Expressões e palavras traiçoeiras na língua portuguesa

Avatar do usuário Ravenna 70 3
Para 'refrescar' a memória, a definição de pleonasmo
-----> redundância de termos no âmbito das palavras, mas de emprego legítimo em certos casos, pois confere maior vigor ao que está sendo expresso (p.ex.: ele via tudo com seus próprios olhos) -Dic. Houaiss

C-ya!
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário moni_si 10
Ravenna escreveu:Para 'refrescar' a memória, a definição de pleonasmo
-----> redundância de termos no âmbito das palavras, mas de emprego legítimo em certos casos, pois confere maior vigor ao que está sendo expresso (p.ex.: ele via tudo com seus próprios olhos) -Dic. Houaiss

C-ya!




Sempre vale ressaltar que a diferença entre estilo e erro, só conhece realmente o autor da frase, isto é, se ele fez de próposito ou sem querer.

O Pleonasmo tanto pode ser figura de linguagem, como vício de linguagem.

O Pleonasmo literário (que pode ser visto como a famosa "licença poética") é o que, como disse a nossa colega Ravenna, enfatiza o que está sendo dito:

por exemplo:
"Assim que o dia amanheceu lá no mar alto da paixão, dava pra ver o tempo ruir..." (Djavan - Oceano)

Ou o Pleonasmo vicioso, que ao contrário, denota desconhecimento do idioma e insegurança, além de um texto pesado e desinteressante, que pode estar em apenas um termo ou até numa sentença inteira:

"O desconhecido anônimo que ninguém sabia quem era nem como se chamava não se identificou em nenhum momento, mantendo sigilosa sua identidade". ( essa frase é minha, mas, diga que não pensou que era um texto de artigo policial?)

E vale lembrar, que nem toda letra de música, necessariamente está usando uma licença poética ou um pleonasmo literário... embora essa seja a desculpa da moda mas...

"Ah esse coqueiro que da coco... aonde amarro a minha rede... nas noites claras de luar..." (quem se atreveria a questionar essa sumidade que compôs Aquarela do Brasil, um dos sambas mais cultuados da MPB, o senhor, Ary Barroso?)

"O que é imortal não morre no final..." (well... quem acredita que a Sandy da dupla Sandy e Junior estava sendo poética nessa "versão" livre da canção dos Bee Gees com Celine Dion?)

neste caso, fica ao critério do leitor/ouvinte, mas continua sendo pleonasmo... rs
Avatar do usuário Ravenna 70 3
Engraçado como o a poesia pode enganar qualquer um... :lol:
Ontem, estava meio distraído e acabei pensando em algo que pode confundir um estrangeiro numa boa. Aliás, poderia até confundir a gente se não tivéssemos contato com o Português todo dia.
A confusão está na palavra calça e calçado. Se fôssemos seguir a lógica, calça é a parte do vestiário que usamos para cobrir as pernas, então naturalmente vesti-la seria o ato de "calçar". Contudo, por mais estranho que pareça, pouca gente usa "calçar" no sentido de por calças - pelo menos, eu nunca ouvi. Usamos para colocar sapatos - daí calçados, é claro. E também para colocar luvas.
Talvez não seja nem um erro. Pode ser que ao longo do tempo, as pessoas perderam o costume de usar o verbo no sentido de vestir calças. De qualquer jeito, chamou minha atenção, e um estrangeiro desacostumado com o português do Brasil pode ficar meio desorientado com isso.
Avatar do usuário Adriano Japan 805 1 18
Ravenna escreveu:
Marcio_Farias escreveu:"Preferir ... do que ..." as in "Rebeco preferiu estudar tailandês do que inglês" :( Incorrect
"Rebeco preferiu estudar tailandês a inglês" :) Correct


Esse nome "Rebeco" existe? LOL nunca tinha ouvido antes. ;) :mrgreen:


Ravenna, minha família é italiana, por pouco não me chamo Adriani :? :cry: :oops:
Avatar do usuário Ravenna 70 3
:D heheh - tenho um primo que chama Danielle!

p.s. alguns nomes italianos terminados com 'e' não tem conotação feminina - como Danielle, Simone, Gabrielle, etc.

Avatar do usuário moni_si 10
Alex Nunes escreveu:Talvez não seja nem um erro. Pode ser que ao longo do tempo, as pessoas perderam o costume de usar o verbo no sentido de vestir calças. De qualquer jeito, chamou minha atenção, e um estrangeiro desacostumado com o português do Brasil pode ficar meio desorientado com isso.



imagine entao a possivel confusao ante a seguinte situação:

"o vento está fazendo aquela porta bater, precisamos de alguma coisa para calçar a porta"

o que o coitado do estrangeiro vai pensar????

rs
Avatar do usuário Marcio_Farias 12350 1 22 206
moni_si escreveu:imagine [...] a possivel confusao ante a seguinte situação:

"o vento está fazendo aquela porta bater, precisamos de alguma coisa para calçar a porta"

o que o coitado do estrangeiro vai pensar?

Vai pensar que o vento tem mãos e que a porta anda de sapato. Simples. ;)
Avatar do usuário moni_si 10
adorei, Marcio!

rs
MENSAGEM PATROCINADA Leia o e-book Aprendendo Idiomas por Conta Própria e conheça as técnicas utilizadas pelos Experts para aprender idiomas. Com ele você vai aprender a aprender inglês!

Baixar uma Amostra Grátis!