Não minta em seu Curriculum Vitae

Imagine um processo de seleção onde o entrevistador e o entrevistado não entendem nada da área. Parece estranho, mas situações assim não são tão raras. Segue abaixo um vídeo muito engraçado que retrata de forma cômica a contratação de uma gerente da área de tecnologia da informação (Information Technology – IT).

O vocabulário é bem fácil e você vai perceber o quanto pode ser prejudicial colocar uma mentira em seu Curriculum Vitae (résumé). Pelo menos os dois tem o inglês na ponta da língua. ;-)

Começa assim: “I’m gonna put you in IT, because you said on your CV you have a lot of experience with computers […]”, o resto é com você.

A English Live disponibiliza aos leitores do English Experts um Cupom com 2 meses extras para estudar inglês com professores nativos e ter aulas particulares online.

Clique aqui e receba o seu!

Have a nice weekend!

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido? Em 6 meses você pode elevar o seu inglês a um novo nível. Clique aqui e saiba como.

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

11 comentários

  • 01/09/07  
    Luis Otávio diz: 1

    Alessandro, amanhã ou hoje mesmo, se puder, coloque o texto total, tudo bem ?

    Obrigado.

  • 01/09/07  
    Alessandro diz: 2

    Luis,

    Tá muito fácil cara. Fica aí o desafio. Quem é capaz de transcrever o diálogo do vídeo acima aqui nos comentários?
    Aguardo!

  • 02/09/07  
    themeron diz: 3

    Faltou falar que é do fantástico seriado britânico “The IT Crowd”, episódio 1 (Yesterday’s Jam), da primeira temporada.

    Segue o díálogo, passível de correção, certamente:

    – I’m gonna put you in IT, because you said on your CV you had a lot of experience with computers.

    – I did say that on my CV yes.
    (haha) I have lots of experience with all…computer… thing you know, e-mails…sending e-mails, receiving e-mails, deleting e-mails…
    – I could go on.

    – Do!

    – The web… using mouse…mices… using mice.
    Clicking… double clicking…the computer screen of course,
    the keyboard…the…bit that goes on the floor down now…

    – The hard drive?

    – Correct.

    – (aha!) Well, you certainly seem to know your stuff.
    That settles.
    Got a good feeling about you Jen!
    And they need a new manager.

  • 02/09/07  
    Danielle diz: 4

    Hey guys! I have a question. What’s IT anyway?
    Thanks!

  • 02/09/07  
    Alessandro diz: 5

    Themeron, sua transcrição ficou perfeita. Parabéns! O seu listening está bem apurado.

    Denielle, como eu disse no post IT é Information Technology, em português Tecnologia da Informação (nome abrangente para métodos de computação, processamento de informação e comunicação de dados).

    Abraço,

  • 02/09/07  
    Nilza diz: 6

    Hi Alessandro,
    I nearly died laughing!
    So funny….
    Hugs,
    NIlza

  • 02/09/07  
    Alessandro diz: 7

    Oi Nilza,

    Você por aqui! É bom saber que você está acompanhando o blog. Olha! Eu não desisti, ainda estou aguardando seus textos, aqueles ficaram ótimos. Tem gente me combrando mais.

    Abração,

  • 03/09/07  
    themeron diz: 8

    Colega Alessandro,

    Grato pela mensagem! Vou aproveitar aqui para dar uma pequena dica.
    Eu extraio o som do filme em MP3 (Jodix Video MP3 Extractor, por exemplo).
    Depois da extração, você tem um arquivo MP3 que você pode manipular de várias formas. A que mais uso é mudar a velocidade do arquivo para ouvir melhor as palavras e a pronúncia. Isso pode ser feito no próprio Windows Media Player ou em programas free, como o Audacity.
    Eu faço isso muito com músicas, onde, mesmo com a letra em mãos, fica mais fácil acompanhar o que é dito. O WMP não altera a altura do som (isso é, ‘altura’, em termos musicais, é quando o som é mais grave ou mais agudo, não é ‘volume’, ok?). Ou seja, o cantor fala mais devagar, mas não mais grosso.
    Espero que aproveitem a dica!
    Hugs.
    themeron

  • 03/09/07  
    Tiago diz: 9

    Eu tenho uma dúvida: Qual a diferença entre “I did say that on my CV yes” and “I said that on my CV yes” ???

    Este último está correto?
    Thank you so much!

  • 15/09/07  
    Deivi diz: 10

    Ambos estão certos. Apenas se utiliza o auxiliar “did’ (passado) ou “do” (presente) para ser mais enfático:

    I did say that on my CV yes = Eu realmente disse, explicitei, coloquei isso no meu CV.

    Do you like reading the articles from this blog?

    Yes, I do like..It’s very comprehensive = Sim, Com certeza..Esse blog é bem abrangente..

    Note that when you use the axiliar “did” the verb must be in the present.

    Anyway, I’m far from being a teacher…let’s wait for more replies…perhaps other people might come up with other explanations..

    All the best.

  • 02/01/08  
    Alvaro diz: 11

    Hi ppl, its very nice someone teach english here, because sometimes we have some dubs and the google translactor did not work very well from Portuguese to english
    Tks ppl