Was buried sem o "to" entre verbos?

Olá, pessoal, então aquela clássica regra de usar a preposição "to" entre dois verbos, eu sempre a segui, mas notei que em diversos sites, textos, frases, quando trata-se de simple past, não é usado entre o verbo to be e outro verbo a preposição, então gostaria de saber como funciona isso.

Grato.

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário Henry.army 2545 3 8 51
Hello Lucas... este é um assunto interessante e bem menos complicado do que parece.

Sempre que existirem dois verbos em uma mesma sentença, um imediatamente após o outro, vai ocorrer uma das três situações abaixo:

1ª.Situação: Existirá uma preposição entre eles: I'm tired of waiting (Estou cansado de esperar) Neste exemplo temos os verbos TIRE, no passado, então TIRED, e o verbo WAIT, no gerúndio, então WAITING, com a preposição OF, entre eles. Importante notar que sempre que existir uma preposição entre dois verbos, o segundo deve estar no gerúndio, ou seja, o verbo seguido do ING.

2ª Situação: O segundo verbo estará no infinitivo.: I like TO drink coffee. (Gosto de beber café) Neste exemplo usamos o TO para demonstrar que o segundo verbo está no infinitivo.

3ª Situação: O segundo verbo está no gerúndio: I like drinking coffee. (Gosto de beber café) Neste caso utilizamos o gerúndio, representado pelo ING, no final do verbo drink.

Agora vc deve estar se perguntando, como saber quando usar a 1ª, 2ª ou 3ª ?

Basicamente temos que observar o que o primeiro verbo requer, por exemplo: O verbo LIKE pode ser seguido do Infinitivo (To) ou gerúndio (ING), sem mudança no significado. Por esta razão, as frases I like to drink coffee e I like drinking coffee, nos exemplos acima, tem a mesma tradução.

Diferente do verbo STOP:

I stopped to talk to her. (Parei para falar com ela)
I stopped talking to her. (Parei de falar com ela)

Por fim, como saber o que o verbo requer? Assim como em Português, temos em Inglês o que se pode chamar de regência verbal.

Assim, normalmente, o verbo ASK é seguido pela preposição FOR...

Vc ASK FOR alguma coisa.
Vc INSIST ON alguma coisa.
Vc NEED TO fazer algo.
Vc KEEP DOING algo. (neste caso ING depois do verbo "DO")

São milhares de verbos, cada um têm sua "preferência" podemos assim dizer.

Duas maneiras de aprender:

Vc pode consultar na web listar de verbos e as principais preposições que os seguem.
Vc pode prestar atenção em tudo que lê e ouve em Inglês e notar como cada verbo na frase é regido.

As duas maneiras vão funcionar isoladamente e irão funcionar melhor ainda em conjunto.

Acho que é isso aí. ;)
MENSAGEM PATROCINADA Aprenda dicas sobre os tempos verbais em inglês! Baixe agora o seu Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um ótimo resumo para revisar todos os conceitos.

Clique aqui e saiba como baixar!
Obrigado Henry, ótima explicação, assim ficou bem claro, mas quando trata-se dessa situação...
Verbo to be in the pas (was/were) + other Verb

Exemplo: he was buried in London.

Supostamente, crieio, que a tradução a apropriada seria ele foi enterrado em Londres

Assim, encaixa-se minha dúvida, sempre que existir essa estrutura não há problemas em não colocar a preposição "to"?
E sempre que o intuito for dizer que algo aconteceu (foi - was/were) pode-se utilizar essa estrutura, tendo um verbo em seguida?
OBS:tratando-se de verbos que não são o que diríamos, talvez ser em português transitivos?

was/were died / roberry / mentioned / broke / bought

Pensando bem, talvez, seguindo essa estrutura, dá para ser considerado também como passive voice?
Avatar do usuário Henry Cunha 9970 2 17 177
Mas preste atenção aos adjetivos predicados ligados pelo verbo TO BE:

The treasure was buried long ago. But after a long search, we dug up the buried treasure.

Em certos casos, o próprio adjetivo volta a funcionar como substantivo:

They were dead already. We buried them uncerimoniously. The dead can't complain.
Olá a todos!
Quero aproveitar que existe esse tópico para tirar uma dúvida; buried por que pronuncia-se como BeRidi? E não como Buridi?