No momento de falar, esqueço até o básico!

Oi gente, tudo bem?

Há algum tempo acompanho as dicas do EE, mas só agora resolvi escrever no fórum.

Eu venho tentando aprender inglês faz tempo, mas, nos últimos 5 meses estou fazendo um curso intensivo de inglês. Estou estudando de 2a. a 5a. feira, das 19:00 às 22:00. Como não estou trabalhando, nos 3 primeiros meses estudava mais umas 3 horas durante o dia... Agora não consigo mais estudar de dia, só faço meu homework... estou realmente cansada. Mas, meu vocabulário melhorou consideravelmente, quando leio algum texto, consigo entender bem (não completamente, mas bem).
Mas, minha dificuldade é falar. É horrível, pois parece que as coisas fogem da cabeça, eu esqueço tudo...
Ontem precisei fazer uma apresentação no meu curso de inglês, e resolvi fazer algo mais natural, para testar minha habilidade... até saiu... mas foi sofrível. Esquecia palavras, confundia os tempos verbais (e eu já os conheço qd escrevo ou leio) e tive a capacidade de misturar o verbo To Be com o auxiliar Do... Pode??? Algo do tipo: "Do you are understand?".

Gente, por favor, por que será que isso acontece? Me senti tão envergonhada!
Sei que se eu tivesse feito transparências e ensaiado muito em casa TODAS as minhas frases, eu iria melhor, mas, seria tão engessado. Eu quero falar naturalmente! Será que é possível? O que faço para melhorar o speaking?

Obrigada!
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Ana, pelo que você me disse, o que parece que falta é confiança.

Acho que você deve confiar mais em si mesma, não se cobrar tanto.
Isso já aconteceu comigo, em Agosto de 2007 fui para Diamantina na formatura de uma prima.
Lá eu encontrei um casal francês que me pediu umas informações.
Era a primeira vez que tinha contato direto com estrangeiros e esqueci como se falava 'marrom', acredita?

Falta de confiança e nervosismo, só!
Hey my friends!

Sou nova no cite e amei as dicas e exercícios alias tudo mesmo... e isso que ocorre com Ana acontece igualmente comigo. Leio e escrevo as coisas que tenho aprendido quando o professor faz alguma pergunta para a classe na maioria das vezes respondo corretamente, porém, quando a pergunta fica diretamente comigo... My Good! Erro tudo... Esqueço tudo...Atrapalho tudo...É um horror!!! Teve uma das aulas que vim chorando, mas não desisto, vou conseguir!
Avatar do usuário Donay Mendonça 49115 21 73 1138
Olá Ana Clarice,

Mesmo tendo boas noções do idioma,na hora do nervosismo é normal esquecer.Falamos muito mais português do que inglês e mesmo assim em situações de stress perdemos a fala,misturamos termos formais com informais e assim por diante.Quanto mais você praticar mais vai afastar a possibilidade de isto voltar a acontecer,porque conhecimento traz confiança e este ajuda a manter a motivação em alta.Estabeleça metas e sinta-se mais segura a cada item novo aprendido.

Merry Christmas!
Donay Mendonça escreveu:Olá Ana Clarice,

Mesmo tendo boas noções do idioma,na hora do nervosismo é normal esquecer.Falamos muito mais português do que inglês e mesmo assim em situações de stress perdemos a fala,misturamos termos formais com informais e assim por diante.Quanto mais você praticar mais vai afastar a possibilidade de isto voltar a acontecer,porque conhecimento traz confiança e este ajuda a manter a motivação em alta.Estabeleça metas e sinta-se mais segura a cada item novo aprendido.


Merry Christmas
!


E só para deixar registrado: como uma resposta de alguém experiente no assunto traz motivação quase 5 anos após ser escrita, rsrsrs.

Obrigado por nos ajudar Donay.
God bless you.
Hugs.
Avatar do usuário PPAULO 39205 6 32 684
Parabéns a vocês que estão saindo de suas zonas de conforto e lutando. Sim, "struggle your way towards English fluency."
"Conquer your fears".
Não é fácil, mas se outros conseguem, você consegue (também).
Quando eu estava tentando aprender a dirigir, minhas palmas das mãos suavam e eu imaginava que sempre seria assim.
Com o tempo e a experiência isso foi acabando, agora é como se estivesse andando de bicicleta, tomando café ou fazendo qualquer outra atividade.
Uma vez fiz um curso de inglês, o interessante é que em todas as aulas eu era bem participativo, sabia tudo. Até o dia em que o/a professor(a) marcava a prova, no dia da prova o gato comia minha língua (ou talvez parte de meu cérebro, aquela parte que funcionara maravilhosamente por todo o mês...). Sorte que os professores também davam ponto por participação, sabendo disso eu, e outros alunos, ficávamos um pouco mais calmos.
Algumas coisas podem ajudá-los:

-Se prepare o máximo que puder, aqueles que se preparam no assunto ou área de atuação, lidarão melhor com os imprevistos. Até mesmo em português, quando a gente se esquece de algo, a gente simplesmente diz "aquilo que faz/aquele negócio (que) etc, de forma que não páramos o fluxo da conversa, e do pensamento.

Um exemplo (fora do inglês)
https://www.youtube.com/watch?v=0T2NcWelJTo
no trecho entre 15'30" e 15'53" o profissional em tela, se esquece do nome do pó branco usado pelos alpinistas para dar aderência nas superfícies, o que ele faz? fica branco? fica nervoso e gagueja? fica olhando pra cima, pros lados, na tentativa de lembrar-se, não.
Ele pede desculpas, descreve "o negócio" e dá a sua explicação dentro do assunto original, que é dicas de como fazer barras (para esporte/para quem quer fazer concurso etc)

Note que sempre tem alguém que ajuda, lá teve o comentário:
O pó branco chama-se CARBONATO DE MAGNÉSIO...


Pronto, vida que segue.

Tendo um pouco de vocabulário a mais, vocês poderão "se safar" nas diversas situações. Por exemplo, se vocês pronunciarem algo que o outro não entenda, vocês podem refazer a frase (total ou parcialmente).
Se vocês não souber "pork" falar no momento em que está se comunicando, você poderá falar "pig´s meat/meat from pigs/
Se você não lembrar que "mutton" é carne de carneiro, então você pode dizer "lamb´s meat" e por aí vai (você está aprendendo, seja paciente consigo mesmo(a) vão lhe corrigir, sorria e diga "okay, that´s it".)

Claro, haverá milhares de dicas, essa é apenas uma delas.
Avatar do usuário PPAULO 39205 6 32 684
Talvez o simples fato de vocês lembrarem a si mesmos que isso acontece com os outros (é normal) já ajude bastante, pois se supõe que estudar inglês seja legal, estimulante e divertido, não preocupante. Se a preocupação estiver lhes consumindo, parem e pensem em vocês cantando aquelas músicas, vendo aqueles filmes, e conversando com aquele professor, ou aquele nativo de países anglófilos, sem problema algum. Por que brevemente vocês estarão fluente para tal, e no momento que não entenderem irão talvez dizer "(I beg your) pardon?" ou "could you repeat please?" etc.
Acredite funciona.

E não se comparem com outros, comparem-se consigo mesmos, pois o seu principal inimigo serão vocês. Mas vocês serão também os seus principais amigos, e aí, o céu é o limite!
Na verdade o problema não está em ficar ansioso, o problema está deixar a ansiedade nos impedir de fazer coisas, muitas vezes com medo de "dar errado".
Pensem nas formigas, se tiver açúcar ou comida, elas irão lá. Se tiver algo que bloqueie elas tentarão, circundarão o bloqueio, farão uma grande volta por outros caminhos...mas chegarão lá!
Avatar do usuário Ancrispa 2555 8 57
Ana Clarice

Não se cobre muito. Siga os conselhos do Professor Donay e do Paulo. Acho que é normal se sentir insegura, mas como já foi dito, com o tempo o conhecimento lhe dará a confiança necessária para falar com segurança.

Estude com perseverança e confiança. Você já deu um grande passo se matriculando em um curso de inglês intensivo. Para mim isto significa determinação e vontade de aprender. Não desanime não. Tenha confiança em si mesma. Tenho certeza que você vai conseguir.

Força nos estudos.