He listened and heard only the heat - Tradução em português

Kino moved in a dream. And then he cried loudly and sat up suddenly. His eyes were wide. He listened and heard only the heat.

Ele prestou atenção e ouviu apenas o calor? E o calor pode ser ouvido?
Como posso traduzir esse trecho em negrito? Esse livro tem muitas linguagens figuradas, então nunca sei se uma pessoa diria, naturalmente, o que ele diz na história.

FONTE:
John Steinbeck. The Pearl. Penguin Active Reading. Level 3. Pearson Education, 2007, p. 59

ATIVE O ENGLISH PLUS Além de aprender sem anúncios, você terá acesso: aos Cursos do English Experts, a respostas verificadas por especialistas (ilimitado) e ao aplicativo Meu Vocabulário. ATUALIZAR AGORA
11 respostas
  Resposta mais votada
2 25 393
ALBERT,

Aproveito o ponto de vista da CINNAMON para fazer as seguintes observações:

OBSERVAÇÃO 1: Se estamos tratando de um sentido figurado e tratando de um parágrafo retirado do livro, não vejo o porquê do autor não utilizar a palavra heat como um trocadilho da palavra beat (temperatura corpórea << >> batimento cardíaco) em virtude do estado emocional do personagem.

OBSERVAÇÃO 2: A palavra heat também pode ser traduzida como excitação.

on heat (BrE)
in heat (NAmE)
[Biology]
Definition: An animal that is in heat is in a state of sexual excitement and ready to breed.
Definição: Um animal que está no cio é aquele que está pronto para acasalar.

OBSERVAÇÃO 3: Podemos inferir, pela linguagem poética, que to hear the heat é uma alusão ao fato do Kino ter se aquietado após chorar muito para fazer alguma reflexão. O significado dessa expressão pode ser alterado conforme parágrafos anteriores ou posteriores. Por ora, acredito que um significado próximo também esteja relacionado com um dos poemas de Shakespeare "Fear no more heat o' the sun'" (Não mais temas o calor do sol). Portanto, não vejo problema em traduzir a palavra heat literalmente neste caso.

OBSERVAÇÃO 4: To move in significa mudar-se (para uma nova casa). Na linguagem poética, a tradução poderia ser ter um novo sonho.

SUGESTÕES:

Kino moved in a dream. And then he cried loudly and sat up suddenly. His eyes were wide. He listened and heard only the heat.

(1) Kino caiu num sonho. E logo as lágrimas dele cortaram o ar, de repente, ele se acomodou no chão. Os olhos dele estavam arregalados e o que ele sentiu, em seguida, foi apenas a excitação.

(2) Kino não tardou a dormir. Em seguida, ele gritava muito alto e, de súbito, ele se aquietou. Seus olhos estavam arregalados. Ele prestou atenção e ouviu / sentiu apenas o calor [do momento].

(3) Kino teve um novo sonho. E logo ele chorou com todas as forças e, do nada, ele se aquietou. Os olhos deles estavam arregalados. Ele prestou atenção e sentiu apenas o calor / a excitação.

No aguardo de mais observações.

Espero ter ajudado.

Att. Ricardo.

REFERENCES:

(1) Pearson Education. Longman Dictionary. 2004.
(2) Cambridge Online Dictionary.
(3) SHAKESPEARE, William. Cymbeline, King of Britain Act IV Scene 2.
(4) WELLS, Stanley. DOBSON, Michael. The Oxford Companion to Shakespeare. Oxford University Press, 2001, p. 101.
ATIVE O ENGLISH PLUS POR R$ 8/MÊS Além de aprender sem anúncios, você terá acesso: aos Cursos do English Experts, a respostas verificadas por especialistas (ilimitado) e ao aplicativo Meu Vocabulário. ATIVAR AGORA
15 61 498
Hi Albert Rocha!

Embora não conheça o contexto da leitura, creio que "heat" aí não se refira à primeira tradução encontrada, o que pude perceber que você próprio considerou, já que não se contentou com a tradução inicial. Normalmente, as primeiras versões encontradas num dicionário, por exemplo, são aquelas mais literais, comuns, utilizadas com frequência, etc. Em geral, os sentidos figurados são apontados na sequência àqueles mais literais.

Figuradamente usamos "heat" para referir à excitação, fervor, um sentimento intenso como paixão e até mesmo raiva. Engraçado que eu começaria pensando em traduzir com meu último exemplo: "raiva", mas não posso assegurar.

Acho que é por aí, OK!
Cheers!
6 48 1.1k
Previously on the same passage of the book it reads:
The sun arose hotly. They were not near the Gulf now, and the air was dry and hot so that the brush cricked with heat and a good resinous
Smell came from it. And when Juana awakened, when the sun was high, Kino told her things she knew already.
I think it would be like a "spasm" and then a sound, e.g. The "crick" of someone's neck that makes a sound.

Then, somewhere else it reads:
Kino stirred in a dream, and he cried out in a guttural voice, and his hand moved in symbolic fighting. And then he moaned and sat up
Suddenly, his eyes wide and his nostrils flaring. He listened and heard only "the cricking heat" and the hiss of distance.


In such, case (and if I found the right section of the text), I would hazard one guess, that it means the "cricking heat", as if he personifying the "heat" (a heat the causes such cricking sound, as if it was a "pop" of sorts - once reached some temperature the brush "cricked" - twinged, with a sound).

That's what springs to mind, given the context. But English is vast and full of minutes, so I could also be mistaken.
Anyway, it's my hunch/educated guess for the time being.

Ref. mrlocke
Seria os estalos que galhos secos fazem ao se partirem com o calor? Não sei se isso ocorre na prática, mas me lembrei desse som, que surge quando tocamos fogo em galhos ou em alguns troncos.
Hum... também encontrei esse trecho no livro original, relacionando o calor com o som: "The singing heat lay over this desert country, and ahead the stone mountains looked cool and welcoming."
6 48 1.1k
Seria os estalos que galhos secos fazem ao se partirem com o calor?

Eu imagino que sim. Ou pelo menos o autor usou a imaginação fértil dele e fez com que fosse isso.
Eu realmente não sei se acima da linha do equador ocorre esse fenômeno ou se algum tipo de vegetação...mas ele usou esse argumento, que seja então. Licença poética, talvez.
Afinal nessa obra ele usa uma série de exageros e drama. Afinal ele deve ter sido um precursor de J.K. Rowling (autora dos romances de fantasia de Harry Potter) :-)
Embora a história do livro seja muito boa, admito que fico frustrado, como estudante, em me deparar com linguagens não usuais, durante meu aprendizado; Principalmente, por escolher livros feitos para quem ainda está aprendendo, como os dessa coletânea.
6 48 1.1k
Albert, devem existir livros e leituras mais contemporâneos.
E você ainda pode aprender, adicionalmente de outras fontes também, a BBC tem uma seção com trechos de histórias sobre acontecimentos/reportagens recentes.

Essa coleção da Penguin Books é destinada ao nível do estudante (ele pode escolher qual nível - talvez o nível 3 seja além do seu entendimento).
No próximo talvez seja melhor escolher outro autor também, existem alguns que vão fundo na linguagem metafórica, etc.

O meu método de aprendizado eu não aconselho pra ninguém, porque eu leio pelo desafio, quando não entendo uma palavra passo à frente (às vezes vou ao dicionário, se notar que realmente muda o contexto).

Mas então, eu sempre fui um leitor voraz, de criança eu já lia Machado de Assis, livros arcanos de todo tipo, de outros autores que "viajam".
Pra mim, normal, só descobri que são difíceis por que recentemente vi pessoas mais jovens que eu afirmando isso.
O mesmo acontece com inglês pra mim.

Claro, há autores que são leeentos e ao contar uma história chega a dar vontade de pular um capítulo. Ao falar de um encontro de dois personagens eles falam da paisagem, de que são feitas as casas, os nomes das flores do jardim, o que mudou na rua após o último encontro, como estava o tempo, etc etc.
Mas aí já é outro caso, não é que use palavras ou expressões difíceis, mas de deixar o texto maçante, entediante!
De qualquer forma, desejo boa sorte nos estudos. Qualquer coisa pode contar conosco.
PPAULO escreveu:Essa coleção da Penguin Books é destinada ao nível do estudante (ele pode escolher qual nível - talvez o nível 3 seja além do seu entendimento).
Mas o aluno não gostar de aprender por materiais que usam linguagens figuradas incomuns é ser incompatível com o nível? Não acho que é o caso. Minha crítica não está ligada ao conteúdo gramatical e sim ao figurado, visto que até os fluentes aqui também estão sentindo dificuldade na interpretação dessa obra.
6 48 1.1k
Talvez isso remeta ao autor então, ao seu estilo incomum. Eu também não me referia à gramática propriamente dita.
Há momentos em que ler alguns clássicos, principalmente quando se mantém a linguagem perto do original é complexo, acadêmico. Por isso, que algumas vezes os jovens não "gostam de ler".

Mas no presente caso concordo, acho que o autor não flui bem, pelo menos para quem está iniciando a habilidade da leitura em inglês. Outros podem pensar diferente, claro.
6 48 1.1k
O remédio poderia ser mudar de autor, mas sugiro dar uma "olhada por cima" em alguns outros livros da coleção, dar um folheada e ler "en passant" pra ver se é o autor, a coleção ou outro o motivo da dificuldade.

Também, não custa nada apontar que os participantes do Fórum podem ter diferenças de interpretações que não necessariamente quer dizer que eles com dificuldade da leitura. Poderíamos ler um texto e interpretarmos diferentemente, a crítica é bem vinda, e lendo um texto teremos visões de mundo e pontos de vista diferente.
Agora, concordo que uma leitura que traga expressões, eufemismos ou ilustrações pouco usadas ou que se use muito raramente, não faz bem ao estudante. É aconselhável aquela leitura que ele consiga usar no dia-a-dia ou que possa adicionar no repertório vocabular para a probabilidade de uso futuro.