O que faz você escolher uma escola de idiomas?

Acho que isso é dúvida de iniciante sei la. Mas to estudando ingles tem um pouco mais de 1 ano comecei com prof particular, dai eu quis sair entrei numa escola mesmo de idiomas é provável que eu fique um ano. Eu não quero condenar, ou realçar os pontos negativos porque isso tudo e todas tem, não da para agradar a todos. Só que o que eu quero saber principalmente de quem estuda há muito tempo, e mudou de escola varias vezes ( conheci uma menina que mudou umas 6x de escola) e quem da aulas também, oque voces podem perceber que o aluno perdeu o interesse na escola, aulas, etc... O que faz você escolher uma escola de idiomas? Quais os principais pontos que devem ser levados em consideração, não importa se são aulas onlines ou presenciais. Eu não sei isso só acontece comigo mas vira e mexe da vontade de mudar de escola, sei la se eu enjou facil, se de repente posso encontrar algo que não tenha essa necessidade. :mrgreen:
Avatar do usuário PPAULO 35970 4 32 631
Primeiro, o método de ensino. E o resultado também, ver se pessoas que estudaram lá tem um bom inglês etc. Um bom método leva em conta as necessidades do aluno também, isto é, alunos que estão mais a frente ou não quanto ao aprendizado.
Há cursos que não respeitam as diferenças, ou os alunos ditos "mais fracos" puxam os mais fortes para baixo, fazendo-os "se arrastar" ou então os mais fortes tem toda atençao fazendo com que os mais fracos fiquem "capengando", e paguem por algo que não estão aprendendo.

Segundo, o respeito pelo consumidor (VOCÊ), há cursos que montam um contrato em que você é obrigado a ficar no curso pelo menos por 3 meses ou mais. A pegadinha é que se você for mal, e será (tais cursos não são focados no ensino, mas no SEU pagamento...) você terá que pagar pela recisão do contrato.
Na verdade são pessoas que vivem disso, da devolução da recisão de contratos.

Geralmente eles exigem um mínimo de 10 alunos para começar uma turma, o problema é que as pessoas vão desistindo e começa a transferência de uma turma para outra. Se você está na turma A que tinha 10 alunos no "intermediário" e a turma B (suponha no básico) tem mais de 10, é provável que você tenha que esperar meses até que a turma B termine e você possa ser integrado à ela.

Terceiro, uma escola com professores que tenham experiência e que tenham títulos (que estudam, vão além da graduação em inglês) pode ser uma escola boa, é um bom sinal. Mas não obrigatoriamente significa que um professor que tenha PhD em inglês vai ter boa vontade de ensinar, é complicado!
Na verdade ser professor (de qualquer coisa) é praticamente um sacerdócio, ou coisa assim. Meio que no sacríficio.

Outro fato alertador, é se a escola permite aos professores a sair um pouco do sistema de "fórmulas prontas", isto é, eles adotarem livros de outros cursos ou editoras como material de complementação.

Quanto ao fato de mudança de escolas/cursos, não vejo nada de mal nisso, o aluno /a pessoa tem que ir aonde se sinta bem e tenha suas necessidades atendidas.

Por exemplo, se você está num certo nível e seu curso é totalmente em português, pode ser o caso de você precisar sair para um curso onde as aulas são dadas estritamente em inglês (só falar inglês na classe, só usar o português em raríssimos casos)
Há pessoas que saem por morarem longe e ficarem cansadas, outros por que o
curso não usa mídias de vídeo etc etc. Tive uma colega que saiu de um curso por que ela estava fazendo francês e as duas gramáticas não batiam, ela confundia a grámatica de inglês como se estivesse falando/escrevendo em francês...

Minha resposta aqui não esgota o assunto, foi só pra você ter uma idéia. Cada caso é um caso.
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
PPAULO escreveu:
Minha resposta aqui não esgota o assunto, foi só pra você ter uma idéia. Cada caso é um caso.




Então eu gosto das aulas daonde eu estou, mas é como se não fosse o suficiente para a sala de aula. Imagino que é como cada aluno tem um perfil. Tenho visto escolas que nunca são os mesmos professores na sala, para voce pegar varios jeitos e sotaques e talves ate mesmo para o aluno não enjoar não sei se é isso mesmo. Mas pelo que estou percebendo meu perfil está mais para esse.
Avatar do usuário PPAULO 35970 4 32 631
Sei como é. Na verdade você precisa "sair/pensar fora da caixa", fazer o que você está fazendo. Isto é, ir de vez em quando à salas de bate-papo (chats) ou vir no English Experts, comprar uma(s) Speak Up(s) e ouvir as entrevistas e tentar reproduzí-las, ouvir uma música em inglês e tentar acompanhar com a "lyrics" (letra) dela. De certa forma, às vezes as escolas de inglês são como auto-escolas, elas ensinam o be-a-bá, te dão pequenas pernas pra poder andar. E você é quem vai crescendo até poder correr.

Aqui, por exemplo, tem uma parte onde você pode postar e ouvir o que outros falam em inglês.
De uma certa forma somos felizes, por que inglês está em toda parte, se fosse francês ou alemão, bom ou ruim é bem mais difícil de encontrar para treinar, online ou fora da Web. E lembre-se "where there´s a will there´s a way."
Avatar do usuário Sra_Tradutora 3270 6 73
PPAULO escreveu:Na verdade você precisa "sair/pensar fora da caixa", fazer o que você está fazendo. Isto é, ir de vez em quando à salas de bate-papo (chats) ou vir no English Experts, comprar uma(s) Speak Up(s) e ouvir as entrevistas e tentar reproduzí-las, ouvir uma música em inglês e tentar acompanhar com a "lyrics" (letra) dela.


Concordo com isso. Aprender uma língua não é como aprender a dirigir um carro. Os esforços que você faz para aprender e comunicar-se são um fator mais importante para o seu sucesso do que as habilidades ou os métodos do professor. Você vai aprender e ter sucesso porque você quer, e não porque o professor ou o método é ou não é bom.

O que você gosta de fazer em inglês? Por que quer aprender? Se você está aprendendo com um professor, ele deve ter isso em conta e escolher as atividades de aprendizagem baseadas em seus interesses e objetivos. Mas cabe principalmente a você fazer um esforço fora da sala de aula.

Dizem que uma das melhores maneiras de aprender uma nova língua é conseguir um/a namorado/a que fala esse idioma. É o desejo de se comunicar e compreender o que a outra pessoa diz que vai motivá-lo/a a investir tempo e energia em aprender a língua. É uma forma de aprendizagem por imersão.

Outra boa (mais cara) maneira de experimentar este é ficar algumas semanas ou meses em um país em que só falam a língua que você está aprendendo. Vários anos atrás, passei um mês no México para aprender espanhol. Aprendi um pouco na sala de aula, mas o que me ajudou mais foi quando eu tive que ir até a loja, pegar o ônibus, fazer perguntas a minha família de acolhimento, fazer visitas guiadas em espanhol, etc. Eram situações em que eu absolutamente tinha que entender e falar espanhol e saber como me comunicar para conseguir o que eu queria. Isso acelerou muito o meu processo de aprendizagem.
Sra_Tradutora escreveu:
PPAULO escreveu:Na verdade você precisa "sair/pensar fora da caixa", fazer o que você está fazendo. Isto é, ir de vez em quando à salas de bate-papo (chats) ou vir no English Experts, comprar uma(s) Speak Up(s) e ouvir as entrevistas e tentar reproduzí-las, ouvir uma música em inglês e tentar acompanhar com a "lyrics" (letra) dela.



Outra boa (mais cara) maneira de experimentar este é ficar algumas semanas ou meses em um país em que só falam a língua que você está aprendendo. Vários anos atrás, passei um mês no México para aprender espanhol. Aprendi um pouco na sala de aula, mas o que me ajudou mais foi quando eu tive que ir até a loja, pegar o ônibus, fazer perguntas a minha família de acolhimento, fazer visitas guiadas em espanhol, etc. Eram situações em que eu absolutamente tinha que entender e falar espanhol e saber como me comunicar para conseguir o que eu queria. Isso acelerou muito o meu processo de aprendizagem.



uhumn¬¬ Ta dicas é o que não faltam. Acho que estou na segunda fase do estou aprendendo ingles mas parece que todo o esforço é em vão, aconteceu isso comigo quando estava iniciando e eu não sabia mais o que fazer até que dei um tempo e depois voltei a estudar dai eu vi os resultados.