O que faz de alguém um bom Professor de Inglês?

  Verificado por especialistas
Donay Mendonça 23 107 1.6k
Eu sou professor de inglês há quase vinte anos, e comecei em uma época em que a internet não era tão popular quanto hoje, e as redes sociais ainda estavam só no papel. Não existia YouTube, Facebook nem Instagram.

Como professor, acredito que para dar uma boa aula é necessário um pouco mais do que conhecimento. Além de saber inglês, você também precisa de carisma, atenção, paciência e uma boa dose de sensibilidade.

Agora, queremos saber o que você pensa! No post de hoje, gostaríamos de saber de você professor ou aluno, o que torna alguém um bom professor de idiomas? Conhecimento? Carisma? Paciência?

É a sua vez!

Comente! Participe! Conte-nos o que você acha.
CENTENAS DE EXPRESSÕES DO INGLÊS
Preparamos um plano de estudos para ajudar você a dominar centenas de palavras e expressões do inglês em tempo recorde. EXPERIMENTE AGORA
3 respostas
  Resposta mais votada
Redseahorse 3 28 411
Vou responder à luz das minhas próprias percepções de um ex-estudante e um aprendiz contumaz que sou!
Tal como é ordinário à maioria, eu tive muitos professores na vida, mas pouquíssimos, talvez apenas uns dois ou três, eu poderia definir como mestres. Hoje, estando do outro lado, mas repensando minha vida educacional-cultural ainda como estudante, acerca do que teria feito aqueles poucos professores terem marcado minha vida para sempre, enquanto a maioria apenas passou; deduzo que foi com eles que realmente aprendi, não apenas o que se ensinava- fui além, aprendi sobre a vida, fui aculturado por aquelas pessoas.
É manifesto, que aqueles poucos professores compartilhavam algumas qualidades que os tornaram bons educadores, os fizeram melhores do que a maioria, que os elevaram à categoria de "mestres". Eles não eram apenas letrados, versionados na matéria, eles eram ótimos comunicadores, eram inconvencionais, ouvintes sagazes, eram colaborativos, extremamente adaptáveis e sociáveis, demonstravam engajamento, empatia e eram pacientes; além disto, e talvez ainda mais importante, aqueles professores eram entusiastas nato e possuíam um aguçado e natural senso de humor.
Em suma, na contemporaneidade, penso que um bom professor de Inglês, além das qualidade mencionadas acima e do óbvio e distinto conhecimento em ambas as línguas, a nativa e o Inglês, ele não pode ser anacrônico. É fundamental o professor estar atualizado quanto a tecnologia e quanto ao dinamismo da linguagem, é preciso demonstrar erudição quanto aos aspectos semânticos e culturais que envolvem a língua Inglesa, sob a ótica da comunicação globalizada (não circunscrita as versões nativas da língua), considerando no ensino portanto, o internacionalismo da linguagem.

É minha colaboração.
Ricardo F. Bernardi 3 27 417
Acho que é o amor!
A vontade de querer ajudar o próximo.
A atenção com as maledicências do mercado de trabalho.
O desejo de se superar a cada minuto.
Sempre compartilhando conhecimento com calma, verdade e referência :)
Donay Mendonça 23 107 1.6k
Acho que é o amor!
Concordo! Esse é o principal ingrediente.
A vontade de querer ajudar o próximo.
Mercadoria rara em muitos ambientes de trabalho.
A atenção com as maledicências do mercado de trabalho.
Com certeza. Já quase desisti por causa disso.
O desejo de se superar a cada minuto.
Concordo! Me ajudou bastante!
Sempre compartilhando conhecimento com calma, verdade e referência.
É verdade!