O que fazer com alunos do ensino médio que odeiam inglês?

Olá pessoal,
Gosto muito do englishexperts, apesar de não deixar mensagens, sempre estou conferindo as dicas, as perguntas, as respostas, etc.
Estou aqui mais para um desabafo que para um questionamento, mas agradeceria algumas palavras de consolo. Nem sei se estou no tópico certo, mas sei que aqui no forum serei compreendida. :idea:
Estou lecionando em uma escola pública há um mês ( ensino médio) e estou muito angustiada. Parece que os alunos nunca ouviram alguém falando inglês antes, ou nunca leram um texto, etc. Eu sei que a realidade do ensino de língua estrangeira nas escolas públicas é calamitosa e nem deveria estar angustiada por isso, mas não consigo fazer de conta e continuar no jogo do empurra com a barriga. Voltando ao assunto, os alunos simplesmente dizem na minha cara que odeiam inglês e que não entendem por que são obrigados a estudar um coisa tão difícil. Se peço para eles falarem qualquer coisa, repetirem ou lerem algum texto já vão dizendo que não sabem , que é muito difícil. Tudo o que eles querem fazer é usar o dicionário para traduzirem palavras. Às vezes acho que todos os meus anos de estudo, de teoria ,foram perdidos pois não consigo fazê-los entender que uma língua estrangeira não se aprende apenas traduzindo palavras soltas. Talvez a culpa seja minha, talvez não esteja usando a metodologia adequada, talvez seja o livro que tenho que seguir ( o livro é horrível, sem listening, apenas exercícios estruturais). Nem sei como continuar a seguir o planejamento da escola, pois os alunos não conseguem nem entender o comando dos exercícios. Tenho mil ideias para melhorar o processo ensino-aprendizagem, mas por enquanto estou chocada demais para colocar essas ideias em prática :cry: , no entanto, tenho certeza que se não agir rápido eles começarão a me odiar também.
Sinto que é minha obrigação fazer alguma coisa, minha consciência não me deixa descansar.
Antecipo agradecimentos,
elis
Avatar do usuário Marcio_Farias 12280 1 21 206
You can't do much about it, not if students willingly fail to come to class, not when you suddenly find yourself talking to an empty classroom. Or to students who customarily lend a deaf ear to your teachings. I have this elder care taker (maid who takes care of elder people). As a public school student, she says her English teacher has never taught her class to pronounce words. Her English teacher, she says, just slaps the words on the blackboard and students dutifully (and mechanically) transcribe them onto their notebooks.

Not all public school English teachers behave that way, thank God. Or do they?
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário Flavia.lm 3835 1 9 85
Elis
talvez ajude mostrar depoimentos de pessoas que se arrependem de não ter estudado inglês qdo eram mais jovens (só aqui no EE me lembro de ter lido vários). Fale sobre as expectativas para o futuro, sobre as portas que o idioma pode abrir. E peça sugestões dos alunos sobre o que eles acham que tornaria a aula mais prazerosa (ou menos "sofrível", já que eles odeiam tanto estudar).
Avatar do usuário Flavia.lm 3835 1 9 85
Thanks Flavia, Thanks Marcio.
Hi Eliss
Eu tenho uma idéia do que vc está falando, mas primeiro de tudo, tenha calma. Dá uma olhadinha na letra da música Hey Jude nesse link: https://www.youtube.com/watch?v=lGHJ4LP67WA&NR=1 e simplesmente tente aplicar o que diz a letra. Tente passar aos seus alunos a paixão que vc sente pelo idioma e que as falhas e dificuldades são comuns, porém não devemos nos conformar com elas. Como? Use filmes, desenhos ou artistas da moda ou do momento em que geralmente os adolescentes veneram (por exemplo, a série Crepúsculo -Twilight) e tente instigá-los ou desafiá-los que com o conhecimento do idioma eles terão novas possibilidades de curtir o que eles admiram, mas que muitas vezes o acesso é limitado pela falta de conhecimento no idioma. Procure adequar o conteúdo do livro ao seu planejamento e converse com a sua coordenadora pedagógica a respeito. Às vezes, vale muito mais a pena construir uma base sólida inicial, mesmo que fugindo um pouco do programa, do que seguir o programa à risca e não ter resultado nenhum. Pense nisso.
Oi moça!

Bom,eu como aluno de escola publica e no E.M. ainda por cima,posso te dizer que as aulas de inglês
só existem por existir....
É lamentável toda a situação do sistema de ensino,devido á varios fatores,a maioria muito longe do alcance dos pobres professores que apenas tentam se virar em meio á tais situações,desde apostilas mal feitas á falta de respeito e ética de boa parte da molecagem das escolas...

Mas se você tiver força de vontade,você pode conseguir algo,te garanto isso,tem muita gente nessas escolas que adoraria ter um bom professor de inglês,que realmente conhecesse o idioma(sou um exemplo desses ;) ),ano passado me sentia como se soubesse mais que a minha professora e cara,se o professor sabe menos que eu,coitado dele :lol:
Ano passado,meus professores de artes,química e matemática eram os caras mais phodões da escola e eles davam aula muito bem,mesmo química que é uma materia muito chata :lol: ,mas eles conseguiam fazer isso pq faziam a diferença na sala de aula!Tinham seus próprios meios de dar aula e eu os respeitava demais por isso...

Abraços e boa sorte!