Gramática Portuguesa x English Grammar

Avatar do usuário claudemircloud 100 1
Pessoal, convido todos vocês para nesse tópico discultimos a respeito das diferenças da gramática portuguesa e inglesa. Não sei se é o caso da maioria, mas eu sou péssimo em português e muitas vezes vou estudar algo e muitas vezes usam aquela linguagem ultramente técnica. Assim gostaria da participação de vocês pra essa discursão.

Começando com VERBO TRANSITIVO.
Busquei no google e achei esse legal:
http://br.answers.yahoo.com/question/in ... 540AA8AwDX

Que é verbo transitivo?
É o verbo de sentido incompleto que pede algum objeto, ao qual passa a ação.
...

Há dois tipos:
1) Transitivo direto - pede objeto direto.
Os meninos da classe compraram pipocas.

2) Transitivo indireto - pede objeto indireto
As meninas gostam de paçoca.

Que é objeto direto?
Consiste em fazer ao verbo uma das perguntas:
QUEM? Ou O QUÊ?
A reposta será objeto direto.
Exemplo: João pegou a chave.
(Pergunta-se: João pegou o quê?
Reposta - a chave. Objeto direto: a chave.)
O cão pegou o menino.
(Pergunta-se: - O cão pegou quem?
Resposta: - o menino. Objeto direto: o menino.)

Que é objeto indireto?
Acha-se o objeto indireto, fazendo ao verbo, uma das seguintes perguntas:
A QUÊ? DE QUÊ? PARA QUÊ?
A QUEM? DE QUEM? PARA QUEM?
Exemplo: André obedece aos pais.
Obedece a quem? - aos pais.
Este é o objeto indireto, está indiretamente ligado ao verbo, isto é, por meio de uma preposição.

Que é verbo intransitivo?
É intransitivo o verbo que não pede objeto. A ação que ele exprime, não passa necessariamente a outro elemento.
Exemplo: A criança dorme.
O verbo intransitivo poderá vir acompanhado de adjuntos adverbiais, mas continua sendo intransitivo.
Exemplos: A criança dorme bem. (bem: adjunto adverbial de modo)
A criança dorme em sua caminha. (em sua caminha: adjunto adverbial de lugar)

Observações:
1. Há verbos transitivos que pedem dois objetos: um, direto e outro, indireto.

Exemplos: Dar, mostrar, pedir, devolver, entregar, oferecer.
O namorado deu a Célia (indireto) um buquê (direto).

2. Pode haver objetos diretos preposicionados. Reflita-se para distinguir.
Exemplos: Deus ama aos homens. Aos homens é objeto direto porque indica os seres a quem se dirige o sentimento do amor de Deus.

Quanto às formas pronominais oblíquas.
1. Lhe, lhes - representam objeto indireto.
Exemplo: Deu-lhe o paletó.

2. O, a, os, as - representam o objeto direto.
Exemplo: Chamo-a.

3. Me, te, se, nos, vos - dependerá do sentido do verbo, Podem representar objetos diretos o indiretos. Será preciso refletir.
Exemplos: Deu-me a bola. (Objeto indireto.)
Cumprimentou-me. (Objeto direto.)
Ofereceu-nos um livro. ( Objeto indireto.)
Alcançou-te, enfim. (Objeto direto.)
...

Começando com o objeto direto em inglês, podemos dizer que encontramos o objeto direito fazendo perguntas com WHAT e WHO, certo?
Eu não tenho muito a acrescentar ao seu tópico, mais posso afirmar que aprendi mais sobre verbos diretos e indiretos nesse texto do que em anos de vida escolar. kkk

Eu não sei se é questão cultural ou da língua mesmo, mas eu consigo escrever muito bem sem ter essa noção aprofundada da gramática.

Acho que conhecimento de regência verbal e ortografia permite-nos a ter um bom nível de escrita e fala.

Quando tenho contato com a escrita em geral, percebo que falta muita pontuação, erros de ortografia e coesão. Tal falha ocorre pelo fato de as pessoas não saberem conjugar os verbos corretamente, tais regras acabam ficando gravadas na memória..

Exemplos,

eu vou a loja - Presente
eu fui a loja - Pretérito imperfeito
eu fora a loja - Pret. mais que perfeito
eu irei a loja - futuro

Temos acima a conjugação do verbo ir em vários tempos verbais, por mais que eu não saiba bem o sentido de cada tempo, nos podemos classificar eles em passado, presente e futuro.

Logo escrever bem é mais questão de conhecer verbos, palavras e ter uma forte noção de conjugação.

Eu tenho percebido no inglês uma enorme facilidade em conjugar verbos, enquanto temos 6 tempos verbais, com diversas formas de conjugação em cada uma delas, no inglês temos um diminuto número de formas de conjugar os verbos.

Presente do verbo ir
Eu vou
Tu vais
ele/ela vai
nos vamos
vos ides
eles vão

Em inglês

i go
you go
he/she/it goes
they go

Enfim não sei se é possível o que quero dizer, mais em termos gerais, escrever e falar bem em português tem mais haver com vocabulário e regência verbal do que conhecimento de objetos diretos, indiretos.etc;

Abraços,

Lucas
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar agora!
Avatar do usuário Marcio_Farias 11870 1 20 196
claudemircloud escreveu:[...] encontramos o objeto direito [...]

You clearly meant, "... objeto direto," didn't you?

If personal opinions mean anything, yes, it takes both grammars some getting used to, but after you get comfortable with them you start singing, "I can see no obstacles in the way (to the fallacies of language)."
Apesar de ser um post antigo, e não estar errado, essa simplificação de "quem" o "o que" pode levar a muitos enganos quando comparando linguagens. Verbos que pedem complemento direto ou indireto não são os mesmos em português, espanhol, inglês e japonês. Conheço um pouco de todas essas. Infelizmente, não há uma regra universal, só aprendendo por repetição (método que tem se mostrado ruim há séculos) ou memorizando listas através de mnemônicos.