Significado de "theater of her own mind"

Fiquei com um pouco de dúvida sobre o significado de "theater of her own mind". Teoricamente seria "teatro da sua própria mente", só que soa meio estranho.

A frase inteira é essa aqui: "Invite her to attend the theater of her own mind".
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário PPAULO 37040 5 31 649
Basicamente: convide-a a experimentar/ouvir o que se passa na mente dela própria.
Também pode-se dizer a "ouvir/sentir as experiências que estão na própria cabeça. Em termos de idéias e emoções, mas em termos um tanto abstratos, porque "the beauty is in the eye of the beholder", então o que se passa na cabeça de uma pessoa não é o que acontece nas de outras.

Li em outro lugar que antigamente o rádio tinha novelas em que a pessoa acompanhava novelas de acordo com os sons e a imaginação (que se tentava criar na cabeça do ouvinte), então o "palco era quase que literalmente na cabeça do ouvinte", era lá que a criação, a estória se passava como resultado/produto final.
Assim podemos dizer que "Invite her to attend the theater of her own mind" pode ser traduzido também como "faça com que ela visualize a ideia geral que se passa na sua cabeça" (se ela o fizer ela vai achar o foco, a trama, a chave do quebra cabeça, o argumento, o contexto etc.)

Em suma, faça entender, fazendo ela pensar fora da caixa, ela encontrar seu elemento (usando as ferramentas que ela tem, usando as figuras, as imagens, os conhecimentos de mundo que ela possui.)
Não é apenas usar a razão, mas entender racionalmente o que está sendo dito através do imaginário, e das emoções que a pessoa tem conhecimento.
Avatar do usuário PPAULO 37040 5 31 649
In "However, in a graphic novel, both words and images must be predetermined. It is a trade-off, exchanging the novel reader's freedom to play the story within the theater of their own mind versus the privilege of peeking into the mental theater of the graphic novel's creators."

Significa que no livrinho/romance de ficção fica "em aberto" para a imaginação do leitor, a história passa a pertencer mais ao imaginário do leitor do que nas "histórias de ficção gráficas". Na segunda o simbolismo e o imaginário da história vai da cabeça do autor.