Gerúndio é demitido da língua Portuguesa

Roberto Justus: Gerúndio é demitido da língua PortuguesaLeia com atenção o email enviado pelo leitor Leandro Figueiredo. Se você não ler você vai “estar ficando” desatualizado.

Pela primeira vez na vida fico com inveja de quem mora em Brasília. Já imaginaram a gente ficar livre daquelas coisas insuportáveis do tipo “Vou estar verificando e te ligando de volta”… “você pode estar parcelando…”, “vou estar preparando o relatório e mais tarde vou estar te enviando”… ninguém merece!

Se eu morasse em Brasília ia andar com uma cópia do decreto na bolsa e cada vez que algum infeliz soltasse uma das pérolas do gerundismo, chamaria a polícia e solicitaria prisão em flagrante por perturbação da ordem pública.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), tomou uma decisão que chamou a atenção de quem leu a edição de hoje do “Diário Oficial” do distrito: demitiu o “gerúndio” de todos os órgãos do governo.

O decreto com a nova medida também proíbe o uso do gerúndio por desculpa de “ineficiência”. O governador está fora de Brasília e não pôde comentar a nova medida. O gerúndio é uma das formas nominais do verbo, formada pelo sufixo “ndo” que indica continuidade de uma ação. O uso do gerúndio se tornou comum e demonstra imprecisão de uma atitude como, por exemplo, “vou estar verificando” em vez de “vou verificar”.

Leia a íntegra do decreto:

Decreto nº 28.314, de 28 de setembro de 2007. Demite o gerúndio do Distrito Federal, e dá outras providências. O governador do Distrito Federal, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 100, incisos VII e XXVI, da Lei Orgânica do Distrito Federal, DECRETA:

Art. 1° – Fica demitido o Gerúndio de todos os órgãos do Governo do Distrito Federal.

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido? Em 6 meses você pode elevar o seu inglês a um novo nível. Clique aqui e saiba como.

Art. 2° – Fica proibido a partir desta data o uso do gerúndio para desculpa de INEFICIÊNCIA.

Art. 3° – Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 4º – Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 28 de setembro de 2007. 119º da República e 48º de Brasília JOSÉ ROBERTO ARRUDA

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 13 comentários

  • 04/10/07  
    Maykon diz: 1

    e ai Alessandro.. blog melhorou bastante…
    posso me honrar em dizer que fui um dos primeiros leitores de seu blog…
    parabéns cara..
    t++

  • 04/10/07  
    Alessandro diz: 2

    É isso aí Maykon. Obrigado por apoiar o nosso trabalho desde o início.

    Forte abraçom

  • 05/10/07  
    Camilo diz: 3

    José Roberto Arruda?
    O mesmo do painel eletrônico?

    —-

    Excelente a foto do Justus pra ilustrar o post…hahaha…ficou perfeita!

  • 05/10/07  
    Paulo diz: 4

    Brincadeira, só no Brasil mesmo que cria-se um decreto para “matar” ou “demitir” o gerúndio !!! Só uma pergunta: pode-ser realmente “demitir” o gerúndio??! A língua e todos os seus aspectos escritos e orais não é “uma coisa viva”?!?! Como se pode “desligar” o gerúndio do nada e aliás qual será a punição para alguém que use o gerúndio???
    Em vez de explicar o português corretamente e dar uma escola pública de melhor qualidade “deminte-se” algo, no caso o gerúndio.
    A política está deixando a desejar cada vez mais. E aliás, é incorreto falar no gerundio?!! E eu não me incomodo (muito ne rs) de receber ligações de telemarketing cheias de gerúndio.
    Esse decreto é mais um daqueles para se dar risada!!
    []s
    OBS: nada contra quem postou a notícia viu :-)

  • 05/10/07  
    Fabio diz: 5

    Dessa forma, eu vou estar mudando o meu vocabulário nos próximos dias, então?
    Caso contrário, vou estar violando a lei.
    Vou estar te mandando um abraço! ;)

  • 05/10/07  
    EDUARDO diz: 6

    Aiai Meu Deus…

    Demitiram o pobre o gerundio, e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi absolvido do processo de cassação pelo plenário com 40 votos…

  • 05/10/07  
    Relindes diz: 7

    Ai!Meu Deus!
    Com tanta impunidade pra se preocupar…
    Que Deus tenha dó do nosso país e abençoa nos!
    Paz e dignidade a todos os povos!

  • 05/10/07  
    Relindes diz: 8

    Ah!Desculpe!
    Nada contra a quem postou!
    O blog é ótimo, e eu entendo que tudo que é repetitivo enjoa e é sem graça, até aí eu concordo, mas há outras preocupações para se punir e que a nossa lei ainda está arcaica e injusta!Penso que o Governador do Destrito Federal deveria se preocupar mais com outros tipos de impunidades!
    Beijos à todos do Blog!

  • 06/10/07  
    Luiz diz: 9

    O que tem que ser demitido é o Gerundismo e não uma das necessárias forma nominal do Verbo.

  • 29/02/08  
    renata diz: 10

    rê vai lei que nos livra do tal do grundismo, ufaaaaaaaaaaaaaaaaaaa estamos livres isso merece até uma comemoração, abraços do seu sobrinho arthur.fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  • 09/08/08  
    Davi de Almeida Lopes diz: 11

    Como está escrito, o uso do gerúndio demonstra imprecisão
    nas atitudes e não passa de um maneirismo de linguagem.
    Demorou, este decreto deveria valer para Brasil inteiro.

  • 10/08/08  
    suellen diz: 12

    primeiro ele tinha de ter aprendido o que é gerundio para depois “demiti-lo”, gerundio no caso é uma das formas nominais do verbo, formada pelo sufixo “ndo” que indica continuidade de uma ação. o que ele quer demitir são frases do tipo “vou estar verificando”,”vou estar analisando”, o gerundio esta presente nesta frase mas também esta presente nas frases “estou trabalhando”, ”estou estudando”, ou seja ele que demitir o futuro acompanhado do gerundio e nao tão somente o gerundio. essa lei ridicula tem que ser revista. So no brasil mesmo pra inventarem leis absurdas como essa!!! em todos o idiomas o gerundio é usado sem problema. oh senhor governador vai ler mais livros de gramaticas pra entender primeiro a nossa lingua para depois julga-la e mal interpreta-la.

  • 28/09/08  
    Michele Mitsue diz: 13

    Tudo bem que o gerundismo às vezes machuca o ouvido de quem escuta, mas é ridículo eliminar o que faz parte da nossa gramática. Imagine se fosse retirado tudo aquilo que nós brasileiros usamos mal? Nunca mais o advérbio menos, por causa da forma incorreta “ela foi menas vezes na minha casa” ou o em nível de por causa do tao erroneamente falado “a nível de”….enfim….praticamente ficaríamos sem a nossa língua.
    O que deveria ser feito é criar alternativas de melhorar o acesso dos brasileiros aos livros, à educaçao num todo. Se todos nós tivéssemos uma boa escola, bons professores nao pecaríamos tanto com a nossa língua.
    Esse político nada mais é que uma pérola entre tantas em nosso País….ooooo tristeza!