Tradução de Breaking Bad

"Nada é tão ruim que não possa ficar pior" (Google). Também assisto a série, embora ainda esteja na terceira temporada, mas prefiro assim, pois não tenho paciência para esperar a próxima exibição. Diante da situação do Walter acho essa a melhor tradução.
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Donay Mendonça 49115 21 73 1138
Encontrei duas postagens ótimas sobre o assunto no site da Time. De forma resumida, pode-se traduzir break bad como:

  • Raise hell (to go on a drinking spree and get drunk / to behave in a noisy or wild way that upsets other people ): beber muito, encher a cara e fazer arruaça.
  • Go wild: enfurecer-se
  • Defy authority: desafiar autoridade (de alguém)
  • Break the law: não respeitar a lei
  • Be verbally combative and aggressive: ser verbalmente combativo e agressivo (vi isso muito nas manifestações de extremistas pelo Brasil)
  • Behave in a violent manner for no good reason: agir de forma violenta sem motivo
  • Go bad: ir pelo mau caminho, "virar mala", ficar mau (caráter)

Lei o artigo (excelente, por sinal) clicando aqui

O autor da série breaking bad escolheu esse nome com a intenção de dizer raise hell (sair para beber, cair na farra e fazer arruaça), no entanto ele depois se deu conta de que o significado da expressão era mais amplo do que imaginava.

But, while the gist of his definition is pretty widely accepted, Gilligan’s use-it-in-a-sentence definition of the phrase is an incomplete accounting of its meanings. In general, “breaking bad” connotes more violence than “raising hell” does. A glance at the bevy of definitions at user-sourced Urban Dictionary reveals that different contributors think the words possess a wide variety of nuances: to “break bad” can mean to “go wild,” to “defy authority” and break the law, to be verbally “combative, belligerent, or threatening” or, followed by the preposition “on,” to “completely dominate or humiliate.”


No vídeo a seguir ele explica.



Bons estudos.