Perturbação do sossego: Inglaterra 10 x 0 Brasil

Alessandro (online) 3 11 91
Galera,

Eu realmente não sei se na Inglaterra é realmente do jeito que o Dâniel Fraga cita no vídeo, no entanto quem já sofreu com vizinhos mal educados e barulhentos vai gostar do vídeo. Vale a pena refletir sobre a comparação feita.
Só não gostei da parte final, acho que o cara falou mais baseado na emoção do que na razão.

Cya!

Anúncio Descubra seu nível de inglês em 15 minutos! - Converse grátis por 15 minutos com um professor e verifique como está o seu inglês.

Começar agora!
59 respostas
Vou dar a minha humilde opinião.

Você trabalha de Segunda-a-Sabado das 8 as 17:00 , e no final de semana não pode dar-se ao Luxo de ouvir musica, se divertir sem se preocupar com nada.
Do mesmo jeito quem trabalha a samena toda e não pode descansar.

Nós todos temos que entender uma coisa, todos pagamos Impostos até pelo ar que respiramos, isso dá a todos direitos iguais, acho que a pertubação so aconteçe se for dentro de sua casa ou enfrente. Não é porque meu vizinho gosta de forró que eu tenho que gostar, não é porque eu gosto de ouvir musica alta que ele tem que gostar.

Vai ai uma pequena ideia para refletirmos.

Se quando eu dou uma festa meu vizinho não pode falar nada nem muito menos reclamar, porque quando ele dá uma festa eu tenho o direito de reclamar?
O mais trágico disso tudo é que até pessoas esclarecidas acham que reclamar de barulho é frescura.

Uns anos atrás vi uma reportagem sobre um senhor que havia ficado muito doente por conta do barulho de uma garagem de ônibus vizinha. Ao fim da triste entrevista, o apresentador do telejornal estava rindo de orelha a orelha enquanto fazia seu comentário final.

Ruído que incomoda o vizinho é invasão de domicílio, agressão física, mas as pessoas acham frescura.

Quando vejo reportagens de um vizinho ferindo e matando por conta de músicas altas em festas, e os "analistas" da TV condenando o pai de família que cometeu essa insanidade como um bandido, sem levar em consideração que ruído alto durante muitas horas pode causar sérios transtornos psicológicos em pessoas saudáveis, ignorando o único culpado, que é o agressor que colocou a música alta, sempre penso que o mecanismo de autodefesa do ser humano pode atingir níveis doentios quando se sente acoado por não ter a quem recorrer. E vidas são destruídas à-toa.
Adriano Japan 2 20
Eu deveria ser o primeiro a postar alguma coisa em um tópico deste tipo, but relax, ainda estamos no final de semana, e estou no meio de uma tempestade de proporções bíblicas, vai dar notícia.
Até amanhã ;)
Ravenna 3
Hum, esse é um assunto muito relativo. Como em qualquer ação humana racional o bom senso é decisivo para não ter um exagero maligno - ou uma overdose. Quem mora perto de pessoas extremamente barulhentas, principalmente aquelas que ouvem músicas de péssimo gosto e baixo nível como Funk por exemplo, sabe como é triste tentar relaxar no fim de semana, depois de uma semana inteira no batente, quando algum mala pára o carro perto da sua casa e poe aquelas porcarias no volume máximo.
Eu adoro música, ouço minhas músicas num volume 'normal' que não incomoda ninguém da minha rua e olha que é Heavy Metal 90% do tempo! E isso pq? Porque eu me esforço para ter bom senso. Infelizmente muitas pessoas não mudam e querem mesmo é 'dramatizar' a situação, talvez querendo desafiar os outros, não sei. Aí entra a falta de cultura. Infelizmente o Brasil tem muito que aprender em matéria de respeito, inclusive no comportamento em sociedade.

Ok. Sobre o vídeo, o cara tá nervoso, é a vida de São Paulo, estressante. (Nada como descansar no interior, no campo... bem longe de trânsito,etc) - A justiça brasileira tbm deixa muito a desejar! Me desculpe quem não concorda. Ele pode ter exagerado em generalizar o assunto, pq ainda tem muitos brasileiros que usam seu bom senso (Graças a Deus). Mas, talvez infelizmente não somos a maioria...ainda.

Essa é a minha opinião.
Adriano Japan 2 20
Então, passada a chuvinha, aproveito a véspera de feriado para dar minha opinião.

"Proibido sentar na escada"
"Não jogue lixo na rua"
"Deixe as pessoas saírem antes para depois entrar"
(metrô)
"Não consumir antes de pagar"

Não sei enquanto à outros lugares,mas nunca vi um país com uma quantidade tão grande de placas absurdas como no Brasil.. Quando vejo uma dessas me soa tão ridículo como se estivesse lendo "favor amarrar os sapatos"...algo tão óbvio que nem deveria ser assunto ou regra.
O problema é que em países continentais como Brasil,Rússia,China, o que impera é o egoísmo puro,gente cega socialmente,com o campo de visão voltado apenas para si próprio.

Em países apertados como na Europa, além de ilhas como Inglaterra e Japão,se aprende desde cedo a lidar com o limitadíssimo espaço disponível,cada um respeitando o do outro.

Não considero ação de gente normal e 100% sã abrir um vidro e jogar lixo na rua (como se magicamente fosse desaparecer se sumir do seu campo de visão), ou se achar o melhor do mundo e passar na frente de 20 pessoas numa fila, ou gritar com um nextel no viva-voz dentro de um elevador lotado, ou buzinar para um pedestre sair da frente (na faixa de pedestres..), ou colocar um dispositivo de áudio nas alturas obrigando todas as pessoas em volta a escutar o seu gosto, à força.
Senta alguém ao meu lado no metrô, me preocupo em baixar até o volume do fone de ouvido.. Para depois pegar o mesmo metrô e ter que escutar um funk de celular nas alturas, por gente que acha isto a coisa mais normal do mundo.
Não é falta de atenção, falta de respeito,nada, é sociopatia mesmo, uma total falta de noção de convívio, de sociedade.
E ainda acha ruim quando é visto como índio lá fora depois.
Teste de Nível Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 10 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores experientes. O resultado sai na hora e com gabarito.

Iniciar o Teste Online!
Ravenna 3
Adriano Japan escreveu:E ainda acha ruim quando é visto como índio lá fora depois.
Concordo plenamente :mrgreen:

Quando esses ritmos idiotas e hipócritas acabarem e o brasileiro aprender a se comportar em sociedade não sendo mais tão egoísta :shock: (sad but true) esse país muda.
Adriano Japan 2 20
vou postar aqui um vídeo de brasileiros no Japão,se é que pode chamar isso de gente.
Já não basta perturbar a tranquilidade dos outros no Brasil,pegam um avião,viajam para o outro lado do planeta,para criar problema,fazer barulho,etc...

Por isto já não é mais tão mal-visto quando se diz: se vai para o exterior,tente ficar longe dos brasileiros!
A primeira vez que assisti este vídeo,me bateu uma revolta,indignação,nem conseguia acreditar.. olha a educação de policial no Japão!
Se fosse no Brasil,já chegava dando borrachada nos vadios.
Se bem que é assim mesmo que esse povo merece ser tratado.
Adriano Japan 2 20
BICHO-DO-MATO no Primeiro Mundo.
Ravenna 3
:oops: Não consegui ver esses vídeos até o fim. Deu uma dor na minha alma. Mau exemplo gratuito.

Adriano, perdoe a minha curiosidade mas, você já morou no Japão antes? Fala japonês?

Um amigo brasileiro descendente de japoneses (nem sei a definição dele sorry) disse que lá é muito frio no inverno :D

C-ya!
Marcio_Farias 1 23 214
Por um momento cheguei a pensar que se tratava de um placar de jogo de futebol, a Inglaterra dando de 10 a zero no Brasil! ;)
Teste de Nível Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 10 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores experientes. O resultado sai na hora e com gabarito.

Iniciar o Teste Online!
Adriano Japan 2 20
como o Dude falou, pessoas são capazes de fazer insanidades tamanha a perturbação causada pelo alheio.. e o bom cidadão, respeitador, incapaz de matar uma mosca, tem a vida destruída por um vagabundo desses.
Quem já não assistiu Con Air - A Rota da Fuga?
Um soldado com carreira brilhante, está com a esposa no bar, vem um vagabundo mexer com a tranquilidade deles e o soldado acaba enjaulado 7 anos na prisão por ter matado o agressor em legítima defesa.

Ás vezes até chego a entender os altos índices de atropelamento seguido de fuga no Brasil.
Você dirige tranquilamente,nunca avançou um farol.. e acaba atropelando um pedestre descuidado que não teve paciência de esperar 1 minuto o sinal.. você está lá, desesperado, chamando a ambulância.. mas basta UM indivíduo gritar lincha que a população revoltada com a própria realidade resolve descontar com pedras e paus em um total desconhecido.
Praticamente toda semana se vê no jornal cenas de brutalidade pura, 10 pessoas pisando na cabeça de um indivíduo desacordado no chão simplesmente porquê vestia a camisa de um time.. ou estava de mãos dadas com alguém.
Cena paleolítica.
Flavia.lm 1 10 95
Adriano,

Here's a good topic for you to let off all your steam: what-can-we-do-to-leave-a-better-planet ... t8455.html

(you can think of "a better country", "a better city", whatever)
Adriano Japan 2 20
Let off my steam? :D
No, these comments (or parts) were only copy+paste from somewhere else, sorry if it looked too long and nothing-to-do with the topic. :oops:
From now on I'll try to control my "over-comparisons" between the free and pseudo-free places I've had the pleasure (or disgusting) to know.
Flavia.lm 1 10 95
Adriano, there's no need to apologize; the topic was open to be discussed, so feel free to discuss it.
Ravenna 3
Ai, ai.. Se o Brasil fosse somente esses ritmos idiotas (nojentos), carnaval, verão eterno eu diria o mesmo que eu esse gatinho mal-humorado aí :D
Teste de Nível Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 10 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores experientes. O resultado sai na hora e com gabarito.

Iniciar o Teste Online!
Eu concordo com TUDO o que disse o Adriano, inclusive quando diz que não se pode chamar essa subespécie de gente.

Pra piorar, no Brasil, as pessoas confundem indignação com violência e botam fogo em ônibus, lincham qualquer um, se acham no direito de violentar um cidadão porque são "esproradu pelus gringu" (gringo de qualquer lugar, até daqui mesmo).

Ou procuram esquecer a indignação por vergonha de não parecer uma pessoa civilizada diante da apatia intelectual do politicamente correto, essa doença que está transformando a sociedade em fantoches sociais diante dos trogloditas da subespécie humana.

Obrigado, Adriano, por aliviar a solidão da minha indignação diante da sociedade troglodita brasileira.
Adriano Japan 2 20
Pois é Dude... talvez quem tenha dinheiro para se trancar em condomínio, que sai da garagem de casa para garagem do trabalho, ou tem empregada para fazer suas comprinhas não sinta tanto a realidade e a "educação" do brasileiro....

Agora pra quem precisa conviver com o povão, pegar metrô lotado com gente sem a mínima noção de educação, quem acorda para comprar o próprio pão e tem que aguentar funk nojento de alguém com celular 6 horas da manhã, ou ficar de olho na fila do supermercado (que SEMPRE vai ter sociopata fura-fila) aí é dose..
Se bem que cada um tem a sua visão de mundo.
Turista "brazil is beautiful, warm people,etc..." que passa 20 dias do ano por aqui, tinha que ficar mais um tempinho por aqui.. ter um problema qualquer no carro e ter que passar em 4, 5 mecânicos diferentes para não ser roubado...

Tem até quem diga que "se sente mais brasileiro" quando está no exterior..claro, é muito fácil ser brasileiro mesmo, experienciando só o bom da nossa cultura, muita dança, samba, caipirinha drink, churrasco, capoeira...e bem longe do cotidiano de verdade,enquanto anda tranquilo nas ruas, é respeitado pelas pessoas, bem atendido nas lojas, ganha um salário digno de quem trabalha dignamente, pagando impostos ínfimos e sendo muito bem servido.... realmente muito fácil estender uma bandeira enorme aonde for e dizer "I love Brasil", sem arredar o pé do estrangeiro, claro. :roll:
Ravenna 3
Realmente, pegar o metrô em SP é f... Um teste de paciência. :mrgreen: :roll:

*__*
Ravenna 3
Pessoal, os turistas não vão querer vir para o Brasil depois deste tópico LOL
Adriano Japan 2 20
O que me estressa no Brasil e principalmente em SP é o trânsito.
P.s.: não dirijo! é só no pedal.
Mesmo assim... Quer ver um campo perfeito para se estudar o brasileiro e seu modo de pensar, é no trânsito e no banco..ou em qualquer lugar público onde se exija o mínimo de regras de convivência,como um condomínio ou uma fila.
Acabei de fazer um comentário lá em uma comunidade sobre ciclismo urbano abordando a boa educação brasileira:

Título: necessária é educação!!
C/ certeza, estudando essa raça na prática(pedalando desde 2009 pelo centro de SP) percebi que não é só exibicionismo não..

O negócio é que eles medem as pessoas com a própria colher, como o próprio Linhares de Fortaleza já comentou...
Tipo, vê um ciclista todo bonitinho, de luvas, capacete, garrafinha d'água, e o estúpido pensa logo que você comprou uma bike EXCLUSIVAMENTE para se exibir, pra andar na cidade se achando o gostosão...
"Olha que otário, querendo ser o gostosão de academia, vou dar uma fechada pra ele aprender!"...e se fosse? Dá o direito de matar?

Outra como o Daniel mesmo falou, é a INVEJA.
Estressado, mó calor dentro da gaiola, com dor de cabeça de tanta buzina, vê um ciclista passando do lado feliz da vida, e o primeiro sentimento é do seu ego primata "ferido", por ter sido ultrapassado por uma bike.
Depois deve pensar "pô, trabalhei o dia inteiro,me estressei,calor do c%%lho e aquele cara brincando ali no trânsito.."
Aí chega atrás do ciclista, e sem nenhum motivo normal, afunda a mão na buzina e como não é MACHO suficiente, vaza rapidinho...
Pronto, "estou satisfeito"
Como se você tivesse passado o dia inteiro de férias, pedalando.. E mesmo que tivesse... "ele tá brincando e eu tô trabalhando, vou atropelar!"

Ô racinha... Por isto que evito o máximo e só pedalo com fone!
Teste de Nível Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 10 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores experientes. O resultado sai na hora e com gabarito.

Iniciar o Teste Online!
Adriano Japan 2 20
Ravenna escreveu:Pessoal, os turistas não vão querer vir para o Brasil depois deste tópico LOL
Ravenna,como falei antes, tudo depende da situação e visão de mundo.
Turista gastador é realmente muito bem recebido no Brasil. E em muito lugar do mundo.
Outro exemplo é que considero o Japão, o "céu na terra", berço de civilidade,respeito e educação suprema,onde tudo é mastigadinho e de mão beijada... mas porquê sou estrangeiro, menos cobrado, mais mimado (os japoneses veneram os ocidentais).
Agora pra quem já nasce no país... em meio a todo tipo de pressão para "ser sempre o melhor", onde é uma "decepção" tirar um 90 na prova... tem gente que até se suicida..
Ravenna 3
Estou começando não ter dúvida que nenhuma nação realmente dá valor aos seus "filhos"! Nem mesmo os os mais nacionalistas realmente valorizam seus compatriotas. How sad. Ter que sair do próprio país para ter 'paz'.

Falando sobre ciclistas no trânsito, tenho um primo que quase foi atropelado por causa da pressa de um motorista animal -adivinha onde? Dica: trânsito lento e infernal. Quando o cara saiu do carro ainda xingou meu primo dizendo que "trânsito não era espaço para exibição de brinquedinhos." O_O Imagina esse otário lá na Holanda? Seria no mínimo 'excluído'. Nem preciso dizer porque, né? O carinha tava voltando pra casa depois do trampo, ainda passa por isso.

Afff... Sometimes life isn't fair. Damn.
Adriano Japan 2 20
Relax, ontem estava meio atacado porquê acordei com um monte de saco de lixo em volta da minha bike, que vizinho porco e ignorante se recusa a pensar no que fazer quando o cesto está cheio... "não tem mais espaço.. vou jogar naquela bike ali, não é minha mesmo.."

Voltei do almoço ainda mais atacado porquê parece que brasileiro não sabe reconhecer uma listra pintada na frente de caixa eletrônico pra formar fila, coisa que até criança entende... mas não, 10 caixas eletrônicos, e jumento que fosse chegando,ia querendo usar, e você tinha que ficar "vigiando" a fila, e dizendo onde era o final... eu hein.. falta de civilidade, senso comum, campo de visão.. parece que só enxerga o próprio umbigo... "quero usar e pronto!"
Ravenna 3
AJ, por favor não vá perder a calma com algum ignorante por aí, viu? A gente nunca sabe a reação de um sociopata, ainda mais no meio do trânsito. ;)
Adriano Japan 2 20
claro que não sabemos Ravenna......

http://www.urbanriders.com.br/transplan ... &sk=t&sd=a

Brasileiro não sabe respeitar a individualidade,a integridade física de ninguém...
No Japão, só uma "encarada" no olho, aumentar o tom de voz, ou tocar na camisa de alguém, é um ato de extrema selvageria, gerando comentários por semanas no trabalho, de que "a pessoa não merece viver em sociedade", e muitos até se afastam,já vi um caso desses..(um japonês gritou com outro por causa de um trabalho mal feito e ficou com fama de bicho selvagem)

Agora Brasil não, no calor de uma discussão as pessoas não hesitam 5 segundos para meter a mão em alguém, dar um soco, uma facada, não tem senso do absurdo que é para em 5 minutos premeditar a morte de uma pessoa e ir em casa/no carro e pegar uma arma, uma barra de ferro.
Não dá pra saber o que se passa na cabeça de um animal selvagem desses.. :(
Teste de Nível Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 10 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores experientes. O resultado sai na hora e com gabarito.

Iniciar o Teste Online!
Ravenna 3
Nossa a experiência do carinha lá do outro fórum é meio assustadora. Poderia ter tido um desfecho trágico. Realmente vivemos numa sociedade em qual é melhor se calar mesmo estando certo. pfff... onde isso vai dar?

O_O
Flavia.lm 1 10 95
Ravenna escreveu:Pessoal, os turistas não vão querer vir para o Brasil depois deste tópico LOL
Neither the tourists nor anyone else, and Brazilians will all wish to move to the perfect countries mentioned. I just find it funny how easy it is to complain, criticize, compare...
Ravenna 3
Flavia.lm escreveu:
Ravenna escreveu:Pessoal, os turistas não vão querer vir para o Brasil depois deste tópico LOL
Neither the tourists nor anyone else, and Brazilians will all wish to move to the perfect countries mentioned. I just find it funny how easy it is to complain, criticize, compare...
:shock: Os problemas do Brasil as vezes são realmente dignos de pensar em uma mudança.
Mas, esse descontentamento com a própria nação acontece no mundo inteiro. Muitas pessoas, estrangeiros de outros países criticam sua pátria por problemas dos mais diversos... por isso muitos até se mudam mesmo lol *___* nunca mais voltam ou voltam... O 'destino' é algo relativo...

Conclusão: Nenhum lugar do mundo é perfeito. Porém, alguns lugares são melhores ou piores em alguma coisa que o outro. É sempre assim.

Ah, para deixar este tópico mais otimista, acho que esse país ainda vai melhorar, e não vai ser pelas mãos de rat...quero dizer políticos não. E sim pela capacidade daqueles que não são ignoranteS.
Adriano Japan 2 20
por isto que digo: cada povo tem o que merece.. Brasil, Rússia.. países ENORMES, riquíssimos em tudo que a Terra pode oferecer,mas que apanham de 10 x 0 (não era este o título do tópico? :mrgreen: ) por países minúsculos, tudo pelo egoísmo puro,seja dos políticos de todas as esferas, seja do povão no dia-a-dia.

Parece que toda semana é a mesma coisa.. "paulistão", "libertadores", e mais outras tantas besteiras que te enchem o ouvido.. outro dia,sento em uma cadeira de restaurante,acabou o globo esporte e pensei "oba!cheguei na hora do jornal!".... bem,até seria, se o dono não tivesse imediatamente mudado para outro canal que estivesse falando de "neymar","juninho""xxxx-inho"... povo ignorante e sem o mínimo interesse nas coisas sérias é um prato cheio para políticos corruptos..
Reunião secreta para aumentarem os próprios salários?? Relaaxa.. começou o BBB... ;)
Ravenna escreveu:Mas, esse descontentamento com a própria nação acontece no mundo inteiro. Muitas pessoas, estrangeiros de outros países criticam sua pátria por problemas dos mais diversos... por isso muitos até se mudam mesmo lol *___* nunca mais voltam ou voltam... O 'destino' é algo relativo...
Conclusão: Nenhum lugar do mundo é perfeito. Porém, alguns lugares são melhores ou piores em alguma coisa que o outro. É sempre assim.
É como disseram em uma outra comunidade:

"Claro que todo país tem defeitos,mas tem uns que você tem que "procurar", "pensar", debater pra achar.
Já em outros é só sair na rua."
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!