Finality of doom - Tradução em português

Dekka 1
Alguém poderia me ajudar a traduzir o termo "finality of doom" no trecho abaixo, de um livro de ficção?

Desconfio que ele venha da Bíblia, Apocalipse 18:21, que já foi traduzido por "a derrota total", mas no contexto a seguir o sentido é outro. O personagem, um policial, está se referindo ao modo lúgubre como o amigo pronunciou as palavras pois o local a que se refere foi onde aconteceu um crime terrível.
“Did they have an exact location?”
“I don’t need one. I know exactly where to go.”
He didn’t like the way those words came out of his friend’s mouth. They had the finality of doom all over them.
Como a ultima frase do trecho poderia ser traduza? Obrigada.

ENTENDENDO AS HORAS EM INGLÊS
Nesta aula, a professora Camila Oliveira ensina vários macetes para você nunca mais se confundir na hora de dizer as horas em inglês. ACESSAR AULA
5 respostas
PPAULO 6 48 1.2k
Realmente "finality" aí tem uma tradução difícil, mas vou tentar pelo menos descrever o contexto.
Podemos usar a palavra a "certeza/convicção" de que houve um infortúnio/uma fatalidade/um acontecimento lamentável/uma desgraça.

Ou seja, uma certeza/convicção daquelas que involve drama/prevê drama. No caso a certeza, vem das palavras do amigo que afirmou 'categoricamente' que saberia ou acharia o lugar exato onde aconteceu o terrível crime. Em tal caso, "finality of doom" seria algo como 'a qualidade '

Pode ser que o amigo falando do lugar onde aconteceu o "terrível acontecimento" (o crime) deu uma daquelas "certezas" de que "não gostamos de ouvir" (no caso ir lá pode representar perigo de morte também para o amigo, taí o "não gostar da forma que as palavras saíram da sua boca" (do cara).

Ref. wordhippo

Outro contexto de "finality" é sobre algo que "não é reversível", neste caso ele não gostou do fato de se sentir impotente/não poder fazer nada, em relação ao crime. Ou seja, "finality of doom" poderia ser o fato de saber (categoricamente) da situação angustiante (saber do crime) que alguém passou ali/no local era agora irreversível.

Doom - neste caso específico, é no sentido do que a vítima passou: falta de sorte/infortúnio/situação angustiante, o fato lastimável, etc. O que são outras formas de se pensar no crime que aconteceu, como sendo um fato que se passou.

O que vier depois - o contexto - é certamente o que vai determinar o sentido.
Dekka 1
Com base em toda essa explicação, acho que essa seria uma tradução possível: ... Ele não gostou do modo como as palavras saíram da boca do amigo .Elas tinham a amargura de quem sabe estar diante de uma tragédia.
PPAULO 6 48 1.2k
Na verdade o amigo dele estava atuando como um "mensageiro da má notícia", ele não queria encarar a dura verdade de que alguém teria sido morto ali.
O amigo estava 'admitindo' isso, ao dizer que sabia aonde exatamente o fato ocorreu, já ele 'não queria admitir'.
A forma que "o amigo disse isso" pode ser o fato de ir direto ao ponto, ao mesmo tempo reconhecendo o ocorrido.

Em inglês o fato de "não gostar do jeito que a pessoa fala de algo" não necessariamente denota amargura.
Pense numa notícia ruim - o mecânico lhe diz agora que tem muito mais peças pra trocar, então você "não gosta da notícia', é mais sobre a notícia do que sobre o mecânico...mas ele foi o mensageiro, daí aparecer na frase.

Poderia ser: "Ele não gostou do modo como as palavras saíram da boca do amigo .Elas prenunciavam estar diante de uma tragédia."

Aqui, "prenunciar" no sentido de anunciar (com certeza, diante das evidências, ou da expertise do amigo).
Para os mais antigos aquelas palavras seriam um "mau augúrio" (ou mal agouro - na região Nordeste), no sentido de quando se fala algo ruim, desagradável aos ouvidos (embora baseado em alta probabilidade ou evidências). Augúrio, algo no sentido de antecipação, mas que é desagradável de se encarar.
Dekka 1
Para a frase soar melhor, então eu optaria por traduzir simplesmente: ... "Elas eram um prenúncio de que estavam diante uma tragédia. "
PPAULO 6 48 1.2k
"Elas eram um prenúncio de que estavam diante uma tragédia. "
Concordo se no sentido "evidenciavam" ou "mostravam uma certeza" de estar diante da tragédia.
Isto porque essa frase também poderia ser confundido com algo do tipo "eram uma predição de que algo trágico estava pra acontecer.", ou seja "diante" poderia sugerir algo temporalmente posterior, não anterior ao momento em que se fala (ou se narra/se pensa, etc).

É interessante, por que a palavra "prenunciar algo" pode no sentido de admitir/prognosticar/fazer supor. (Aulete)

Ele não gostou do modo como as palavras saíram da boca do amigo .Elas evidenciavam que uma tragédia tinha acontecido". Elas significavam, tinham um tom de certeza de que o/um fato lamentável havia acontecido.
A nossa linguagem tem dessas coisas, e eu devo ter levado para esse lado da ambiguidade. Peço-lhe desculpa.