não posso falar sobre a Irlanda, mas na Austrália, com um visto de estudante você pode trabalhar 10 horas por semana. Com visto de estudante, você pode então conseguir um trabalho em um bar, por exemplo. O truque aqui é antes de ser contratada, perguntar ao seu empregador se ele estaria disposto a te contratar por mais de 10 horas por semana, e te pagar POR FORA o overtime. Essa é a maneira mais segura (MENOS PIOR) de trabalhar integralmente e guardar grana em outro país com visto de estudante ou invés do visto de trabalho, sem ser deportado.

Abraço
Olá Tamires,
Cada cultura tem uma abordagem diferente, mas cada um sabe o seu limite. A estratégia de fazer intercâmbio por uma escola de idiomas é a melhor maneira de transitar legalmente em outro país quando você não tem outro vínculo que te ajude a permanecer mais tempo fora. Não deu para entender se você já tem ou não alguma graduação, mas já vi casos em que o profissional não aceitou outro tipo de trabalho até que finalmente conseguiu seu lugar ao sol.
Através da Casa do estudante é possível encontrar algumas famílias que possam te acolher em troca de um posterior intercâmbio aqui no Brasil, mas precisa estar em situação regular no país de sua escolha. Boa sorte!
Boas dicas Donay! Até mais!