Tradução de "but I could hear the sound of my heart"

Avatar do usuário Albert Rocha 450 6
Minha dúvida não está na tradução da frase, mas sim em por que ele usou a palavra but.

I tried to breath quietly, but I could hear the sound of my heart.

Contextualizando: um homem, muito nervoso, estava escondido no escuro, esperando uma outra pessoa aparecer.

Escutar o som do próprio coração não contraria a tentativa de respirar calmamente nem mesmo prejudicaria sua furtividade; Então, qual seria a finalidade de but, no texto apresentado?
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário Redseahorse 10490 1 13 208
Se você alterasse o avérbio CALMAMENTE por SILENCIOSAMENTE, mudaria alguma coisa pra voce com realção a conjunção MAS?
Avatar do usuário Albert Rocha 450 6
Redseahorse escreveu:Se você alterasse o avérbio CALMAMENTE por SILENCIOSAMENTE, mudaria alguma coisa pra voce com realção a conjunção MAS?

Não. A segunda informação me parece mais aditiva do que adversativa.
Avatar do usuário Redseahorse 10490 1 13 208
De acordo com a contextualização que voce trouxe, acho que há na frase a intenção de expressar de modo figurativo, a necessidade da personagem manter o silencio absoluto, ao ponto de nem mesmo ouvir o próprio batimento cardiaco, nenhum 'barulho' poderia atrapalhar. Obviamente, os batimentos do coração só são audíveis a mínima distancia em completo silencio ou ao contato.

Neste sentido, não vejo problema no uso de BUT na frase.

' I tried to breathe quietly, but I could hear the sound of my heart '.
' Eu tentei respirar silenciosamente, mas pude ouvir o som do meu coração '.
Avatar do usuário PPAULO 45495 6 35 805
And chances are that if you can hear the sound of your own heart, you are also hyperventilating (which may or may not make a sound).

Plus, if you are hiding in some spot the first thing you try afterwards is to keep calm and then you recollect himself (so you think of what to do next, next strategy, etc.
Except that it won´t happen in easy ways, there enters the "but", that would mean that his heart stubbornly refuses to stop drumming in his ear (emphasis, emphasis) and then the hyperventilation doesn´t cease in the process.

It could be that the heart drumming and hyperventilation had nothing to do with trying to maintain himself in the hide (and the heart/breathing ratting on him).
It´s obvious that I am not ruling out your alternatives, it might happen as well, but there is that other alternative scenario analysis.

...mas (eu) podia/conseguia ouvir o som do meu coração.
Here :
O som do coração dele teimava em ser ouvido' (não parava), o fato de ele conseguir/poder ouvir naquele momento é um eufemismo para "o coração não parava de bater fortemente/teimava em bater". Enfim, mais uma distração no meio (e contra) a tarefa de manter a calma e pensar claramente.
Essa descrição da situação é um recurso usado e abusado por autores de "novels/books", mas sempre funciona! É o mais "gráfico" possível para a mente do leitor!
Avatar do usuário Albert Rocha 450 6
PPAULO escreveu:"o coração não parava de bater fortemente/teimava em bater". Enfim, mais uma distração no meio (e contra) a tarefa de manter a calma e pensar claramente.

Isso une, perfeitamente, a ideia de contraste e ênfase (muito bem abordada por Redseahorse) com a ideia de complemento, numa mesma uma frase.

Achei excelente a análise! Obrigado pela participação, Redsehorse e PPAULO. É incrível como uma simples palavra, com sua tradução já muito bem estabelecida e conhecida, pode gerar novas discussões belíssimas!
Avatar do usuário PPAULO 45495 6 35 805
That´s the idea, not to give the fish but to teach the learner to fish! He hee.
I am happy that we could add something to the discussion, not only for discussion´s sake, but to give a fresh food for thought.
In fact, the EE is the place you come to when you think "two heads are better than one", sort of. Almost always there´s a new perspective, a second way to view things.