Tradução de "the means of your inviter"

"If a gentleman cannot dispense with his valet, he should write to ask leave to bring a servant; But the means of your inviter, and the size of the house, should be taken into consideration, and it is better taste to dispense with a servant altogether."

Ele está falando sobre ser convidado a uma estadia e que a pessoa não pode levar quem não está na lista, mas se for inevitável que você tenha que levar alguém você deve pedir ao dono do lugar que vai receber as pessoas para a festa/estadia se você pode levar um acompanhante. Não sei a tradução de "means" nessa sentença. Pode ser muitas coisas como "meio", "mesquinharia", etc.
Avatar do usuário Redseahorse 10700 1 14 213
O cabloco tem que especificar por escrito a INTENÇÃO/PROPÓSITO/DESÍGNO do convivado, ou seja, ele precisa justificar a necessidade de trazer um funcionário próprio.
Avatar do usuário Redseahorse 10700 1 14 213
Talvez, a palavra INVITER seja o oposto de INVITEE, ambos pouco usuais, e aparece na sentença como um HOST - ANFITRIÃO; deste modo, uma tradução que poderia fazer mais sentido seria... ' Mas o propósito do anfitrião, e o tamanho da casa deveriam ser considerados '.
Avatar do usuário PPAULO 46185 6 35 814
The word "means" would be "money/financial resources".

Grosso modo, seria algo como:

"Se um cavalheiro não puder gastar (tirar o escorpião do bolso :-) , ele deve perguntar se pode ser dispensado de levar seu(s) empregado(s).
Mas se deve considerar o quão rico é o anfitrião, o tamanho da casa, e se é melhor prescindir totalmente da ajuda de empregados (do citado cavalheiro)."

In a nutshell:
Se o cavalheiro não quiser/puder gastar e contribuir levando o seus próprios empregados para lhe servirem, ele deve sondar o anfitrião.

Sugere-se que levar os empregrados também tem um custo.
O "he should write to ask leave to bring a servant" significa "pedir para dispensar de levar o funcionário/criado, etc. Mas não é "leave" para deixar o funcionário de folga, seria "leave to bring a servant" ser dispensado de levar funcionários/servos/criados para aquele evento (pra casa do anfitrião).

Poderia ser que um conde, por exemplo, fizesse uma festa e já tivesse os criados para servir a todos e não "se importasse" de ter menos um ou uns. Portanto, considerando a "abastança" dele e a disposição de deixar pra lá, ou não.