Gerúndio é demitido da língua Portuguesa

Roberto Justus: Gerúndio é demitido da língua PortuguesaLeia com atenção o email enviado pelo leitor Leandro Figueiredo. Se você não ler você vai “estar ficando” desatualizado.

Pela primeira vez na vida fico com inveja de quem mora em Brasília. Já imaginaram a gente ficar livre daquelas coisas insuportáveis do tipo “Vou estar verificando e te ligando de volta”… “você pode estar parcelando…”, “vou estar preparando o relatório e mais tarde vou estar te enviando”… ninguém merece!

Se eu morasse em Brasília ia andar com uma cópia do decreto na bolsa e cada vez que algum infeliz soltasse uma das pérolas do gerundismo, chamaria a polícia e solicitaria prisão em flagrante por perturbação da ordem pública.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), tomou uma decisão que chamou a atenção de quem leu a edição de hoje do “Diário Oficial” do distrito: demitiu o “gerúndio” de todos os órgãos do governo.

O decreto com a nova medida também proíbe o uso do gerúndio por desculpa de “ineficiência”. O governador está fora de Brasília e não pôde comentar a nova medida. O gerúndio é uma das formas nominais do verbo, formada pelo sufixo “ndo” que indica continuidade de uma ação. O uso do gerúndio se tornou comum e demonstra imprecisão de uma atitude como, por exemplo, “vou estar verificando” em vez de “vou verificar”.

Leia a íntegra do decreto:

Decreto nº 28.314, de 28 de setembro de 2007. Demite o gerúndio do Distrito Federal, e dá outras providências. O governador do Distrito Federal, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 100, incisos VII e XXVI, da Lei Orgânica do Distrito Federal, DECRETA:

Art. 1° – Fica demitido o Gerúndio de todos os órgãos do Governo do Distrito Federal.

Art. 2° – Fica proibido a partir desta data o uso do gerúndio para desculpa de INEFICIÊNCIA.

Art. 3° – Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 4º – Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 28 de setembro de 2007. 119º da República e 48º de Brasília JOSÉ ROBERTO ARRUDA

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 13 comentários