Sobre o sotaque brasileiro - Português brasileiro

É nós brasileiros temos mais dificuldades em aprender outra língua do que os outros países!
Gerando uma "vergonha " ao tentar falar com o pessoal de outro país.. mas sem essa temos que nos soltar! Assim que se aprende!
MENSAGEM PATROCINADA Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 15 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores e linguistas certificados. O resultado sai na hora e com gabarito.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário Adriano Japan 805 1 18
Lembrando que o português de outros países chega a ser tão difícil as vezes pra nós quanto outros estrangeiros.
Pegando a moda do "kuduro", virou mania agora música de verão misturando inglês com português de Angola / Moçambique.
Será que o Thomas consegue pegar de ouvido? :mrgreen:





Bring the coconut rum to the party
Let's have some fun
Todos com a mão no ar
Hoje a party não vai parar
When me said we can move it,
We can groove it, let's party all night
Oh, oh, oh, oh, vem comigo, comigo
Oh, oh, oh, oh, vem comigo, comigo
This is mucho caliente
Hot like the SEGS from mohave
Electro, salsa, merengue
Coco para mi gente
This flavor straight caribbean,
Stay side or just european
Worldwide, we gonna keep them screaming
Drinks up now, don't fight the feeling

We came here to party, we gonna turn it up
Ladies move your body, it's time to get down
People, music, one thing's missing
Bartender, where's my drink, listen

Bring the coconut rum to the party
Let's have some fun
Todos com a mão no ar
Hoje a party não vai parar
When me said we can move it,
We can groove it, let's party all night
Oh, oh, oh, oh, vem comigo, comigo
Oh, oh, oh, oh, vem comigo, comigo

Hot like the ecuator
South beach to jamaica
Ibiza baby
Cocktails for hot nails and ladies
That coconut rum, all over your tongue
Gonna keep you dancing from the moonlight till the sun
Let's go

We came here to party, we gonna turn it up
Ladies move your body, it's time to get down
People, music, one thing's missing
Bartender, where's my drink, listen

Bring the coconut rum to the party
Let's have some fun
Todos com a mão no ar
Hoje a party não vai parar
We can move it, we can groove it and party all night
Vem cá baby, vem cá, da-me tua mão (hey)
Vem cá baby, vem cá, da-me tua mão (mão, mão. mão)

We are gonna get up on our feet
Dancing to the beat
We don't need no sleep
We don't need no sleep
Party, have some fun
Drink coconut rum
From dust to dawn
No i don't wanna have to end this night

Bring the coconut rum to the party
Let's have some fun
Todos com a mão no ar
Hoje a party não vai parar
We can move it, we can groove it and party all night
Oh, oh, oh, oh, vem comigo, comigo
Oh, oh, oh, oh, vem comigo, comigo
Apesar de atrasado aqui neste tópico, achei interessantes os pontos de vista aqui expostos. Eu gostaria de acrescentar algo, apesar de também pensar que não precisamos aprender outra língua para falar com visitantes estrangeiros, já que estamos em nosso próprio país - mas isto é apenas minha opinião.
Na verdade creio que há muitas variantes neste processo e acaba sendo algo muito pessoal. Sei que praticamente ninguém perde o sotaque da sua língua natal e que a comunicação, o "se fazer entender" é o fato que realmente importa, porém ao ouvir um podcast aqui do E.E. o Prof. Adir disse algo como ser 100% em pronúncia e não menos (professor, por favor me corrija se estou equivocado). Eu entendi que ele quis dizer que se nos propomos a falar uma língua estrangeira "bem falada", então assumimos uma meta, um objetivo que é falar esta língua o mais próximo da "perfeição" possível. Não para agradar aquele(a) visitante estrangeiro(a), mas apenas para agradar a nós mesmos, afinal é o nosso desejo pessoal de fazer algo bem feito. O resto será consequência desta dedicação (tanto que ele, o Prof. Adir, recebe merecidamente vários elogios pela sua pronúncia).
Então para mim, vai de cada um querer falar um inglês perfeito ou apenas o necessário para se comunicar numa boa.