Intercâmbio em um país onde o Inglês não é o Idioma Oficial

Sempre vejo pessoas no fórum do EE perguntando sobre programas de intercâmbio em países como Inglaterra, Escócia, Estados Unidos etc. Há algumas semanas um dos leitores do fórum perguntou sobre como seria estudar nos Países Baixos. Apenas como esclarecimento:

Os Países Baixos são frequentemente chamados de Holanda, o que é tecnicamente impreciso, já que as Holandas do Norte e do Sul são duas de suas doze províncias. Fonte: Wikipedia

Então, só por curiosidade, eu pergunto: você alguma vez já pensou em ir para o exterior para estudar inglês em um país onde o inglês não é a primeira língua oficial?

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Bem, a minha primeira vez fora do Brasil e na verdade minha primeira vez em um avião também, foi exatamente quando fui para os Países Baixos. Eu não tinha nenhuma outra pretensão que não fosse aprender inglês e viajar pela Europa o máximo que pudesse.

Eu viajei e melhorei o meu inglês, sem dúvida. O problema foi que apesar dos meus esforços para me tornar fluente, eu ainda sentia que o meu progresso não tinha sido tão bom quanto eu esperava que fosse, o que me deixou desapontada e com um sentimento de frustração quando eu voltei para o Brasil.

Pensando nisso, eu gostaria de apontar algumas considerações após a minha temporada no exterior:

1. Os Países Baixos são conhecidos por ser um lugar onde todos ou pelo menos quase todos falam inglês – verdade!

Em um ano, apenas duas vezes eu me deparei com pessoas que não falavam inglês.

2. Os Países Baixos são conhecidos por ser um país onde todos ou quase todos falam inglês e bem – falando de forma geral, sim! A boa qualidade da educação nas escolas públicas é a chave do sucesso.

O que eu gostaria de acrescentar é que eu tive uma experiência completamente diferente daquela que tive em Londres. Viver em um país (no caso Inglaterra) aonde se fala o inglês te dá a chance de estar em contato com nativos do Inglês do país, com os quais você pode aprender um leque de expressões, ditados e usos do idioma, mais atualizado.

3. Você vai se tornar fluente em inglês simplesmente porque viajou para o exterior – mentira!

Quanto mais exposto ao idioma, melhor será para o seu aprendizado, mas diferentemente do que muitos pensam, uma viagem ao exterior ou um programa de intercâmbio não faz milagres. Depende do quanto você se esforça nos seus estudos.

Nos países baixos tudo é em holandês, não se iluda, você não estará rodeado pelo inglês só porque você está fora do Brasil. Sinais nas ruas, pessoas conversando nos ônibus, trens, lojas, livros, rádio, jornais, TV, instruções nas embalagens e as coisas mais simples que você pode pensar, estarão em holandês.

Apenas depois de retornar ao Brasil que eu percebi o quão isolada eu estava da sociedade que eu estava vivendo, sem nem sequer perceber. De certa forma me senti aliviada por voltar.

Se você tiver a oportunidade de ir para os Países Baixos, abrace a ideia. É um país lindo, com milhares de lugares para se visitar e coisas para se fazer. Eu não perdi a oportunidade, apesar de após ter voltado para o Brasil eu tenha decidido viajar para a Inglaterra para aprimorar o meu inglês eu não me arrependo nem por um segundo por ter escolhido os Países Baixos ao invés da Inglaterra antes.

Nos Países Baixos, o inglês se torna sua segunda língua uma vez que o idioma holandês não tem nada a ver com o Português, assim, o inglês acaba sendo sua única alternativa com a qual você se vira no dia a dia e isso é ótimo para te fazer sentir mais confiante com a sua comuniação oral.

É isso pessoal, espero que tenham gostado do artigo. Veja abaixo algumas fotos da minha viagem:

Abraços,

Sobre a Autora: Gabriela Dias é leitora ativa do English Experts e participa diariamente do fórum.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do English Experts. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

Mostrar 21 comentários