Preciso de um apoio psicológico no meu aprendizado

Avatar do usuário PPAULO 35950 4 32 631
Erika, seja bem vinda ao EE e ao tópico. Pra começar podemos dizer que há tópicos "que não ficam velhos", são atemporais, uma vez que consiste de experiências dos estudantes e interessados no inglês (ou no aprendizado de línguas - por extensão).
Há muitos métodos e uma diversidade de experiências, além de uma variação muito grande no passo, no tempo de cada aluno. Além das diferenças de bagagem, estudos, socioeconômicas e tal.
Contudo, basicamente é isso, o aluno tem que ter um forte interesse, dedicação e procurar variedade em suas fontes de estudo (não ficar só no que está nos livros ou nas salas de aula).
Há que se ter muita força de vontade e disciplina, até para os autodidatas (ou especialmente esses), é esse um dos motivos deste site ter uma boa audiência e ser reconhecido pelos seus principais "clientes", os estudantes e participantes.
E claro, a experiência Fábio será importante para todos nós, à título de curiosidade e pode ou não ser emulada para além do aprendizado de muitos outros (que tenham o perfil e condições que ele teve e tem).
Porém o básico é aquilo que apontei, precisa-se de 90% de transpiração e 10% de inspiração, quanto mais se estiver em contato com o inglês, e quanto mais se estiver em contato com o bom inglês, mais se aprende. Para isso, muitas vezes a gente tem que sair da nossa zona de conforto e estudar bastante, não há muito estudar e aprender por osmose (é mais uma figura de linguagem).
Quando às vezes eu digo que se deve estudar enquanto "having fun" na verdade não significa que o professor ou os livros tenham que se adaptar ao aluno (ainda que é preciso atualização contínua), mas que o aluno tem que entender que aprender é uma responsabilidade também, e do aluno.
Enfim, inglês "is easy, but not effortless", se o aluno entender isso ele vai gostar de estar aprendendo (o processo) e também do resultado final. Vai ser divertido e legal (apesar de não ser obrigatório de ser assim o tempo todo, mas é a vida).
Seja bem vinda, e pode pesquisar o que os outros fizeram para aprender, aprenda com as experiências deles e faça a sua experiência, ciente de que pode ou não serem as mesmas (e certamente não será), mas com certeza serão ricas!
O importante é se manter aprendendo!
Oi Paulo! Muito obrigada pela resposta!
Eu já tinha um pouquinho de conhecimento que adquiri ao longo da vida e passei a frequentar uma escola de inglês há alguns meses, mas as vezes eu tenho a sensação de que pessoalmente as pessoas contam muitas lorotas de como estão evoluindo no inglês ou de como aprenderam a língua. Floreiam o aprendizado quando ele na verdade é feito de muita transpiração e disciplina como você disse.
Recentemente conversando com meu professor sobre essa minha sensação ele disse que sim, muita gente faz de conta que sabe quando não sabe. Que até no mercado muita gente que diz falar fluente, não falam.

E em fóruns eu posso encontrar pessoas que passam pelas mesmas dificuldades que as minhas. Aprender com os erros de outras pessoas também. Pelo menos pra mim parece ser muito mais facil! Eu adoro estudar ingles, mas gosto de ser pé no chão também. E claro ter dicas de pessoas experientes como você. :) Aliás obrigada por sua disposição em compartilhar seu conhecimento! :)
Abraços!
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário PPAULO 35950 4 32 631
Feliz aqui por ver que você está evoluindo e tendo suas próprias experiências. Eu estou no caminho também, e o caminho se faz andando.
Obrigado por compartilhar e nos deixar saber que nosso trabalho no Fórum tem sido útil, é recompensador ter todo tipo de feedback, positivo ou não (ninguém acerta tudo todo tempo).
Conte comigo especificamente e com todos do EE, tenho aprendido muito aqui. Desculpe pela resposta tardia, atrasada, é que tive que viajar para resolver algumas coisas e só voltei agora.

Have a nice weekend!
Avatar do usuário PPAULO 35950 4 32 631
Reli algumas palavras do Fabio, de posts bem mais antigos. Em que ele dizia que aonde ele morava não tinha praticamente ninguém que estudasse inglês. Me lembrei que nos meus primeiros contatos com a linguagem foi na 5a série (já se vão décadas...).
As pessoas estudavam só para tirar nota, para passar. Por um acaso eu tirava 10 nesta e em algumas outras matérias que eu gostava, não necessariamente as que os outros gostavam (matemática por exemplo, a maioria "lutava" com ela).
Na época aprendi muito, mas de pronúncia era zero (tá bom, exagero aqui, era só perto de zero...). De toda forma, eu ouvia as estações de rádios internacionais e notava que "algo estava fora de lugar", eu pensava que era no meu aprendizado, mas era no que me era ensinado (os professores achavam que ensinavam e eu achava que aprendia). Mas com o que era dado, eu me saía muito bem!
Pelo menos serviu para que eu entendesse e quisesse mais, e daí fui comprando livros, me aprofundando no assunto, etc. Nunca fiquei longe do aprender.

Naquele tempo para "pegar" tais estações teria que usar varas de bambu de quase 3 metros, e pegava estática, as ondas iam e vinham...hoje temos a internet, YouTube, podcasts, filmes com opção de dublado ou não. Está bem mais fácil !