Perturbação do sossego: Inglaterra 10 x 0 Brasil

Avatar do usuário Alessandro 2970 3 9 71
Galera,

Eu realmente não sei se na Inglaterra é realmente do jeito que o Dâniel Fraga cita no vídeo, no entanto quem já sofreu com vizinhos mal educados e barulhentos vai gostar do vídeo. Vale a pena refletir sobre a comparação feita.



Só não gostei da parte final, acho que o cara falou mais baseado na emoção do que na razão.

Cya!
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Lucas PAYNE 260 7
Vou dar a minha humilde opinião.

Você trabalha de Segunda-a-Sabado das 8 as 17:00 , e no final de semana não pode dar-se ao Luxo de ouvir musica, se divertir sem se preocupar com nada.
Do mesmo jeito quem trabalha a samena toda e não pode descansar.

Nós todos temos que entender uma coisa, todos pagamos Impostos até pelo ar que respiramos, isso dá a todos direitos iguais, acho que a pertubação so aconteçe se for dentro de sua casa ou enfrente. Não é porque meu vizinho gosta de forró que eu tenho que gostar, não é porque eu gosto de ouvir musica alta que ele tem que gostar.

Vai ai uma pequena ideia para refletirmos.

Se quando eu dou uma festa meu vizinho não pode falar nada nem muito menos reclamar, porque quando ele dá uma festa eu tenho o direito de reclamar?
Avatar do usuário Dude Spell 135 2
O mais trágico disso tudo é que até pessoas esclarecidas acham que reclamar de barulho é frescura.

Uns anos atrás vi uma reportagem sobre um senhor que havia ficado muito doente por conta do barulho de uma garagem de ônibus vizinha. Ao fim da triste entrevista, o apresentador do telejornal estava rindo de orelha a orelha enquanto fazia seu comentário final.

Ruído que incomoda o vizinho é invasão de domicílio, agressão física, mas as pessoas acham frescura.

Quando vejo reportagens de um vizinho ferindo e matando por conta de músicas altas em festas, e os "analistas" da TV condenando o pai de família que cometeu essa insanidade como um bandido, sem levar em consideração que ruído alto durante muitas horas pode causar sérios transtornos psicológicos em pessoas saudáveis, ignorando o único culpado, que é o agressor que colocou a música alta, sempre penso que o mecanismo de autodefesa do ser humano pode atingir níveis doentios quando se sente acoado por não ter a quem recorrer. E vidas são destruídas à-toa.
Avatar do usuário Adriano Japan 805 1 18
Eu deveria ser o primeiro a postar alguma coisa em um tópico deste tipo, but relax, ainda estamos no final de semana, e estou no meio de uma tempestade de proporções bíblicas, vai dar notícia.
Até amanhã ;)
Avatar do usuário Ravenna 70 3
Hum, esse é um assunto muito relativo. Como em qualquer ação humana racional o bom senso é decisivo para não ter um exagero maligno - ou uma overdose. Quem mora perto de pessoas extremamente barulhentas, principalmente aquelas que ouvem músicas de péssimo gosto e baixo nível como Funk por exemplo, sabe como é triste tentar relaxar no fim de semana, depois de uma semana inteira no batente, quando algum mala pára o carro perto da sua casa e poe aquelas porcarias no volume máximo.
Eu adoro música, ouço minhas músicas num volume 'normal' que não incomoda ninguém da minha rua e olha que é Heavy Metal 90% do tempo! E isso pq? Porque eu me esforço para ter bom senso. Infelizmente muitas pessoas não mudam e querem mesmo é 'dramatizar' a situação, talvez querendo desafiar os outros, não sei. Aí entra a falta de cultura. Infelizmente o Brasil tem muito que aprender em matéria de respeito, inclusive no comportamento em sociedade.

Ok. Sobre o vídeo, o cara tá nervoso, é a vida de São Paulo, estressante. (Nada como descansar no interior, no campo... bem longe de trânsito,etc) - A justiça brasileira tbm deixa muito a desejar! Me desculpe quem não concorda. Ele pode ter exagerado em generalizar o assunto, pq ainda tem muitos brasileiros que usam seu bom senso (Graças a Deus). Mas, talvez infelizmente não somos a maioria...ainda.

Essa é a minha opinião.
Avatar do usuário Adriano Japan 805 1 18
Então, passada a chuvinha, aproveito a véspera de feriado para dar minha opinião.

"Proibido sentar na escada"
"Não jogue lixo na rua"
"Deixe as pessoas saírem antes para depois entrar"
(metrô)
"Não consumir antes de pagar"

Não sei enquanto à outros lugares,mas nunca vi um país com uma quantidade tão grande de placas absurdas como no Brasil.. quando vejo uma dessas me soa tão ridículo como se estivesse lendo "favor amarrar os sapatos"...algo tão óbvio que nem deveria ser assunto ou regra.
O problema é que em países continentais como Brasil,Rússia,China, o que impera é o egoísmo puro,gente cega socialmente,com o campo de visão voltado apenas para si próprio.

Em países apertados como na Europa, além de ilhas como Inglaterra e Japão,se aprende desde cedo a lidar com o limitadíssimo espaço disponível,cada um respeitando o do outro.

Não considero ação de gente normal e 100% sã abrir um vidro e jogar lixo na rua (como se magicamente fosse desaparecer se sumir do seu campo de visão), ou se achar o melhor do mundo e passar na frente de 20 pessoas numa fila, ou gritar com um nextel no viva-voz dentro de um elevador lotado, ou buzinar para um pedestre sair da frente (na faixa de pedestres..), ou colocar um dispositivo de áudio nas alturas obrigando todas as pessoas em volta a escutar o seu gosto, à força.
Senta alguém ao meu lado no metrô, me preocupo em baixar até o volume do fone de ouvido.. para depois pegar o mesmo metrô e ter que escutar um funk de celular nas alturas, por gente que acha isto a coisa mais normal do mundo.
Não é falta de atenção, falta de respeito,nada, é sociopatia mesmo, uma total falta de noção de convívio, de sociedade.
E ainda acha ruim quando é visto como índio lá fora depois.

Imagem
Avatar do usuário Ravenna 70 3
Adriano Japan escreveu:E ainda acha ruim quando é visto como índio lá fora depois.


Concordo plenamente :mrgreen:

Quando esses ritmos idiotas e hipócritas acabarem e o brasileiro aprender a se comportar em sociedade não sendo mais tão egoísta :shock: (sad but true) esse país muda.
Avatar do usuário Adriano Japan 805 1 18
vou postar aqui um vídeo de brasileiros no Japão,se é que pode chamar isso de gente.
Já não basta perturbar a tranquilidade dos outros no Brasil,pegam um avião,viajam para o outro lado do planeta,para criar problema,fazer barulho,etc...

Por isto já não é mais tão mal-visto quando se diz: se vai para o exterior,tente ficar longe dos brasileiros!
A primeira vez que assisti este vídeo,me bateu uma revolta,indignação,nem conseguia acreditar.. olha a educação de policial no Japão!
Se fosse no Brasil,já chegava dando borrachada nos vadios.
Se bem que é assim mesmo que esse povo merece ser tratado.

Avatar do usuário Adriano Japan 805 1 18
BICHO-DO-MATO no Primeiro Mundo.

MENSAGEM PATROCINADA Leia o e-book Aprendendo Idiomas por Conta Própria e conheça as técnicas utilizadas pelos Experts para aprender idiomas. Com ele você vai aprender a aprender inglês!

Baixar uma Amostra Grátis!
Avatar do usuário Ravenna 70 3
:oops: Não consegui ver esses vídeos até o fim. Deu uma dor na minha alma. Mau exemplo gratuito.

Adriano, perdoe a minha curiosidade mas, você já morou no Japão antes? Fala japonês?

Um amigo brasileiro descendente de japoneses (nem sei a definição dele sorry) disse que lá é muito frio no inverno :D

C-ya!